quarta-feira, março 09, 2011

79 SIEGMANN RESPONDE

The Plot Thickens, como dizem no Cinema Americano.

São 36 perguntas que Siegmann fez a si mesmo e respondeu em detalhe no seu Blog sobre os últimos acontecimentos na novela sobre a reforma no Beira Rio. O fato do Siegmann se comunicar com a torcida assim é algo de ser aplaudido. Normalmente ficamos a escuras, sem saber o que tá acontecendo e dependendo de noticias vindas da imprensa que nem sempre é confiável. Mas desde que o Siegmann começou a Twitar e agora a escrever no seu Blog a informação vem direto do Beira Rio e quase sempre sem filtro. Muito bom e que continue assim! (Só poderia ter feito 35 ou 37 perguntas e não 36 se é que me entendem!)

Siegmann inclusive respondeu (na pergunta #4) o que eu perguntei ontem aqui no Blog, "Porque que começaram a reforma sem saber exatamente como ia ser feito e por quem?".

O Blog do Siegmann é nesse Link. Vocês podem ler todas as respostas lá mas estou postando elas na integra aqui porque o assunto é importante. E cadê o FC? Acho vergonhoso ele se esconder. Ele parece preferir ficar quieto pra não ir contra amigos do que defender o Futuro do Clube!

Vamos lá, do Blog do Siegmann. Tirem suas conclusões e comentem (ah e notaram que essa novela toda está sendo completamente ignorada pela imprensa Paurioca...eles só pensam em Ronaldinho e Adriano Irresponsável):

Volto ao assunto, especialmente diante das inúmeras informações distorcidas que andam circulando por aí.
Assumi o compromisso de ter uma postura transparente com o nosso torcedor e, em razão disso, vou tentar esclarecer as dúvidas mais ocorrentes em forma de perguntas e respostas.
Minha preocupação maior é com o futebol, mas como Conselheiro do Clube sei o quanto as obras poderão interferir no futuro da nossa atividade principal.


1. HÁ RACHA NA DIREÇÃO DO INTER?


Não.
Estamos unidos no que se refere as obras e tudo mais.
A divisão existente é exatamente a mesma anterior as eleições.
De um lado os que perderam a eleição e, do outro, os que venceram.
A atual diretoria entende que o modelo adotado pela gestão anterior fracassou. Aliás, como referido pela FIFA desde julho do ano passado.


2. OS ENGENHEIROS SABEM MAIS DE OBRAS?


Na gestão anterior, as obras eram assunto exclusivo do Vitorio Piffero, do Emídio e do Pedro Affatato, todos engenheiros.
O Emídio tem uma empresa de pavimentação asfáltica, o Affatato uma de sinalização de rodovias e o Vitorio é empresário, sócio de uma construtora.
A discussão atual não diz respeito ao projeto de engenharia, mas a sua viabilização financeira.
O fracasso do projeto é de sustentação financeira e não de engenharia.
Quanto ao estudo financeiro das obras, o Giovanni está muito bem assessorado, inclusive pelo mesmo assessor que alertou o Vitorio dos riscos no semestre passado.


3. DESDE QUANDO A FIFA REJEITOU O PROJETO DE VIABILIDADE FINANCEIRA DAS OBRAS?


Desde julho passado, exigindo do Clube garantias efetivas, pois entendeu que a mera venda de produtos (suítes e cadeiras), com ingresso de receita a longo prazo, não viabilizaria a realização das mesmas, tanto que pediu outras garantias financeiras.


4. POR QUE, APESAR DISSO, AS OBRAS FORAM TOCADAS E O BEIRA-RIO DEMOLIDO EM PARTE?


As obras foram tocadas com maior intensidade no período que antecedeu a eleição.
Por outro lado, o principal argumento do candidato derrotado era a reforma do Beira-Rio.
Salienta-se que naquela oportunidade o projeto de financiamento próprio já estava rejeitado pela FIFA.
Em dezembro passado, deixando de atender pedido da atual direção, houve a demolição de parte das arquibancadas e a assinatura de contrato com empresa para construir o novo padrão das arquibancadas inferiores.


5. HÁ INTERESSE POLÍTICO NO DEBATE SOBRE AS OBRAS?


Entendo que sim, pois se continuarmos com o atual modelo perderemos a Copa (o que já foi alertado pela FIFA), teremos que desembolsar valores para recompor o Beira-Rio com grande ônus para a gestão do Giovanni.
Ficaria a ideia de que o Affatato queria as obras e fez de tudo para realizá-las e a atual gestão não.
Não podemos esquecer que com a atual situação financeira do INTER, severamente deficitária, não dispomos de um centavo para financiar as obras, eis que a venda de produtos como suítes e cadeiras é insignificante.


6. QUAL O PAPEL DO AOD CUNHA?


O Aod é um técnico, especialista em finanças, é colorado e foi Secretario da Fazenda do Rio Grande do Sul.
Ele foi contratado como forma de profissionalizar a gestão e faz isso muito bem.
Ele apenas analisa e apresenta os números, sem nenhum juízo de valor.


7. QUAL O PAPEL DO CONSELHO DELIBERATIVO?


O Conselho vai decidir, é dele a responsabilidade acerca dos próximos passos.
Ele conhece a situação financeira do Clube (exposição feita pela atual diretoria), bem como os riscos de cada um dos modelos.
No ano passado, a Comissão de Obras do Conselho alertou sobre a fragilidade do modelo (ausência de estudos mercadológicos), o que não foi revelado aos Conselheiros por decisão exclusiva do presidente do Conselho.
O presidente do Clube não poderia ficar silente diante de riscos que podem comprometer o futuro do Clube por gerações.
Ao contrário daqueles que comandavam as obras na gestão anterior, levou o assunto ao Conselho Deliberativo.


8. PODEMOS DESCARTAR A COPA E A FIFA?


Podemos e tenho escutado algumas manifestações nesse sentido.
O prejuízo seria a perda de uma oportunidade para a reforma do estádio e que é necessária.
O modelo financeiro é que não pode comprometer o presente nem o futuro do nosso Internacional.
Caso venhamos a perder a Copa, há o risco de ser credenciado outro estádio de Porto Alegre.
Quem lutou pela Copa no Beira-Rio foram os gestores anteriores.
Não podemos esquecer que ela foi festejada com manifestações públicas, como a realizada no parque da Redenção.
Outros clubes aproveitarão a oportunidade para reforma de seus estádios.


9. QUAL A VANTAGEM DE REFORMAR O BEIRA-RIO?


Mais conforto para os sócios e torcedores, aumento de sua capacidade, modernização de suas instalações inclusive para o futebol.
Um estádio moderno, construído até a Copa, permitirá maiores receitas com ações de marketing.


10. QUAL O MODELO ADOTADO PELA GESTÃO VITORIO PARA AS OBRAS?


Com recursos próprios (recursos vindos da venda do estádio dos Eucaliptos e antecipações de receitas pela venda de suítes e cadeiras).
O Conselho Deliberativo aprovou, tão somente, a antecipação de receitas com a venda de suítes e cadeiras e a venda dos Eucaliptos.
Como só vendemos 26 suítes (sendo onze pela transferência de negócios antes existentes), temos a seguinte equação: aproximadamente 28 milhões de reais (dos quais restam treze), pelo resultado da venda dos Eucaliptos e o ingresso em prazo longo da venda das 26 suítes para fazer frente a uma obra de mais de 200 milhões de reais.


11. HÁ COMO O CLUBE FINANCIAR AS OBRAS?


Não.
Uma das causas de não obtermos garantias bancárias é a situação financeira do Clube.
Não há como enfrentar as despesas mensais ordinárias e retirar dinheiro que não temos no caixa para pagar as obras da reforma do Beira-Rio.


12. POR QUE O INTER VENDE JOGADORES?


Para que ingresse dinheiro em seu caixa e com isso equilibrar as suas contas.
A necessidade de ingresso de valores é em razão do défícit (diferença entre gastos e valores recebidos).
São pagas despesas de pessoal, manutenção predial, juros bancários de empréstimos (só no último semestre da gestão anterior R$18.000.000,00), viagens da equipe, etc.
A mensalidade dos sócios representa aproximadamente 30% da receita.
Ela é muito importante, mas está longe de garantir a totalidade das despesas mensais.


13. QUAIS AS OUTRAS RECEITAS IMPORTANTES?


Televisionamento de jogos e patrocínios.


14. O QUE FOI DITO PELA FIFA AO INTER?

Que diante da fragilidade do modelo financeiro das obras, entendendo que havia risco de não serem levadas até o final em tempo hábil, pediu garantias bancárias ou parceria com empresa construtora.


15. O INTER BUSCOU AS GARANTIAS BANCÁRIAS?


Sim.
O Vitorio solicitou garantia para vários bancos e nenhum concedeu.
Inclua-se aí Banrisul e BNDES.


16. POR QUE OS BANCOS NÃO DERAM AS GARANTIAS AO INTER?


Pelo risco do negócio.
Bancos sempre avaliam o risco de um negócio e a capacidade financeira de quem pede empréstimo ou garantia.


17. COMO SURGIU A ANDRADE GUTIERREZ?


A empresa procurou o Vitorio para oferecer um modelo de parceria para as obras de reforma do Beira-Rio.
Na época, tendo optado pelo modelo de realizá-las com recursos próprios, não foram esgotadas as negociações.


18. QUAL A PROPOSTA DA ANDRADE GUTIERREZ?


Arcar com todas as despesas do projeto, inclusive as futuras exigências da FIFA, a preço fechado.
O que ultrapassar o orçamento apresentado não será da responsabilidade do Inter - modalidade preço fechado.
Somente na semana passada a FIFA apresentou novas exigências que não são desnecessárias (sala de imprensa, rede de informática, etc) e que não estavam previstas em nenhum dos orçamentos.


19. QUAL O GANHO DA ANDRADE GUTIERREZ?


Fica com o resultado das receitas novas (áreas criadas com a reforma), por 20 anos, devolvendo depois ao Inter.


20. HÁ ÁREAS COMERCIAIS?


Sim, está previsto um shopping de médio porte, abrigando lojas.
Ela se encarrega de procurar locadores, assumindo o risco do negócio.
Nenhum negócio desse tipo rende 100% a partir da sua inauguração. É preciso um tempo de maturação. Vejamos os exemplos dos shoppings de Porto Alegre. A maioria ainda está buscando resultados satisfatórios, o que demanda um certo período de tempo.


21. QUAL A EXPERIÊNCIA DO INTER NA GESTÃO DE LOCAIS COMERCIAIS?


Péssima - Saci, Barril, Gato do Alemão, etc.
Até mesmo o Centro de Eventos não dá os resultados prometidos na época de sua inauguração.
Em boa parcela o Inter se viu envolvido em ações de despejo e teve prejuízos.


22. TEMOS CAPACIDADE PARA GERIR NEGÓCIOS?


Não.
Nossa atividade como Clube é o futebol e devemos concentrar as nossas energias nele.
Além dele, o marketing (patrocínios) e a relação com os sócios.


23. HÁ ALGO A MAIS NAS OBRAS DA ANDRADE GUTIERREZ?


Embora o modelo de arcar com o custo vendendo suítes e cadeiras, deveria envolver um estacionamento (área crítica no Beira-Rio), no projeto inicial não estava previsto. No projeto da Andrade Gutierrez está previsto um edifício garagem.
Há, ainda, um centro de treinamento - CT - moderno e necessário paa o desenvolvimento do futebol.
Hoje temos carência de aproximadamente nove campos de futebol para todas as categorias (base e profissional). Há carência de alojamento, sala de musculação, etc.


24. O INTERNACIONAL PERDERÁ O SEU ESTÁDIO?


Claro que não.
Há várias manipulações políticas explorando o tema.
Seja o nome, seja o tempo de disponibilidade do estádio, tudo continuará sendo nosso.
Uma das especulações, diz com a possibilidade da troca de nome.
Como em qualquer local destinado ao uso público e relacionado com esporte, é possível dar nome de empresas a determinadas áreas, sempre com direito de veto pelo Inter.
Exemplo: Área VIP Banrisul... Tim... Reebok...


25. HÁ O RISCO DE EMPRESÁRIOS TORCEDORES DE OUTROS CLUBES DETERMINAREM NOME PARA AS ÁREAS DO BEIRA-RIO?


Escutei em uma entrevista que seria possível o Sr. Gerdau, Grendene e Vontobel darem a uma determinada área do Beira-Rio a designação de Eurico Lara!
Primeiro a seriedade desses empresários jamais permitiria ação de tal natureza.
Segundo, o Internacional teria direito de veto e não permitiria.


26. POR QUE O INTER NÃO FAZ AS OBRAS LENTAMENTE, COM SEUS PRÓPRIOS RECURSOS?


Os tempos são outros, bem diferentes da época da heróica construção do Beira-Rio.
Seria como construir uma catedral e levaria, com certeza, muitos anos.
Logo, não há diferença entre construir agora e receber todas as áreas em plena atividade comercial em 20 anos e deixar o Estádio parcialmente reformado ao longo de vários anos.
A diferença é que não teríamos as vantagens de um estádio moderno logo.


27. A TORCIDA E OS POLÍTICOS PODERIAM AUXILIAR DE ALGUMA FORMA?


Não há dúvidas de que a torcida colorada é a maior e melhor.
Mas, imaginar que algo em torno de mais de 200 milhões possa ser feito com doações e até 2014 é desconhecer a realidade.
Alguns exemplos, como contratação de jogadores com campanhas perante os sócios, não deram certo em nenhum clube.
Atualmente, em todo o mundo, as grandes obras são feitas com parcerias entre empresas que exploram atividades econômicas diferentes.


28. O BEIRA-RIO SERÁ PRIVATIZADO?


O Inter e o Beira-Rio já são privados.
Privatizar é ceder algo que é público para empresas privadas (pedágio, energia elétrica, telefonia, etc).
Na realidade se trata de um acordo comercial entre pessoas jurídicas.


29. POR QEÊ A DIFERENÇA DE ORÇAMENTOS?


Porque o primeiro orçamento de 150 milhões não é real.
Ele não contempla a parte elétrica, móveis para as suítes e vários outros itens.
Apenas em uma adequação, o orçamento de 150 milhões pulou para 200.
Não podemos esquecer que o item segurança da obra que contempla uma cobertura é fundamental.


30. OUTRA EMPRESA FEZ PROPOSTA?


Quando o projeto de sustentação financeira ruiu e logo após a troca de comando no Clube. O presidente Giovanni corajosamente resolveu tratar a questão das obras com absoluta transparência.
Foi apenas nessa oportunidade que o Vitorio apresentou ao Inter a empresa Engevix. Já havia transcorrido mais de seis meses da negativa da FIFA em qualificar positivamente o projeto do Inter.


31. A ENGEVIX APRESENTOU ALGUMA PROPOSTA?


Não.
Apresentou uma ideia de negócio, nos seguintes termos: reforma do estádio; destinação para ela por prazo determinado, como na outra proposta da Andrade Gutierrez, de 15% das receitas novas; preferência nos negócios que envolvem o entorno do Beira-Rio e garantias pelo Inter ( direitos sobre jogadores, sobre os recebíveis de televisionamento - Clube dos 13).


32. QUAL A RESPOSTA DA DIREÇÃO DO INTER?


Que não tinha interesse em dar em garantia as receitas necessárias para o sustento do Clube.
Que entendia que a área do entorno será mais valorizada que a do Estádio.


33. O QUE É A CHAMADA ÁREA DO ENTORNO DO BEIRA-RIO?


São as áreas previstas no projeto Gigante Para Sempre e aprovadas pelo município, como hotéis (duas torres), Gigantinho, marina, etc.
Segundo a atual diretoria, após a reforma do Estádio essas áreas terão incontável valorização e seria uma temeridade dar preferência sobre elas para alguém atualmente (antes de concluída a reforma do Estádio).


34. O QUE DISSE A ENGEVIX?


Que na realidade o maior interesse repousa na área do entorno e não na reforma do Estádio.


35. QUAL A RELAÇÃO DA ATUAL DIREÇÃO DO INTER COM AS CONSTRUTORAS?


Nenhuma.
Nem passada, nem presente e nem futura.
Não há relacionamento com a Andrade Gutierrez, nem com a Construtora Tedesco e nem com a Engevix.
Nenhum diretor do Inter mantém ou manteve qualquer negócio com essas empresas.


36. QUANDO O AOD CUNHA FOI SECRETÁRIO DA FAZENDA HOUVE ALGUMA ISENÇÃO À ANDRADE GUTIERREZ?


Nenhuma, o que pode ser comprovado.
As insinuações irresponsáveis devem ser debitadas aos interesses políticos, sejam internos (Internacional), seja partidário.
Repito: o Aod Cunha é um técnico e homem de reputação inatacável.

79 Comentários:

mutano disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Adriano disse...

esta explicito que VP e os seus colocaram o olho nos lucros da construção.

foram extremamente irresponsáveis pra não dizer outra coisa.

só esqueceram que a fifa é exigente.

agora vão te que assina com empreiteira, ou vão deixa o estadio sem arquibancada?

no projeto nem estacionamento, nem,elétrica, nem sala de imprensa ia ter?

que reforma é essa?

como aprovaram isso?

sinistro!

olha na boa, ja passamos o mico mundial nas mãos do VP, FC e cia...

se eu tiver que passar por mais esse fiasco de porra de copa juro que se ver algum desses filhas da putas na minha frente MATO a dentada!!!!

Adriano disse...

outra coisa,

gostaria de saber como o inter vai faturar 1 bilhão em 20 anos.

não temos dinheiro nem pra zerar as contas do mês, é sempre no vermelho.

não tem dinheiro suficiente nem pra reforma do estádio em si.

realmente eu não entendo esses calculos.

Alberto - Porto Xavier - RS disse...

"6. QUAL O PAPEL DO AOD CUNHA?

...Ele apenas analisa e apresenta os números, sem nenhum juízo de valor."

Meu Pai do Céu, quase caí da cadeira ao ler isso!
Um CEO que apenas analisa números e os apresenta com powerpoint!
Um CEO que não opina!
E-S-P-E-T-A-C-U-L-A-R!!!

Mais uma vez, o Internacional é pioneiro!!!

Em resumo: SE algo der errado (espero que esse "SE" não seja, na realidade, "QUANDO"), já há um boi de piranha prontinho para o abate: Aod Cunha, o CEO que não emite juízo de valor!

BARBARIDADE!

Alberto - Porto Xavier - RS disse...

A batata Colorada está assando.

Imagina um cara que conversa com o Gerente do Banco sobre um financiamento para a reforma da casa. O Gerente diz que o cara precisa atender determinadas condições. Pois bem. O cara, sem antes ter juntado a documentação e ter o crédito da reforma aprovado, apenas apalavrado com o gerente sobre uma remota possibilidade, começa a demolir a casa!

Cara, que coisa mais amadora!

Há quanto tempo o Inter sabia que seria sede da Copa 2014? Agora, na pressa, vão ter que fechar com a Andrade Gutierrez (ou similar).

Qualquer um sabe que, numa negociação, é importante que o outro lado não sabia que você está desesperado. Ou para vender ou para comprar. Isso fragiliza o teu poder de negociação.

Daí, vem o Inter, apavorado em ter o Beira-Rio excluído como sede da Copa, e vai negociar com uma Construtora, totalmente em desvantagem. Pô, o que, em condições normais de TP custaria 100 milhões (chutando) vai custar 200 milhões, ou mais!

O Inter é um dos maiores do Brasil, hoje, mas poderia ser ainda mais, se não fosse esses erros primários de planejamento.

Ah, mas com o AOD tudo vai melhorar!

Pelo menos, eu achava, até saber que ele é um CEO que não opina, isto é, um CEO Boi de Piranha para o caso de algo der errado.

Adriano disse...

agora ficou claro o porque do Afatato ter rachado o grupo.

poderia esperar o Luiggi e ocupar a presidência na proxima eleição.

pra ver como os caras são amadores!

Pablo Faria disse...

Primeiro, p/ [Alberto]:

Cara, pensa um pouco, vai. Óbvio que o Siegman não quis dizer que o cara não opina. Foi uma forma de dizer que o AOD não DECIDE. Ele é um empregado, contratado para estudar formas de equilibrar as contas do Inter. Mas cabe sempre ao Inter tomar as decisões.

Agora, p/ [todos]:

Tá ficando claro que Pífero & Cia tem interesses obscuros. Pífero, principalmente, trata o assunto com irresponsabilidade e demagogia absurdos! Acha que somos idiotas?! (alguns são, claro)

Está claro que o modelo de Pífero & Cia objetivava manter o Inter na mão de empresários eternamente, já que TODAS as receitas que temos hoje teriam que entrar como garantia! Que loucura é essa?! Está explicada a falta de transparência da gestão anterior. Que coisa temerária, meu Deus!

Dou meu apoio incondicional para Siegman nesse momento, pois é o único a respeitar nossa inteligência e a agir com transparência.

Alberto - Porto Xavier - RS disse...

"14. O QUE FOI DITO PELA FIFA AO INTER?

Que diante da fragilidade do modelo financeiro das obras, entendendo que havia risco de não serem levadas até o final em tempo hábil, pediu garantias bancárias ou parceria com empresa construtora."

Esse é o Modelo de Negócios padrão Fifa!

A Fifa não quer apenas um Estádio em condições para a Copa, ela quer um estádio novo, ou reformado, mas com a participação de uma construtora? Pque? Pque? Ora, as grandes parceiras da Fifa (mais até que as patrocinadoras tipo Coca-Cola) são as construtoras.

Imagina quanto a Fifa vai ganhar por fora, quando não aceita a proposta dos clubes e exige garantias bancárias (Se um banco não empresta dinheiro para Inter ou São Paulo, tops, vai emprestar para Corinthians ou Flamengo? É um risco inaceitável!) ou de construtoras...

Futebol é ótimo. Eu adoro. Mas é foda quando a gente começa a pensar nos interesses e nas sujeiras desse meio.

Sobre a Líbia, do Kadaffi, o "Ocidente", seja lá o que isso significa, exige a renúncia do "Ditador". E o que agora surge é que os Fundos Soberanos da Líbia - uma bagatela em torno de US$340 bilhões de dólares.

Mas, como vazou que esse dinheiro está envolvido com bancos, clubes de futebol e até com o Carlyle Group, o valor divulgado do Fundo Soberano Líbio caiu para US$70 bilhões ehhehehehe.

Tem dinheiro Líbio na Pearson (Financial Times), Xerox, Pfizer, Halliburton (ex do Dick Cheney, que "ganhou" os contratos de reconstrução do Iraque), Chevron (aquela para a qual José Serra prometeu flexibilizar as regras do Pré-Sal se vencesse a eleição...), Mobil, Alcaten-Lucent, Siemens...

Só não divulgaram os clubes de futebol que tem dinheiro Líbio no meio. Daí, me pergunto, quanto há de dinheiro sujo nos clubes de futebol da Europa. E vejo que não há como segurar nossos melhores jogadores aqui, enquanto grandes clubes da Europa são verdadeiras lavanderias desse dinheiro sujo.

É uma merda pensar isso. Mas ainda assim continuo amando o futebol. Vai entender...

Anônimo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Alberto - Porto Xavier - RS disse...

Pablo Faria, eu me baseio no que o Siegmann escreve. Não consigo entrar na mente dele. Se ele escreve uma coisa e quis dizer outra, precisa contratar um redator para seus textos.

Fato: a Direção anterior era arrogante. A Torcida não murmurava, gritava, em altos brados, que não queria o Alecsandro e o W.Mathias no time. Adiantou? Não.

Agora, gritamos que não queremos o Roth (com mais intensidade, pois isso já era cobrado desde o ano passado). Adiantou? Ainda não.

Me parece que a Direção é surda e auto-suficiente. Achei que com um cara de fora - AOD - analisando os números e apresentando sugestões, a arrogância baixaria de nível para patamares aceitáveis.

Mas, o que o Siegmann escreveu vai contra isso.

Uma coisa é dizer, "Ele analisa os números e apresenta sugestões, que são debatidos pelo CD e Direção". Mas, olha o que ele disse: "...Ele apenas analisa e apresenta os números, sem nenhum juízo de valor."

Cara, isso é completamente diferente! Esse "...sem nenhum juízo de valor" não está ali à toa.

Anônimo disse...

"Ele apenas analisa e apresenta os números, sem nenhum juízo de valor."

O Siegmann deixou bem claro que o Aod é um técnico. Ele analisa, apresenta os números (e qualquer particularidade encontrada) e, dado que o cargo é técnico, fica implícito que faz projeções.

Um juízo de valor deve ser omitido, no sentido positivo, quando a avaliação deve ser baseada em informações limitadas disponíveis e uma decisão deve ser tomada. No caso do Inter, as informações repassadas ao Aod devem ter sido completas. Daí você deve tomar suas decisões/emitir opiniões baseado nas evidências encontradas nos dados.

Gostei dos textos do Juremir. Ele se expressa muito bem. São importantes para fomentar o debate.

Anônimo disse...

Alberto, acabei apagando o meu post anterior para dar uma editada. A tua resposta acabou ficando sem sentido. Desculpe.

Gustavo disse...

A conta de 1.2 bilhões vem do relato da AG, que disse poder faturar mais de 50 milhões por ano com as "novas áreas" criadas no beira rio (suite, estacionamento e área vip não me parecem coisas muito novas...).

E vocês já se deram ao trabalho de ver o que a OAS tá exigindo do Grêmio pra construir um estádio novo, e comparar com o que a AG tá pedindo pro Inter? Por uma obra de 200~250 milhões? Com 250 milhões se construiu um estádio novo na África (Mbombela)... no Beira-Rio eles tem que fazer o que? Puxar a inferior, colocar a cobertura (cujas bases já foram colocadas quase na totalidade) e construir um estacionamento por 250 milhões? Depois ficar explorando por 20 anos?

E a resposta da 22 foi alarmante pra mim... porque não contratar um profissional pra gerir essas áreas então? Se elas estão ali sendo porcamente administradas?

Anônimo disse...

Fica tranquilo quanto a isso, Alberto. Tenho certeza de que o Aod emite opiniões.

Creio que nenhum dos diretores e vices soubesse extrair tantas informações econômicas dos dados quanto o Aod. Daí as opiniões acabavam sendo baseadas em opiniões/convicções pessoais. Acho que foi isso que o Siegmann quis dizer quando disse que o Aod não exibe juízos de valor. Ele deve emitir opiniões embasadas pelas evidências encontradas.

Unknown disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Nelson - CONVERGÊNCIA COLORADA disse...

O Pior é que o AOD não analisa o financeiro do Futebol, ou seja, é só audita o que deixam ele auditar !!!

toiiiimmm !


Os que cegamente apoiavam o VP & Cia, agora apoiam cegamente GL, Bob & Cia...

É isto que precisa MUDAR !

Alberto - Porto Xavier - RS disse...

Opa, sem problemas.
Todos temos nossas opiniões, e é muito bom debater em alto nível.
Agora, o que choca é essa falta de transparência sobre o que acontece lá dentro dos muros do Beira-Rio.

Como escreveu o Juremir, se atirar no colo da AG para evitar flauta de Gremista.

Se a coisa é tão feia quanto parece - pô, 20 anos nas garras de uma Construtora é muita coisa, 1/5 de Século!!! - larguem de mão. Deixem que a Arena seja o Estádio Gaúcho na Copa. Tiveram todo o tempo do mundo - desde o anúncio que o Beira-Rio seria o Estádio - para estudar propostas e criar um modelo rentável e não fizeram. Esqueceram o dever de casa.
Isso tem nome, INCOMPETÊNCIA.

Anônimo disse...

20 anos me parece, a princípio, tempo demais. Em 20 anos o mundo estará muito mudado. É um pouco incômodo pensar que essas áreas vão ficar engessadas por tanto tempo.

Este caso é realmente bem delicado.

Adriano disse...

esses 50 milhões ano de lucro da AG seriam só com lucro de suites e cadeiras?

ou vão ter que fazer shoping, estacionamento, marina etc pra poderem ter esse lucro?


quantos anos o inter levaria pra deixar pronto tudo isso?

vamos sediar uma copa com os caras tendo que deixarem seus carros no barro?

Adriano disse...

por si só VP & CIA já deveriam ser escanteados de qualquer opinião.

como bem disse o Alberto, demoliram uma coisa que nem deles é sem ter tudo 100% garantido.

é muita cagada!

de olho nos lucros esqueceram do principal.

pra mim esta tudo claro, que motivos teria Luiggi pra ter que tomar um rumo totalmente diferente?

se o cara contratou o AOD é porque quer botar a coisa em ordem e com transparência.

transparência que não existiu na gestão VP no que se refere a essa reforma.

Schroder-EUA disse...

Bah e na entrevista do Piffero com o Benfica/Behs ali ao lado...Piffero diz que ENGEVIX é um bom negocio...mas a Engenvix quer parcela de jogador e transmissão de TV...agora não entendi mais nada!!

So digo isso foi um irresponsabilidade começar a reforma da arquibancada sem ter nada certo. Ou como disse antes uma maneira de FORÇAR a reforma

Christian disse...

Aod chegou!!!

E eu fico arrepiado com o apoio que ele tem da torcida!

Corneteiro Virtual disse...

"Tempos atrás lí um artigo que fala da maneira como ocorrem as obras em países-sede da Copa do Mundo.

Vou tentar encontrá-lo, mas resumindo:

De uma hora para outra, as obras ficam atrasadas e dobram de preço.

Aí o poder público, apoiado pelo "clamor popular" - fomentado por notícias catastróficas dos jornais - de fazer fiasco e deixar de ser sede (Pelé, garoto propaganda, já andou falando!) libera a obrigatoriedade de licitações e acabam ocorrendo parcerias para terminarem as construções..."

ISSO NÃO SOA FAMILIAR

Corneteiro Virtual disse...

"Aod Cunha, tem seu nome sempre ligado a muito discurso na mídia.

Muito apoio de colunistas políticos.

Muita propanganda...

De efetivo?

NADA.

Como exemplo, o tão propalado "déficti zero" do governo gaúcho anterior, que na prática, mostrou ser uma falácia.

Mas sou apenas uma voz discordante, nesse mar de aprovação.

Paranóia?

Até pode ser..."


Escrito há duas semanas por mim aqui no BlogVermelho.

Juremir veio a reboque! hehehe

Corneteiro Virtual disse...

Vozes discordantes ao modelo da direção começam a emergir.

Fui o único aqui no blog a abrir minha posição contrária à parceria.

Nada com política partidária.

Apenas convicção de que, no Brasil, tal modelo não funciona.

Corneteiro Virtual disse...

Minhas perguntas continuam no ar:

- O que mudou, de um ano para o outro, para uma coisa certa virar errada?

- Essa direção que aí está, o que fazia ano passado que não viu esse erro?

- Coincidência o surgimento do Aod para o modelo de parceria passar a ser defendido?

Marco disse...

Converse com qualquer um que já tenha feito uma obra (casa, galpão, prédio, loja, etc), sendo engenheiro ou proprietário.

Nunca o custo previsto é o realizado, por mais aperfeiçoadas que estejam as técnicas de orçamentos de obras.

O custo sempre extrapola, e muito. Não raro, bate até mais de 50% do previsto, em alguns casos dobra o valor.

Quanto mais detalhado o projeto, mais preciso o orçamento.

A reforma do Beira-rio não tinha um projeto detalhado, mas um "sabemos o que tem que ser feito".

Na primeira vez que detalharam o projeto, subiu de 150 milhões para 200.

Isto até o Píffero admitiu. Irresponsáveis é o mínimo que podemos dizer de VP, Afat et caterva.

Marco disse...

Voltando à construção... darei um exemplo meu, que acabou de acontecer.

Comecei a construir uma casa nova, para morarmos.

Um ano e meio fazendo o projeto arquitetônico, que foi entregue com todos os detalhamentos técnicos (luminotécnico, paginação de revestimentos, etc) para o engenheiro que adminitra a obra.

Um engenheiro experiente, acostumado com grandes obras, mas que topou administrar a minha casa porque somos amigos.

Fizemos todo orçamento, planilhamos, etc.

O custo foi estimado, e tals. Separei a grana e entramos de peito.

Faz 1 ano e 3 meses, a casa ainda não terminou, e o custo estimado já estourou duas vezes.

Sorte que tinha dinheiro de reserva, dá para bancar até o fim.

Agora, imagine se minha obra fosse prevista em 150 milhões e eu "já tivesse" 50 milhões, como no caso do Inter.

Pior ainda: imagine que, diante disto, eu ainda tivesse que recorrer a empréstimos bancários mensais para sustentar minha casa.

E que, de tanto recorrer a empréstimos, os bancos já começarem a recusar-se a me emprestar mais.

É assim o Inter de hoje, o Inter fruto de uma aministração exemplar para o mundo e o Universo - quiçá a Deus!

Agora entende-se porque os números Colorados eram negados até aos conselheiros.

Corneteiro Virtual disse...

Não consigo entender:

Se tudo posto aí é verdade, por que a atual direção não fez nada?

TODOS eram integrantes da gestão passada.

Aí, vêm com a história de que "não sabiam"?

Se há culpa, esta gestão é tão culpada quanto a anterior.

Marco disse...

Corneteiro virtual

O Inter tem 1/3 do valor inicial da obra.

Valor que, sabemos, será muito maior, mas só se revelará no futuro.

O clube recorre a empréstimos mensais para fechar suas contas.

Pagou, no último semestre, 18 milhões em juros.

Está deficitário e querem jogá-lo numa aventura de iniciar um investimento que não tem como bancar.

E aí?

Não estou apoiando o Aod, mas as informações que ele traz são estarrecedoras.

Se entrar nesta aventura irresponsável do Píffero, sabe o que vai acontecer?

Iremos para o limbo da 3° divisão, e não sairemos de lá tão cedo.

Schroder-EUA disse...

Uma pergunta simples ao Piffero:

O que acontece se o Inter não consegue vender os camarotes?

Já que banco não quer garantir, como ficaria o estadio demolido? Como que tu vai garantir que os camarotes vendem?

Pra mim tá mais que obvio que o risco financeiro é INFINITAMENTE menor com a AG.

Marco disse...

As obras já foram iniciadas, parte do estádio foi demolido.

A cobertura foi iniciada, mas está incipiente.

O que se faz?

Pára com tudo, e deixa aquela parte demolida, como uma metáfora materializada do que estavam fazendo com o Inter?

Ou entra numa aventura que, sabemos, não tem como bancar?

Ou, então, busca alguém que tem como bancar, mas quer uma receita futura muito importante por 20 anos?

Ou, por último, espera até o Natal, e põe um sapatinho na janela, pedindo 250 milhões para Papai Noel?

Sejamos razoáveis, vamos despersonificar o debate, as alternativas estão postas e são estas acima.

Ah, tem a da Engevix, que de tão draconiana, nem vou comentar...

Marco disse...

Luis

O Inter é hoje, para o sistema bancário, um risco tão grande que ninguém aceitou assumir sem garantias necessárias.

Nem o Banrisul, que no passado bancou os dois clubes falidos.

Nem o BNDES, que mete grana até em trem bala de viabilidade duvidosa.

O Inter de VP, FC e Afattato é mico.

Schroder-EUA disse...

Exatamente Marco.

E alem disso a doretoria atual está sendo bem transparente nas opinões que eles tem. Não estão se escondendendo.

Pelo que foi apresentado em todos os setores de midia a escolha é facil demais.

Vai com MENOS risco. Se a AG entrega um estadio "novo" pra nós eu acho um baita negocio deixar eles ganhar grana por 20 anos no estacionamento e areas vip. Afinal eles tem que recuperar o seu né!

Li alguem escrever uma bobagem em outro lugar "tem que falar com a AG e dividir os lucros do estacionamento". Os caras acham que a AG é instutuição de caridade?

Marco disse...

Estádio mais Centro de Treinamentos.

Só acho que o Inter poderia pedir 10% das receitas, algo assim.

Nem que, para isto, estenda o prazo de exploração da AG em mais 10% também.

Se tudo correr bem, estas receitas tendem a ser ascendentes, e o Inter seria sócio delas.

Tem outros aspectos que devem ser esclarecidos:

- A manutenção será de quem?
- Os impostos sobre propriedade (IPTU, IR, etc) estarão a cargo de quem?

Ou seja, só estamos falando das receitas, mas e as despesas?

Não pode sobrar tudo pro Inter.

Rubens Borges disse...

Marco, pelo o que eu entendi, a AG administraria a parte dela pelos 20 anos.

E, na boa, se for fazer CT, área VIP, estacionamento e tudo mais a conta gotas, com grana do Inter, como alguns querem, o Inter leva uns 20 anos pra terminar.

Parceria pra reformar o Gigante, já!

Rubens Borges disse...

Marco, pelo o que eu entendi, a AG administraria a parte dela pelos 20 anos.

E, na boa, se for fazer CT, área VIP, estacionamento e tudo mais a conta gotas, com grana do Inter, como alguns querem, o Inter leva uns 20 anos pra terminar.

Parceria pra reformar o Gigante, já!

Adriano disse...

atiraram no ar essa de 1 bilhão de lucro em 20 anos só pra porem lenha na fogueira.

tem gaudério que ainda acreditou nessa!

digamos que o inter tivesse grana pra fazer desde estadio ate marina em no maximo em cinco anos.

vendesse tudo de vento em popa, ai sim era de acreditar.

mas se tem SÓ 1/3 pra reforma da estadio como me falam em 1 bilhão de lucro?


é só isso que queria entender.

tão querendo brincar com minha inteligência?

olhem só: se continuarem a fazer por conta vão vender todos os nossos bons jogadores pra por o dinheiro na obra.

vão envolver o passe dos caras por trocados.

e o pior: VAI FICAR MUITA COISA PRA TRÁS NESSA OBRA.

esperem pra ver.

Adriano disse...

me lembro que o VP falou uma vez: cobertura não é exigência da fifa.

e ai????

alguem explica???

Adriano disse...

me lembro que o VP falou uma vez: cobertura não é exigência da fifa.

e ai????

alguem explica???

Adriano disse...

me lembro que o VP falou uma vez: cobertura não é exigência da fifa.

e ai????

alguem explica???

Henrique Marks disse...

O time e provável banco do Inter para o jogo de quinta:

O Inter irá a campo nesta quinta-feira com Lauro, Daniel, Sorondo, Rodrigo e Kleber; Bolatti, Guiñazu, Tinga, Oscar e Zé Roberto; Leandro Damião. O banco de reservas será composto por Muriel, Juan, Wilson Matias, Glaydson, Andrezinho, Rafael Sobis e Cavenaghi.

Está na hora da torcida colorada voltar ao estádio com força. E opúblico feminino tem uma obrigação nesta quinta, bater o recorde de mulheres num estádio de futebol, pois o ingresso é gratuito.

Quinta, 19:30, ingresso barato, WM no banco, Alecsandro nem no banco. Chance de Sóbis e/ou Cavenaghi entrarem no decorrer do jogo.

E vou escrever uma heresia: será que o Daniel pode nos surpreender ? Vou tentar olhar o jogo dele sem nenhum preconceito.

P.S. Talvez jogue o WM no lugar do Guina (machucado, com bolhas). Mesmo assim, é um excelente time e um banco muito bom.

cjr-sp disse...

Tenho lido algumas opinioes em variados blogs só para ver se eu poderia estar errado em 10% na minha...

Eis uma interessante que eu já tinha pensado mas vi num comentario de um colorado no finalsports e em outo blog tb e que ninguem na mídia fala.

Compararando os modelos AG E VP digamos assim...

Somente no modelo AG tem estacionamento. Parece que de todas as propostas ate hoje que adentraram o BR só a AG se propoe a fazer o estacionamento dentro do preço orçado.

PQ ? Pq cusata uma fortuna para quem nao sabe um edificio garagem e tem pay-back muito a longuíssimo prazo onde somente grandes contrutoras podem bancar. Nao é para Tedesco e nem Engevix que sao butecos de cacheceiros perto da AG.

VP alias foi investigado pela POLICIA FEDERAL por um shopping em CANOAS feito em parceria com a TEDESCO. Esta é o homem que quer fazer as obras do BR.

Eu diria...fuja VP...antes que a POLICIA te pegue.

Anynway o que eu queria dizer mesmo é sobre o estacionamento, a obra mais crucial de todas e que só a AG se propoe a fazer de imediato. É que com o estacionamento, teremos mais publico(renda) para o Inter, mais pressao em cima do adversario e quem sabe mais titulos=mais grana.

Ninguem em nenhuma comparaçao feita até agora está levando em consideraçao isso que importa em MILHOES DE REAIS ao longo dos anos em favor da parceria com a AG pois nao é da renda do estacionamento que estou falando e sim do publico que passará a ir ao estadio na medida que tivermos um estacionamento de primeira linha como promete a AG.

Entao pensem...com VP e seus comparsas nao tem estacionamento no orçamento. Seria feito com recursos proprios ao longo dos anos. Ou seja NAO seria feito pois trata-se de obra com valor aproximado de 60/80 milhoes de reais minimo.

PORTANTO...COM O ESTACIONAMENTO DA AG TEREMOS ANO A ANO UMA RECEITA ALTAMENTE SIGNIFICATIVA DE RENDA POR PUBLICO A MAIS DENTRO DO ESTADIO POR CAUSA DO ESTACIONAMENTO QUE NA PROPOSTA DO VP NAO TEREMOS. SÓ ISSO JÁ É UMA MONTANHA DE DINHEIRO QUE A MÍDIA RBS SEQUER TOCA NO ASSUNTO POIS TÁ FAZENDO DE TUDO PARA O INTER LARGAR A COPA. NAO SEJAMOS INGENUOS. Senao fosse bom pq a arena quereria tanto e a rbs estaria forçando de todos os lados para isso acontecer? Pq o Sao Paulo briga ate o ultimo minuto para ter a copa ?? Foi excluido pela FIFA, JJ ainda pode acabar vencendo essa pois a final ao que parce esta indo para o maracana e em SP se o palestra nao ficar pronto, será o morumbi que sediará semifinais.

************

Nao bastasse isso no modelo de VP...ainda nao tem impermeabilizaçao nas superiores e nao tem calçamento no entorno do complexo. No entorno a proposta do VP é ASFALTO cujo Emidio tem uma empresa justamente de asfaltagem. Affatato tem uma de sinalizaçao de transito. Emidio quando entrou no Inter, era mestre de obras, srs. Eu lembro bem das suas primeiras entrevistas no Inter. Agora já é engenheiro e tem empresa propria. Nao que ninguem nao possa subir na vida. Mas é tudo muito estranho.

Mas enfim...o fato de quererem asfalto no entorno me dá nauseas..pois qualquer um sabe que ficará horrível, com zero de padrao estetico.

Quanto a impermeabilizaçao, qq ignorante em obras sabe que é necessário pois a agua se infiltra e em 2 anos já teremos grama nas susperiores nos vincos e já teremos infiltraçoes embaixo delas. Ou seja, o modelo de VP é ridiculo, é como sempre fizeram ate hoje, é NAS COXAS.

**************************

Mas deixemos a infiltraçao de lado e o asfalto que querem de lado...por enquanto e foquem nas receitas que só o estacionamento trará ao INTER e que o mesmo só está contemplado na proposta da AG.

RESUMO: Se nas duas propostas tem estadio reformado(na do VP um remendo), mas tudo bem...

Como teremos mais publico na do VP senao teremos estacionamento no seu modelo apresentado até agora ???

SAO MILHOES ANO A ANO A MAIS PARA O INTER NA PROPOSTA DA AG PORQUE SÓ ESSA SE PROPOE A FAZER O ESTACIONAMENTO QUE LEVARÁ MUITO MAIS PUBLICO AO ESTADIO.

Henrique Marks disse...

Sobre a reunião do CD para decisão:

DECIDE LOGO. Se der uma barrigada para o final do mês, serão mais quinze dias de lavagem de roupa suja, mais a possibilidade real de perder qualquer parceria com qualquer empresa.

Os números estão disponíveis há muito tempo, tem que decidir

cjr-sp disse...

Ah...e por favor, com todo o respeito, nao sejamos ingenuos, é obvio que AOD emite opinião. Apenas a decisao final é do conselho. Entao o cara tem que se retrair um pouco mais, simples assim.

Mas alguem aqui acha que foi o GL que dissecou os numeros ?? NAO NÉ...

Entao é obvio que temos um executivo de altíssimo calibre ganhando inclusive menos do que o mercado paga para quem possui um CV igual ao dele. Tá no Inter por amor mesmo ou por ser um dasafio diferente.

AOD tem um CV de pessoas com alto alcance estrategico, de visao a longo prazo, coisa que o fazedor de contas de padeiro, IBSEN PINHEIRO, defensor dos 3zagueiros, jamais compreenderá.

E quanto ao VP...a POLÍCIA TÁ CHAMANDO...PELO QUE ANDEI LENDO POR AÍ...

E NESSA, QUE TAL A FEDERAL NAO DAR UMA INVESTIGADA NAS EMPRESAS DE EMIDIO E DO AFFATATO. FICA AQUI A SUGESTAO...

João Gabriel disse...

Fecha com a AG. Já deveriam ter feito isto na última reunião do CD.

Entra a empreiteira, com as garantias bancárias e nos entrega um estádio padrão FIFA. Eles tem seu retorno com estacionamento, hotel, Shopping Center, camarotes, Gigantinho. Direito de uso. Propriedade do Inter.

Receitas ligadas ao futebol são do Inter. O Beira Rio é do Inter.

Para com esse bate boca desgastande, garante a Copa e os incentivos e garante a continuidade da obra!

Voltamos a focar no futebol, onde a coisa tá feia - com o Celso Roth de um só atacante e o Zé Roberto de "Imexível".

Pega a idéia das cadeiras perpétuas e aplica no novo Beira Rio. Mais: Oferece só para os atuais sócios. Duas mil cadeiras perpétuas a 50 mil reais - parceladinho no carnê em 5 anos!

Tem 100 milhões para sanar todas as dívidas do Clube. Mais 100 mil sócios e está feito a permanência do Inter nas decisões pelos próximos dez anos.

João Gabriel disse...

Os 100 mil sócios que já estão aí..

Ganha uma nova Libertadores e avança no Marketing. Chega a 150 mil.

Unknown disse...

Perfeito CRJ-SP.
Tenho ainda um adendo a ser feito. A construção do estacionamento e realização de obras de mais alto padrão do que com recursos prórpios e + a realização das obras de infra pela prefeitura fará com que os ativos do entorno fiquem muito, mas muito mais valorizados ( o que represntará sim possibilidades de novas receitas para o Inter com a devida exploração das áreas do entorno). Este detalhe esratégico está sendo esquecido por quase todos. A AG terá direito às receitas das áreas VIP, suites e estacionamento, mas não da valorização das áreas do entorno.
Sds

Adriano disse...

cjr-sp

tocaste no assunto estacionamento...
por acaso não é esse o novo investimento do FC ???

só pra por um pouquinho mais de lenha hehe

João Gabriel disse...

Eu tô com o CJR-SP nessa.

Assino embaixo.

João Gabriel disse...

E do ZeroBerto, titular indiscutível, com Cavenaghi e Rafael Sóbis na reserva ninguém fala???

Unknown disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cleber_Tapes/RS disse...

Cheguei ontém a noite de Tramanda
passei o carnaval lá

passei bem na hora do acidente ali na esquina de Tapes

o acidente foi feio mesmo, mas não quis parar pra ver

só quando cheguei em Imbé e fui ali no Nacional que fiquei sabendo de quem se tratava...

é triste um acidente trágico assim

mas pelo que vi, a imprudência foi do pai do Renan

nem digo imprudência e sim 1 segundo de distração.

cjr-sp disse...

Bem colocado Henrique Marks.

O Convergencia me parece pelo que li do comentario do Gonçalves ontem, quer levar isso para mais 30, 60 dias para frente.

Olha....isso atrapalhará o time na LA e o clube irá acabará perdendo a copa no BR, o que seria lamentável...

O Convergencia e o conselho em geral, no meu entender, dados os riscos apresentados, já tem como votar...ate pq a proposta da AG envolve riscos em areas que nao temos hoje. Se quizerem truncar o negócio por mais 30, 60 dias seria como já disse péssimo para o time na LA e ruim pq poderemos perder a copa e por consequencia todo o resto.

Até pq nao há outras alternativas para se analisar. A FIFA quer assim, com a AG.

O clube hoje pega dinheiro emprestado a juros exorbitantes pq é deficitario e tem caixa provieniente do Eucaliptos sendo remunerado porcamente pelos bancos. (Isso foi decidido pelo conselho lá atras)....e vejam o prejuízo mensal que tal política vem causando ao clube ??

Nao sabiam que o clube é deficitario quando votaram essa separaçao do dinheiro ???

O QUE PENSO ??

Penso que o conselho tem que se REFUNDAR....alterando estatutos para nao termos mais que ficar ouvindo que nao sabem de nada, que foram apresentados ontem para as propostas, que somente ontem souberam do deficit, e bla bla bla...

Ou o conselho muda as regras, faz-se ficar realmente ativo e realmente fica sabendo das coisas real-time ou perde-se o sentido em decidirem assuntos importantes.

@pedraoljr disse...

O que não ficou claro nisso tudo é: quem bancará a manutenção do estádio, do entorno e do CT?

Só o Inter? Só a AG? Dividido?

Isso Siegmann não quis responder!

m.rodrigo.oliveira disse...

O principal a ser analisado é o seguinte:

No caso de fechar com uma construtora parceira, as receitas das quais o Inter estaria abrindo mão seriam as seguintes:

- Suítes
- Shopping
- Estacionamento
- Hotel

É isso, correto?

Desses quatro ítens, o único que está previsto no projeto de construção com recursos próprios é o das suítes.

Pergunto, o Inter vai construir os outros três sozinho ou já iria repassar para alguém de qualquer forma?

E a Receita das Suítes já não iria, de qualquer forma, pra reforma do estádio?

Então qual é o raio de receita que o Inter está abrindo mão?

Dizer que vai deixar de ganhar não adianta. Porque o Inter não tem caixa pra assumir o risco de primeiro construir pra depois buscar o dinheiro.

Deixa isso pra quem tem estrutura e caixa pra fazer.

cjr-sp disse...

Muito boa analise MR OLIVEIRA...

Mas pelo que li o hotel por enquanto nao estaria no escopo da AG. Portanto seria receita futura que o Inter ainda poderá negociar e obter alguns frutos daí.

No restante é isso aí mesmo, novas suítes, areas vips, um shopping, e estacionamento, ficando para o Inter negociar muita coisa para depois, tais como o Gigantinho, Hotel, e outros...

Nao esqueça que ainda ganhamos o CT da AG.

Enfim o teu raciocinio foi simplesmente perfeito.

"Dizer que vai deixar de ganhar não adianta. Porque o Inter não tem caixa pra assumir o risco de primeiro construir pra depois buscar o dinheiro.

Deixa isso pra quem tem estrutura e caixa pra fazer."

É isso...nao temos caixa para a folha dos jogadores e querem assumir riscos proprios como ??????

cjr-sp disse...

Só para clarear...quando eu disse acima que o conselho tem que se refundar...

É para depois de decidirem mais essa bucha que eles tem na mao. Agora nao tem mais jeito..tem que fechar logo com a AG.

Ato continuo...

Que esse episódio sirva de liçao para alterarem estatutos no BR e fazerem o conselho ter acesso real-time sobre o que acontece dentro do BR.

************************

Sds Coloradas.
Fui por hoje...

João Gabriel disse...

Veham este vídeo. Diz respeito ao Brasil, à Copa e ao Inter.

kkkk. Aparecemos tomando um gol do Fluminense. Mas também aparecemos em uma linda banhista na Beira da Praia.

Quando se fala em Brasil se fala em Inter. kkkkkkkkkkkkk

http://www.youtube.com/watch?v=DMM7OJ_Kj9I

Ps.: Se o CD não sabia de nada do que acontecia foi omisso.

João Gabriel disse...

1:00 Gol do Flu.
1:23 Morena Colorada!

http://www.youtube.com/watch?v=DMM7OJ_Kj9I

Precisodevcakis2 disse...

Perfeito CJR! Perfeito. O conselho precisa votar isso logo e o Convergência tem de tomar a única atitude coerente com seus preceitos. O Convergência achava que a profissionalização era vital, que o Inter deveria contratar um executivo pra dar o norte as decisões estratégicas do clube.
Como é que agora, depois dessa diretoria seguir o modelo Convergência e adotar um executivo esse grupo vai desautorizar essa pessoa e votar com o modelo amador??

Agora alguém sabe me explicar qual o interesse do Juremir Machado pra estar fazendo todo esse estardalhaço e tentando dinamitar o Aod Cunha??

Acordem, o cara é reconhecido pelo mercado, não é político fabricado! (Aod Cunha).

Ike disse...

Alberto, foi graças a intervenção do Aod que a nova diretoria conseguiu enxergar a furada que é a construção com recursos próprios aprovada no CD ano passado.
na verdade o discurso da diretoria hoje é discurso que o aod entregou pra eles,nosso CEO opina e deixa os políticos como pais da idéia.

18 milhões em juros pagos em 1 semestre é argumento mais do que suficiente pra não confiar em nenhuma estimativa feita pelos administradores anteriores

é obvio que a AG já fez as contas e vai lucrar com a exploração das areas a ser construidas, o valor imobiliário do entorno do beira rio é absurdo, basta ver o que foi a carnificina pela exploração da area do pontal há alguns meses atras!

E a area de entorno do beira rio está ali, já desvencilhada dos obstáculos legais e ambientais de sempre, pronta pra construir, com as licenças todas na mão! E ainda com isenções fiscais que toda construtora sonhou em ter no brasil!

é um baita negócio pra construtora e pode ser um bom negócio pro INTER também!

Precisodevcakis2 disse...

Exatamente Ike! E por aí se explica também a briga pol[itica e o racha na gestão passada. Luiggi e sua turma já desconfiavam que a coisa estava fedendo e não toparam acordo com essa administração. Alguém lembra que Aod Cunha já era dado como certo antes mesmo das eleições? Eu aposto um dedo que Aod teve acesso aos números colorados e cantou a pedra pra seu amigo Luiggi antes mesmo das eleições.
As coisas fazem casa vez mais sentido.

Ivan disse...

Enquanto isso na sala de justiça, alguém conhece esse goleiro? http://www.clicrbs.com.br/esportes/rs/noticias/futebol-inter,3233848,Goleiro-argentino-fara-periodo-de-testes-no-Inter.html

Ivan disse...

Putz, o clemer tá treinando as categorias de base???

Estamos fodidos...

Unknown disse...

Oh coloquem um glossário aí, é muita sigla pra minha cuca.

Unknown disse...

AG
GL
CD
CT
FC
LA
VP
AOD é aod esse não precisa (o nome do cara já é uma sigla)

João Gabriel disse...

AG - Andrade Gutierrez (empreiteira)
GL - Giovanni Luigi
CD - Conselho Deliberativo
CT - Centro de Treinamento
FC - Fernando Carvalho
LA - Libertadores da América
VP - Vitório Piffero

BR - pode ser Beira Rio ou Brasileiro (depende do contexto)

CJR - Celso Juarez Roth (kkkkkkkkk)

Bob - Roberto Sigman.

Espero ter contribuído.

Unknown disse...

VP pode ser Vice-Presidente, tbm.

E faltou CEO...

Pq o AOD é o CEO.

Christian disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Corneteiro Virtual disse...

Certo Marco.

Mas a pergunta continua no ar: POR QUE ESSES QUE ASSUMIRAM NÃO SE POSICIONARAM CONTRÁRIOS NA ÉPOCA?

Ou vão querer convencer a alguém de que o Luggi, que até vice já foi, não sabia de nada?

cjr-sp disse...

Corneteiro Virtual...

Luigi até poderia saber, mas sem um parecer tecnico de qualificaçao indubitável nao quiz ir contra. Esperou AOD completar o serviço e apresentar os numeros que sao chocantes. Veja na ZH de hoje.

Pablo Faria disse...

Também penso que o Convergência deve ter coerência. Enrolar a decisão ou abraçar VP nessa é de matar. Profissionalização!!!!

Apoio a sugestão do Marco: criem um percentual de "comissão" do Inter nas áreas do entorno, entre 5 e 10%. Com isso, se der muito, o Inter ganha. E os custos de manutenção tem que ficar com a AG.

Corneteiro Virtual disse...

Depois de ver o jogo de hoje da Champions, não consigo entender como alguém achava que o W. Mathias poderia suprir a ausência do Sandro.

LAMENTÁVEL!

Sandro joga demais.
E tem gente aqui que acha ele meia-boca.

Corneteiro Virtual disse...

Cjr.

Então Luiggi e essa direção TAMBÉM é CULPADA POR TUDO ISSO.

Se omitiram quando deveriam ter cobrado mais explicações.

QUEM É MAIS CULPADO: QUE FAZ OU QUEM DEIXA FAZER?

Unknown disse...

Sandro tá destruindo.

Acho muito difícil outro jogador com o poder de desarme que ele tem.

O Bolatti, não vai chegar a isso, mas ele cabeceia no ataque, coisa que o Sandro não fazia.

Gonçalves disse...

Tem muita informação sendo colhida, para se formar uma opinião definitiva. A certeza que tenho é de que seja qual for, ela não será boa e sim a menos piór.

Gonçalves disse...

CJR a opinião de se levar mais 30 dias ou 60 que seja é uma opinião minha, em face ao tanto de coisa obscura que se mantinha guardado e só agora veio a tona, muitas delas reflexos de perguntas que foram feitas nas raras reuniões que o assunto reformas fora discutido, onde as respostas ou eram insuficientes ou sem resposta, como por exemplo de quando seria apresentado ao conselho o real projeto financeiro, onde na ultima resposta , obtivemos de que seria necessário sair as isençoes fiscais para se fazer um calculo mais exato, as isenções sairam o presidente mudou e nada da apresentação do tal projeto, assim como o impedimento da apresentação das observações dos conselheiros que fizeram um relatorio da questão toda das reformas, o engraçado é que os integrantes da situação responsaveis pra fazer o negcio ir adiante simplesmente admitem o erro com a maior naturalidade do mundo e nisso um comentario ali em cima é bem feliz onde fala em RFUNDAR, eu diria REINVENTAR o Conselho do Clube, aqui vai mais uma vez uma opinião, espero mesmo como colorado e torcedor, que uma das metas do Convergencia esse ano, seja a de ter na presidencia do conselho e na composição do restante ou até do conselho fiscal integrantes do movimento, acho que esse sim será o grande salto do Inter pela plataforma apresentada já no site do movimento e pode ser conferida aqui:

http://www.convergenciacolorada.com.br/inter/index.php?option=com_content&view=article&id=170:plataforma&catid=3:newsflash&Itemid=88

realmente torço, pra que esse objetivo se consiga em 2011, se não temo que as coisas continuem na mesma como ao menos foi desde o nosso acesso em 2008...

é uma pena que a desorganização premeditada ou não, seja tanta, que nem as atas das reuniões feitas no ano passado foram enviadas através de carta ou postas na intranet dos CD...

Quanto a movimentação do Convergência, tem sido desde o termino da reunião ultima é de colher o tanto mais de informações que o Clube disponibilizou num grupo montado para se focar nas obras e outro grupo pra se focar nas finanças e economias, só assim poderemos ter um embasamento totalmente técnico, discutido entre nós numa reunião que se realizará a no domingo dia 13, véspera da reunião do CD do dia 14. Este é o movimento atual do Convergência e não há nenhuma decisão oficial tomada ainda e que certamente será definida nos moldes de nossas reuniões até então, sempre decididas em grupo depois de muito debate em altissimo nivel, ok?

Gonçalves disse...

Claro que a proposta da AG parece ser a mais comoda, mas, será que é possivel se medir que impacto isso terá lá no futuro?

Pra quem tá hoje na gestão é uma maravilha, mas e depois, a cobertura que será nova certo que precisará de manutenção, ela será uma benfeitoria nova , poderiamos com as atuais receitas que ficarão conseguir fazer isso lá adiante? e a venda de jogadores, será suficiente? e se não aparecer um Pato ou um Nilmar...acho que estamos sendo imediatistas, apesar de que a proposta do Piffero em nada me agrade, acho que tu pode enganar uma vez , mas não o tempo todo, se tu defende tua tese, fica até o fim da reunião, ele não, simplesmente saiu e deixou muitas mais das perguntas sem respostas...sinceramente é o que disse, a proposta ou o caminho a ser seguido será o menos piór com certeza.

Postar um comentário

Para deixar seu comentário você primeiro precisa registrar no www.Blogger.com ou usar seu Gmail para fazer o Login. Ou ainda criar um perfil no Google (veja link abaixo). Qualquer um desses serve.
________________________________________________

Para colocar LINK faça assim

Se Tu quer criar um Link, use o formato abaixo, só troque os "[" e "]" com < and >:

[a href="http://www.URLdolinkto.com"]Texto para aparecer[/a]