quinta-feira, janeiro 31, 2013

PLANEJAR VENCER

D´Ale com a 15

Ontem começou, de verdade, a temporada de futebol do INTER e o início não foi nada promissor. Contra o fraquíssimo Novo Hamburgo o COLORADO dominou a partida mas não conseguiu marcar. Alguns lances bisonhos e velhos defeitos mais uma vez apareceram.

Já não é a primeira vez que digo aqui que nossa prioridade esse ano DEVE ser o Campeonato Brasileiro, não há nada mais importante que esse campeonato. Essa é justamente minha crítica ao Presidente Luigi, pois  parece que sua gestão é guiada pelos fatos e não planeja objetivos com clareza, como um alcoólatra vai vivendo um dia de cada vez.

Já falei do caso do 3º uniforme semana passada. Desde o ano passado jogamos com numeração fixa (AQUI) e ontem o D`Ale jogou com a 15 do Elton. Ontem jogamos, como mandantes no Vierão de Gravatai, desde novembro do ano passado estão anunciando que vamos jogar no Centenário e ainda não estreamos na casa nova. Esses são apenas alguns exemplos da falta de planejamento e da desordem que vive o clube.

Começamos o ano, fizemos pré-temporada, montando um time baseado na figura de um centroavante fixo e ao que tudo indica vamos vender o Damião e repor com atacantes de velocidade (se fala em Luan e Nilmar) ou seja, qual o estilo de jogo que se pretende? Sem entrar no mérito da qualidade, mas são atletas de estilos bem diferentes.

Eu tenho um amigo de infância, Cristiano M. Costa, que é torcedor do Santos (tão fanático que ia para aula de camisa do Geovani). Pois esse amigo, que também é Doutor em Economia e Prof. Universitário, criou um cálculo matemático para provar que o Brasileirão é o Campeonato mais difícil do mundo, seu estudo ta lá na globo.com (AQUI) e eu acredito que seja mesmo o mais difícil do mundo.

Não se ganha o Campeonato Brasileiro, o mais difícil do mundo, sem um bom planejamento da temporada. Ja estamos entrando em fevereiro e os mesmos problemas que nos atrapalharam em 2012 voltam a se repetir. Ainda não sabemos onde vamos jogar, qual a formação ideal, quais as características dos atletas que vamos contratar.

Confio no trabalho do Paixão e do Dunga, mas eles não podem fazer milagres, é preciso que se planeje a temporada, que as soluções sejam antecipadas aos problemas. Ganhar o Brasileirão tem que ser a obsessão do clube, cada passo que antecede o campeonato tem que ser pensado e planejado. Não da para o nosso COLORADO continuar seguindo ao sabor do vento dos acontecimentos.

Vamos lá, te mexe Luigi que o tempo ta passando e muita coisa ainda precisa ser feita e organizada para que possamos entrar no Brasileirão com tudo, em condições de lutar pelo título!!

André Flores
@ojogodointer





Fiascos

- Ontem vimos a última Avalanche Oficial no Rio Grande do Sul. Desde o inicio aquilo foi uma irresponsabilidade e mais ainda planejar um estádio com Avalanche em mente. Sorte que ninguém morreu ontem. Pessimo comentário do Wianey Carlet no seu blog:

"é preciso respeitar o pensamento dos dirigentes e torcedores gremistas. Quem for contra a avalanche, basta procurar outro espaço no estádio."

Então quem gosta de pular de ponte tem todo direito de fazer? Ou quem for contra fogos dentro de boate deve procurar outra boate?

- Não vamos nem falar no fato que Elano jogou depois de ter chutado o bandeirinha ano passado, sem ser punido. Até a Conmebol não dá pra se confiar mais.

- Desculpem aos que se revoltaram com meu comentário sobre o jogo ontem, mas eu não consigo aceitar tão facilmente que um empate sem gols contra o Novo Hamburgo seja "um avanço" ou "promissor". Eu é que fico revoltado que vocês chegaram ao ponto de aceitar um empate de 0x0 de um elenco que ganha 9 milhões por mês contra um elenco que provavelmente ganha 200 mil.





quarta-feira, janeiro 30, 2013

3 Meses Sem Gols

Pos-Jogo

Final Inter 0 x 0 Novo Hamburgo

Agora a sequência segue:

Nautico 3 x 0 Inter
Ponte    1 x 0 Inter
Corinth. 2 x 0 Inter
Portug.  2 x 0 Inter
Gremio  0 x 0 Inter
NH       0 x 0 Inter

6 jogos do time principal sem gol. O time principal não faz gols desde Outubro. Ou seja Novembro, Dezembro e Janeiro sem fazer 1 gol. Palhaçada jogadores milhonarios não conseguirem fazer um gol em time um passo acima da varzea.


Pré Jogo

Inter x Novo Hamburgo

Dia de estreia do Dunga. Vai ser no minimo interessante ver. Hoje começamos a saber se vai ser mais do mesmo (de 2012) ou se ao menos poderemos ter um pingo de esperança. Lembrando que Gauchão por causa dos fracos adversários pode provar deficiências (se tivermos dificuldades) mas não prova necessariamente qualidade (se golearmos um time do intereior). Mas acho que ao menos dará pra ver se alguma coisa mudou.




27 de janeiro

Pelos falecidos na tragédia em Santa Maria

Um dia de silêncio e oração por aqueles que foram tão cedo e para confortar aqueles que ficaram com a saudade.





Idolos de verdade

Ainda tenho perguntas e duvidas sobre o desastre em Santa Maria.

Acabo de assitir esse clip do programa 60 Minutes de 2003 onde falam sobre o desastre de Rhode Island onde morreram 100 pessoas. No clip, eles mencionam que 3 dias antes, num outro estado americano (e eles mostram imagens) teve um incêndio num Bar que não virou manchete. A razão é porque o fogo que começou tambem com fogos de uma banda não espalhou porque o Sprinkler System (po como se diz isso em portugues?) ligou a a agua apagou o incendio em segundos. Ninguem morreu. O Bar em Rhode Island legalmente não precisava ter esse sistema porque foi construído antes da lei tomar vigor nos anos 70. Se o dono tivesse instalado isso independentemente provavelmente ninguem teria morrido.

O que me faz perguntar a vocês, isso não é algo exigido para boates e bares de certo tamanho no Brasil? Pensando bem nem vi ninguem mencionar isso até agora em tudo que ando lendo. Muita gente falou sobre saídas de emergências mas e como falam nesse video, Sprinkler system é tecnologia inventada em 1850...porque essa boate não tinha isso? Ninguem teria morrido.
EDIT: Li agora na ZH de hoje que Sprinklers (Chuveiros Automaticos) não são previstos na Legislação Gaúcho. BAITA FALHA! Isso tem que mudar. É uma das grandes causas por todas essas mortes!

Outra coisa, continuo lendo estimativas de 1500 pessoas na boate na hora do incêndio. Depois de mais um dia lendo o que testemunhas tinha a dizer eu estou convencido que esse numero é altamente exagerado (leia meu post de ontem pra mais detalhes sobre isso). Se tivessem 1500 pessoas lá dentro eu acredito que o numero de mortes iria beirar os 1000. Eu acredito que na hora do incêndio a boate continha 700-800 pessoas. 400 vitimas entre mortos e feridos e 300-400 que conseguiram sair sem ferimentos. Lembrando que provavelmente tu teria que sair da boate nos primeiros 2 ou 3 minutos pra se salvar e não tem como 1000 pessoas terem saído por ali ilesos.O numero aproximado de pessoas na Boate pode ser calculado com certa facilidade, basta saber por quantos minutos a saida tinha acesso facil pra sair. Com boa vontade pode se estimar que 100 pessoas por minuto passariam pela unica porta da boate. Normalmente a janela de tempo pra sair antes da fumaça espalhar e CAOS tomar conta é menos de 2 minutos. Sobreviventes contam que a fumaça já saia pela porta da boate em aproximadamente 2-3 minutos.

Esse é o video do programa 60 Minutes:

Esse video mostra a diferença que faz um Sprinkler num ambiente fechado. Com sprinkler o fogo é controlado rapidamente, sem sprinkler em 90 segundos não se vê mais nada.
Incêndio casa noturna - Comparação com ou sem... by mbl1967

Nesse video o vocalista do Great White fala sobre o incêndio numa entrevista recente. Até hoje ele nega responsabilidade da banda e culpa as autoridades que permitiram material inflamável no bar. Ele não queria falar no assunto mas a reporter insistiu. http://youtu.be/5sHdKLplFW0?t=3m

Pra finalizar a unica coisa positiva disso tudo foi ver como pessoas na hora H querem ajudar outros. Aquela gurizada que tentou salvar outros merecem medalhas. Alguns até morreram tentando ajudar. Muita gente teria ficado ali parado olhando. Esse pessoal não, eles meteram a mão pra salvar outros. Esses sim são herois, idolos.

O tragico de tudo isso é que esse desastre é praticamente igual ao de Rhode Island e de varios outros (Até em Rhode Island falaram que os Seguranças barraram pessoas de sair pela saída dos fundos, não por causa da Comanda, mas porque ali era area privada da Banda). Não precisava ter acontecido. ALGUEM nessa linha toda de gente que vai lá de cima do Prefeito, passando por bombeiros, donos do bar, membros da banda, segurança...uma dessas pessoas tinha que ter se tocado. Não é possivel que no mundo atual de internet e informação rapida ninguem nunca se tocou que fogos dentro de barzinho mata repetidamente.

terça-feira, janeiro 29, 2013

Futebol

Espaço para quem quer começar a falar novamente sobre futebol. 





Tragédia

A tragédia que assolou Santa Maria ontem nos faz perceber como a vida é passageira..

Nos obriga a colocar tudo em perspectiva e ver como o ser humano muitas vezes se atém à coisas supérfluas e deixa de dar valor as coisas realmente importantes nesta vida.


Fonte: www.globo.com

É difícil até mesmo de imaginar a dor dos que perderam amigos, familiares e conhecidos.

Pior ainda é ler relatos como o do bombeiro que resgatou o celular de uma das vítimas com 104 chamadas não atendidas de "Mãe".

Sinceramente, não vejo clima para discutir futebol hoje.

Ao menos hoje.

Como nossa existência é efêmera.



segunda-feira, janeiro 28, 2013

Um dos Problemas

Acho preocupante a possibilidade da estimativa de 1500 pessoas no Kiss ser exagerada. Explico.

Uma das causas do desastre que pouco se fala e que continuará sendo talvez o maior problema de todos nesses casos é a Super Lotação ou até mesmo a atualmente aceitável capacidade desses bares, boates, clubes.

Historicamente tá bem registrado que o numero de pessoas dentro de um local relativamente pequeno chega a ser um problema MUITO maior que o numero de saidas de emergência. Obvio que quanto mais saídas melhor, mas só isso não basta. 

Usamos o exemplo de Rhode Island em 2003 no show da banda Great White. Morreram 100 pessoas onde tinha 462 pessoas dentro (a capacidade era 400). O bar tinha 4 saídas de emergência (veja o grafico) e ainda tinha varias janelas que poderiam servir de escape. O predio em si era "free standing" ou seja não tinha nada ao redor alem de estacionamento. A banda usou fogos que nem foram usados no show em Santa Maria começando o incêndio.

Com todas essas saídas de emergência, com todas essas janelas e com "apenas" 462 pessoas dentro mesmo assim morreram 100, quase a metade de Santa Maria. Se tu não tivesse saído em menos de 2 minutos tu não conseguia mais (a maioria automaticamente foi pra saída principal e deu o efeito "garrafa")


Em Santa Maria dizem que tinham entre 1500-2000 pessoas dentro da Boate. Eu tenho dificuldade em acreditar nesse numero. Normalmente dados revelados immediatamente apos incidentes assim não são 100% certos. Eu tenho dificuldade em acreditar em tal numero porque como se vê no caso de Rhode Island com apenas 462 no clube e 4 Saidas de emergencia (ou seja uma pra cada 100 pessoas) morreram quase 25% dos que estavam lá dentro. E aí como acreditar que numa boate onde tinha Uma saída para 1500 pessoas, 1300 iriam escapar? Faz pouco sentido, já que se a pessoa não tivesse saído nos primeiros 2 ou 3 minutos ia ter dificuldade em sair. Alguem acha que 1000 e tantos iriam conseguir sair por uma porta em 2 minutos (a estimativa da Globo é que na Porta da Kiss só 60-80 pessoas iriam conseguir sair por minuto!)? Ou seja acredito que estão estimando alto demais o numero de pessoas lá dentro o que faz parecer que se tivesse bem menos o problema estaria parcialmente resolvido. NÃO ESTARIA.

Pessoas sempre exageram numeros. Por exemplo quando falam em  pessoas que foram ao aeroporto pra receber jogador tipo "Tinha 1000 pessoas lá!" Enquanto na real talvez era 200. Numeros são sempre exagerados. Como que o bombeiro me fala durante o resgaste que ele estima que tinha 1500 pessoas lá dentro? Como que ele teria como saber?

O ponto que tô tentando fazer é que o problema não aconteceu em parte porque tinha 1500-2000 pessoas lá dentro...mas aconteceu em parte porque tinha provavelmente entre 800 e 1000 pessoas lá dentro, talvez até bem menos. O que já é demais! Estão entendendo o que tô dizendo?

Eu acredito que se tivesse 1000, 1500, 2000 pessoas lá dentro os numeros de morte seriam muito maiores ainda. E é perigoso agora aceitar que "Ah se tivesse a capacidade de 1000 ai poucos teriam morrido". Eu acredito que tinha até menos que 1000 lá dentro. Basta pensar no histórico desses eventos e na logistica do local de Santa Maria pra se dar conta que o numero de 1500 dentro do clube parece ser altamente exagerado.

Então isso é um aspecto que tem que ser estudado, a capacidade aceitável de hoje em dia já é alto demais. Vocês sabem, já sairam a noite e sabem a dificuldade de se mover numa boate ou bar lotado. Ter mais 2 ou 3 portinhas pra escapar obvio que é bom, mas é uma falsa segurança, alguns escapariam mais não o suficiente. O importante mesmo seria diminuir o numeros de pessoas dentro das boates e isso não é problema exclusivo do Brasil. Aqui mesmo nos EUA as boates continuam lotadas mesmo com a capacidade legal sendo respeitado.

Uma regra que eu tenho há anos é que quando alguem me fala um numero eu divido pela metade (ou multiplico por 2). Se alguem me diz que tem 10 Mil no bolso a verdade provavelmente é que tenha 5 mil. Se alguem me diz que vai chegar daqui a 5 minutos é porque vai chegar daqui a 10. Vai ser interesante ver se vão realmente determinar quantas pessoas tinha lá dentro ou se vão ficar no achismo e estimativas que sempre são exageradas. Eu não ficaria surpreso se o numero real fosse 900 ou menos. Seguindo minha propria regra, acredito que as "capacidades maximas" permitadas em boates tambem são exageradas. Se dissem que dá pra ter 1000 pessoas dentro de um local, um seguro mesmo provavelmente tá mais pra 500. Mas será que vão mudar isso? Duvido. Bares e boates continuarão lotados ao pontos de nem poder se mover direito.

PS: No caso de Rhode Island o Stage manager da banda que acendeu os fogos adimitiu culpa. Falou que queria acabar logo com o sofrimento das familias. Não queria extender mais. Assim o caso nem foi a Juri. O Juiz deu 15 anos de prisão e ele serviu 2. Quando saiu cedo, as familias das vitimas quase em maioria concordaram e apoiaram sua liberação em grande parte porque ele foi o unico a assumir culpa total e pedir desculpas. Os 2 donos da Boate tambem acabaram na cadeia por uns anos. Ironicamente um dos donos era reporter de TV e por isso um video que estava sendo feito para uma reportagem dele sobre segurança em Bares.
 
PPS: Quem nunca viu o video do incendio no The Station esse video mostra exatamente a velocidade do problema. 1 minuto e 20 segundos depois de começar o Incendio a saída principal ja estava barrado por causa de pessoas empilhadas na saída. Por isso vejo muita bobagem sendo dito, como "Seguranças fecharam a porta por MINUTOS" ou tinha "2000 pessoas la dentro", não teria tempo de 1700 escaparem em questão de segundo. https://www.youtube.com/watch?v=SIetpe_KAJU






PESSOAS

A unica coisa que podemos fazer é lembrar as vitimas e não deixar esse desastre passar em branco sem que melhorias sejam feitas nas leis (e aplicação delas), na segurança das estruturas que frequentamos e na educação para evitar desastres assim.

Foi um desastre que não precisava acontecer porque é algo que já aconteceu varias vezes pelo mundo afora. Agora o Brasil será forçado a levar isso a sério.

Hoje em dia onde morte virou algo comum na TV, nos jornais, nos filmes, as vezes temos que nos deparar com os nomes pra cair na real. Eu vejo esses nomes todos e fico pensando cada um ia ter sua vida, casas, familias, trabalhos, cachorros, amigos...imagina quanto muda em essência a história do mundo com perdas assim.

Não são apenas vitimas ou nomes. São pessoas. E nós, em termos gerais, falhamos elas. Agora é ver se vamos aprender (e mudar) alguma coisa com isso.

Alan Rembem de Oliveira
Alexandre Anes Prado
Alex Giacomelli
Alisson Oliveira da Silva
Allana Willers
Ana Carolini Rodrigues
Ana Paula Rodrigues
Ana Paula Anibaleto dos Santos
André Cadore Bosser
Andressa Roaz Paz
Andressa Thalita Farias Brissow
Andrieli Righi da Silva
Andrise Farias Nicoletti
Ângelo Nicolosso Aita
Ariel Nunes Andreatta
Augusto Cesar Neves
Augusto Malezan de Almeida Gomes
Augusto Sergio Krauspenhar da Silva
Benhur Retzlaff Rodrigues
Bernardo Carlo Robe
Bibiana Berleze
Brady Adrian Gonçalves Silveira
Bruna Brondani Pafhalia
Bruna Camila Graeff
Bruna Karoline Gecai
Bruno Kraulich
Camila Cassulo Ramos
Carlitos Chaves Soares
Carolina Simões Corte Real
Cássio Garcez Biscaino
Cecília Soares Vargas
Clarissa Lima Teixeira
Crisley Caroline Saraiva Freitas da Palma
Daniel Knabbem da Rosa
Daniel Sechim
Daniele Dias de Mattos
Danilo Brauner Jaques
Danriei Darin
David Santiago de Souza
Débora Chiappa Forner
Deives Marques Gonçalves
Diego Comim Silvéster
Dionatham Kamphorst Paulo
Douglas da Silva Flores
Elizandor Oliveira Rolin
Emerson Cardoso Pain
Erika Sarturi Becker
Evelin Costa Lopes
Fábio José Cervinski
Fernanda de Lima Malheiros
Fernanda Tischer
Fernando Michel Devagarins Parcianello
Fernando Pellin
Flávia Decarle Magalhães
Geni Lourenço da Silva
Gilmara Quintanilha Oliveira
Giovane Krauchemberg Simões
Greicy Pazzini Bairro
Guilherme Fontes Gonçalves
Guino Ramom Brites Burro
Gustavo Ferreira Soares
Heitor Teixeira Gonçalves
Helena Poletto Dambros
Helio Trentin Junior
Henrique Nemitz Martins
Herbert Magalhães Charão
Igor Stefhan de Oliveira
Ilivelton Martins Koglin
Isabela Fiorini
Ivan Munchem
Jacob Francisco Thiele
Jaderson da Silva
Janaina Portella
Jéssica Almeida Kongen
João Aluisio Treuliebe
João Carlos Barcellos Silva
João Paulo Pozzobom
João Renato Chagas de Souza
José Luiz Weiss Neto
José Manoel Rosa da Cruz
Juliana Moro Medeiros
Juliana Oliveira dos Santos
Juliana Sperone Lentz
Juliano de Almeida Farias
Karen Fernanda Knirsch
Kelen Aline Karsten Favarin
Kellen Pereira da Rosa
Kelli Anne Santos Azzolin
Larissa Hosbach
Lauriani Salapata
Leandro Avila Leivas
Leandro Nunes da Silva
Leonardo de Lima Machado
Leonardo Lemos Karsburg
Leonardo Machado de Lacerda
Leonardo Schoff Vendrúsculo
Letícia Vasconcellos
Lincon Turcato Carabagiale
Louise Victoria Farias Brissow
Luana Behr Vianna
Luana Faco Ferreira
Lucas Fogiato
Lucas Leite Teixeira
Luciane Moraes Lopes
Luciano Ariel Silva da Silva
Luciano Tagliapetra Esperidião
Luiz Antonio Xisto
Luiz Carlos Ludin de Oliveira
Luiz Eduardo Viegas Flores
Luiz Felipe Balest Piovesan
Luiz Fernando Riva Donate
Luiz Fernando Rodrigues Wagner
Luiza Alves da Silva
Maicon Afrolinario Cardoso
Maicon Douglas Moreira Iensen
Maicon Francisco Evaldt
Manuele Moreira Passamane
Marcelo de Freitas Salla Filho
Marcos André Rigoli
Marfisa Soares Caminha
Mariana Comassetto do Canto
Mariana Machado Bona
Mariana Moreira Macedo
Mariana Pereira Freitas
Marilene Iensen Castro
Marina de Jesus Nunes
Marina Kertermann Kalegari
Martins Francisco Mascarenhas de Souza Onofre
Marton Matana
Matheus Pacheco Brondani
Mauricio Loreto Jaime
Melissa Bergemeier Correia
Melissa do Amaral Dalforno
Michele Dias de Campos
Micheli Froehlich Cardoso
Miguel Webber May
Mirella Rosa da Cruz
Murilo de Souza Barone Silveira
Murilo Garcez Fumaco
Natana Pereira Canto
Natascha Oliveira Urquiza
Natiele dos Santos Soares
Odomar Gonzaga Noronha
Otacílio Altíssimo Gonçalves
Patrícia Pazzini Bairro
Paula Batistela Gatto
Paula Simone Melo Prates
Pedro de Oliveira Salla
Pedro Morgental
Rafael de Oliveira Dorneles
Rafael Dias Ferreira
Rafael Paulo Nunes de Carvalho
Rafael Quilião e Oliveira
Rafaela Schimidt Nunes
Raquel Daiane Fischer
Rhaissa Gross Cúria
Rhuan Scherer de Andrade
Ricardo Custódio
Ricardo Dariva
Ricardo Stefanello Piovesan
Robson Van der Hahn
Rodrigo Belling Hausen Bairros Costa
Roger Barcellos Farias
Roger Dallanhol
Rogério Cardoso Ivaniski
Rogério Floriano Cardoso
Rosabe Fernandes Rechermann
Ruan Pendenza Callegari
Sabrina Soares Mendes
Sandra Victorino Goulart
Shaiana Tauchem Antoline
Silvio Beurer Junior
Stefane Posser Simeoni
Suziele Cassol
Tailan Rembem de Oliveira
Taís da Silva Scaplin de Freitas
Taize Santos dos Santos
Tanise Lopes Cielo
Thais Zimermann Darif
Thanise Correa Garcia
Thiago Amaro Cechinatto
Tiago Dovigi Cegabinaze
Uberafara Soares Bastos Junior
Vagner Rolin Marastega
Vandelcork Marques Lara Junior
Vanessa Vancovicht Soares
Victor Datria Mcagnam
Victor Martins Shimitz
Vinicios Greff
Vinicios Paglnossim de Moraes
Vinicius Silveira Marques de Mello
Vinissios Montardo Rosado
Vitória Dacorso Saccol
Walter de Mello Cabistani
Identificados pela Perícia Necropapiloscópia
Andressa Ferreira Flores
Andressa Inaja de Moura Ferreira
Bárbara Moraes Nunes
Bruna Eduarda Neu
Carlos Alexandre dos Santos Machado
Cristiane Quevedo da Rosa
Daniela Betega Ahmad
Dulce Raniele Gomes Machado
Emili Contreira Ercolani
Ericson Ávila dos Santos
Felipe Vieira
Flávia Maria Torres Lemos
Franciele Soares Vargas
Francielli Araujo Vieira
FrancileVizioli
Gabriela Corcine Sanchotene
Gabriela dos Santos Saenger
Heitor Santos Oliveira Teixeira
Jennefer Mendes Ferreira
Julia Cristofali Saul
Larissa Terres Teixeira
Leandra Fernandes Toniolo
Letícia Ferraz da Cruz
Letícia Baú
Luiza Batistella Puttow
Maria Mariana Rodrigues Ferreira
Matheus de Lima Librelotto
Matheus Engert Rebolho
Merylin de Camargo dos Santos
Monica Andressa Glanzel
Neiva Carina de Oliveira Marin
Pâmella de Jesus Lopes
Paula Porto Rodrigues Costa Priscila Ferreira Escobar
Sandra Leone Pacheco Ernesto
Taise Carolina Vinas Silveira
Viviane Tólio Soares



domingo, janeiro 27, 2013

Luto

(Escrito por Pablo)
Achei uma boa ideia do Cíffero colocar uma mensagem de luto no blog. Espero que o Louis não se importe de eu ter tomado a iniciativa. É uma tragédia lamentável, tanto mais por ser culpa exclusiva nossa. Que Deus abençoe as vítimas e suas famílias e que saibamos aprender com essa tragédia. Particularmente, fica minha torcida para que nossos colegas aqui do blog que forem de Santa Maria, especialmente o Saulo, estejam bem.
___________________________________
(Escrito por Schroder)
Acordei a pouco pra essa horrivel noticia. É um assunto da qual sempe me preocupei, na verdade desde 2003 (10 anos em Fevereiro) quando aconteceu esse incendio ( https://www.youtube.com/watch?v=eADRdBCn2tU ) no show da banda Great White e moreram 99. Desde lá eu e minha esposa primeira coisa que fazemos quando chegamos num barzinho é  ver onde são as saídas de emergência. Sempre. Inclusive faz apenas algumas semanas que tava lendo sobre o assunto aqui.

Normalmente num incidente desses a maioria das pessoas morrerem perto da saída onde não conseguem sair porque as pessoas caem e acabam bloqueado a saída. É importante SEMPRE saber as saídas de emergência que não seja a porta de entrada. É pra lá que todo mundo vai. Muitas vezes as saídas alternativas acabam sem ser usado ou pouco usado. Se for um lugar super lotado e sem mais de uma saída o negocio é nem frequentar. No show do Great White o incendio começou porque a banda usou efeitos de fogo no palco durante a primeira musica. Espalhou rapidamente. O guitarrista da banda foi uma das 99 vitimas. O incidente foi filmado porque tinha uma emisorra de TV lá especificamente fazendo uma reportagem sobre segurança em boates quando o incidente ocorreu. Não se pode ter pyrotechnics em show em barzinho/boate! E parece que em Santa Maria foi isso mesmo.

Alguns já estão culpando os seguranças mas historicamente mesmo sem seguranças nas portas boa parte não consegue escapar por causa do tal "bottleneck effect". É muita gente, panico e muita gente está a 1 metro da rua e nao congeuem sair porque a entrada fica trancada de gente. Os culpados são bem outros que permitem uma boate com 1 saida só e a pessoa que decidiu usar fogos dentro do local. Uma banda deveria ter mais conhecimento dessas coisas, afinal aconteceu com uma banda famosa como se ve no video acima. Os seguranças SE barraram alguem, imagino que foi reação inicial (pois é o trabalho deles) mas duvido que tenha sido por mais de alguns segundos. E duvido mais ainda que eles sabendo que é fogo iam pedir pra irem pagar a conta. Isso não existe! Naquele momento é panico total e duvudo que eles iam segurar pessoas desesperadas vindo a toda. Vamos com calma nessa de culpar os seguranças. Acho isso uma irresponsabilidade. Historicamente está provado que as mortes teriam acontecido até mesmo com portas maiores e sem segurança na porta. Como falei antes é um assunto que "estudei" bastante nos ultimos anos e acredito que as açoes dos seguranças provavelmente não fizeram diferença alguma.

Os numeros de vitimas em Santa Maria são tragicos, espero que não sejam tão altos quanto tão estimando. Lamentável demais.

PS: Meu Avo (Pai do meu Pai) nasceu em Santa Maria então o desastre bate bem perto de casa.







sexta-feira, janeiro 25, 2013

Notícia ruim? Ótimo!

pré.s.: Não se esqueçam da eleição para novo colunista, no post anterior.
---

Olá pessoal. Antes de tudo, desculpem pela falta na semana passada. Mesmo nessa quase não deu para escrever, pois estou com muito trabalho, sem tempo nem pra acompanhar o Inter e mesmo o BV. Mas, até por isso, sem mais delongas, vamos ao assunto.

Como anda o nosso Inter? Dale sentiu desconforto, Kleber rompeu ligamento, Juan também sentiu, João Paulo foi outro, derrota dos titulares para os reservas, contratações frustradas, etc., etc. Parece ruim, hein? Sim, mas isto é ótimo! Já nos livramos de boa parte dos problemas que vínhamos arrastando conosco nos últimos anos, mas ainda há vários. E é preciso que eles continuem aparecendo, para que Dunga e Paixão possam seguir reinventando nosso Inter. Depois de tanto estrago feito ao clube é impossível que essa nova era começasse sem percalços.

 Oráculo, ao saber que o Carlos Eduardo refugou.
"O que é que vou dizer lá no BV? O Louis vai encher meu saco!
E lá se vão meus 93%...", pensou. ;-)

Eu estou vendo o trabalho sendo feito no Inter. Pelo pouco que posso acompanhar, não tenho dúvidas de que muita coisa mudou no vestiário, especialmente o nível de cobrança. Os resultados virão, cedo ou tarde, embora eu não espere nada para este ano, exceto o trabalho sério e com objetivos de médio e longo prazos. Estamos ainda nos virando com a última safra (a maldita), enquanto plantamos sementes melhores para colher, quem sabe, em 2014. Ou, com muuuuita sorte, este ano mesmo.

Só não podemos perder de vista o foco: enquanto a casa vai sendo arrumada, é preciso estar atento ao mercado, garimpar com afinco, em busca dos jogadores que formarão o próximo elenco vencedor. Alguns já estão no clube, mas muitos ainda estão por chegar. Com pressa, a probabilidade de comprar gato por lebre vai às alturas. O Inter tem que calar e trabalhar, como Dunga tem feito. E a torcida tem que apoiar agora. Tem que ter calma e paciência também. Tem que saber entender o momento. Nada de desespero com os primeiros resultados.

Já vivemos o suficiente para saber que, no caso do Inter, pelo menos, grandes conquistas são precedidas por momentos difíceis. Sinto sinceramente que bons tempos virão, apesar do P166.




MATA MATA 'Tática' #1

Mata Mata #1 pra determinar o novo Colunista do BV. Colunista que escreverá sobre Tática. Os vencedores dos mata matas continuam até chegarmos a uma final entre dois. O campeão leva a vaga. Vote apenas uma vez.  Candidatos por favor não revelem seu nome até o fim do concurso e campanhas para amigos e familiares votarem é proibido. Votos suspeitos não vão ser contados. O Candidato PODE votar em si mesmo. Qualquer controversia será decidido por mim. Eu não voto mas se der empate eu decido o vencedor. Vamos lá! Votem e comentem.

Candidato #1

Pelo 4-2-3-1 perfeito

Tenho notado que a maioria das opiniões coloradas a respeito do time tendem a um conservador 4-2-2-2 à brasileira, com 2 volantes (Willians + Josimar ou Ygor), 2 meias (D'Alessandro + Dátolo ou Fred) e 2 atacantes (Forlán + Damião), com Gabriel e Kleber nas laterais e Juan e Moledo na zaga. Pode funcionar, mas acredito que esta não seja a formação ideal. Laterais com certa idade e que já não mostram tanta explosão física, volantes marcadores mas com pouca qualidade no passe e ataque lento. A transição ofensiva, que causa problemas desde o fim da Libertadores de 2010, tende a dar problemas novamente. Marca-se os meias e acabam-se as opções ofensivas, pois este ataque precisa ser servido e com o meio-campo neutralizado, rareiam-se as opções, apesar da boa qualidade técnica dos jogadores.

Dunga tem em mãos peças para fazer um excelente 4-2-3-1, o mesmo esquema do qual logrou grande êxito na Seleção Brasileira e que só não ganhou a Copa, pois tática diz muito, mas nunca será superior à individualidade. Voltando ao esquema, acredito que mudanças pontuais precisam ser feitas para dar dinamismo tático a este time. A mais importante: Kleber tem de sair da lateral. As duas últimas temporadas foram péssimas para o jogador. Fabrício deve jogar nesta posição, pois possui força, altura e velocidade (guardadas as proporções, as mesmas características do Maicon). Quando aprender a concluir melhor as jogadas, será um jogador de altíssimo nível. Pra isso, precisa ter sequência, e Kleber, além de atrasar o time, atrasa também o deslanche do Fabrício. Mas Kleber teria lugar no meu time, não como lateral, mas como VOLANTE. Sim, volante. A liturgia futebolística prega que um volante que se preze deve ser marcador, reboteiro e passar a maior parte do jogo de frente para o gol adversário, não correndo atrás da bola feito um retardado (crítica ao Guiñazu, apesar de sua raça). Assim, ao lado de Willians, esse sim mais movediço e combativo, Kleber lograria grande êxito. Outra mudança: Forlán deve jogar onde se consagrou na Copa, como camisa 10, clássico e puro, ao centro, passando D'Alessandro para a direita, onde jogando como falso-ponta, como na Libertadores de 2010, rende mais. Completando a trinca de meias, pela esquerda, uma peça de velocidade, com Fred.

Assim, meu time, para este início de temporada, ficaria assim: Muriel; Gabriel, Moledo, Juan e Fabrício; Willians e Kleber; D'Alessandro, Forlán e Fred; Damião.

Seja qual for o esquema ou titulares, acredito que o Inter tenha capacidade de fazer um bom time titular. Resta saber se conseguirá formar um grupo, pois só um time não ganha campeonato. No geral, gostei das contratações e dispensas feitas, e haverá tempo para sequências e avaliações individuais.


Candidato #2

Ao se aproximar do Beira-Rio e assumir o comando técnico do Internacional, Dunga será avaliado pela primeira vez comandando um clube. Depois de 4 anos dirigindo a Seleção Brasileira, o dia-a-dia em uma temporada difícil para o Colorado será um teste difícil para o eterno “Capitão do Tetra”. Com investimentos mais modestos e uma reformulação bem grande no elenco, o Inter terá que se reconstruir, mudando aspectos como o temperamento dentro de campo, a organização tática e o comprometimento de um grupo buscando novas conquistas.

Depois de montar um time rápido, objetivo e com marcação forte e com resultados espetaculares até a Copa do Mundo, imaginávamos que este seria o estilo de Dunga no Inter. E os primeiros indícios deixam claro as ideias do eterno capitão: volantes posicionados sem sair da frente da área, laterais liberados para atacar e uma transição rápida para o ataque. Isto ficou claro ao facilitar a saída de Guiñazu, que ‘engessava taticamente’ o time e deixava a transição de bola mais lenta. Lenda colorada, “El Cholo” tem seus melhores dias no passado e este foi o momento certo de iniciar um novo ciclo.

Adepto do tradicional 4-4-2, Dunga pode alternar com um 4-2-3-1 com Dátolo pela esquerda, Forlán na direita e D’Alessandro centralizado. Fazendo uma analogia com o Brasil, Dátolo lembraria Elano, enquanto Forlán simularia a ação de Robinho. O lateral Gabriel certamente terá a mesma liberdade que Maicon tinha para atacar, mas será protegido por Ygor. A zaga terá um jogador de força (Moledo) e outro técnico, curiosamente o mesmo de Dunga em seu período na Seleção: Juan.

É cedo para saber como Dunga irá lidar com o desgastante dia-a-dia de um clube, problemas no elenco, desgaste com a imprensa, etc. Mas suas ideias técnica e táticas são visíveis. Em um mês, com o time titular jogando regularmente, poderemos ter uma visão completa.




quinta-feira, janeiro 24, 2013

PREJUÍZO

Acompanhando o jogo do nosso COLORADO pelas redes sociais pude notar que o principal assunto durante o jogo era o terceiro uniforme que lançamos na noite de ontem. Eu não acho nada que tenha o símbolo do INTER feio, mas confesso que não gostei do 3º uniforme. Devido a enorme repercussão resolvi fazer esse posto sobre a relação do INTER com a Nike

O CONTRATO

O INTER fez um contrato com a Nike com um valor que, em primeiro momento pareceu elevado. Segundo eu pude apurar algo como R$ 6 milhões por ano, mais R$ 7,5 milhões de luvas (pagos quando da assinatura do contrato).

Esse contrato serviu para mascarar resultados negativos do nosso marketing, uma vez que, somado ao contrato com uma empresa chamada SPR (que terceirizou nosso licenciamento) acabou dando a falsa impressão de crescimento nas receitas no ano de 2012.

O Orçamento de 2013, aprovado dia 27/12 pelo Conselho Deliberativo, acabou mostrando o que já se comentava nos corredores do Beira-Rio, as receitas do marketing foram reduzidas significativamente, muito pelos adiantamentos recebido nestes contratos assinados em 2012, na contramão do que vem acontecendo com outros grandes clubes brasileiros.

Vejam o exemplo dos clubes de São Paulo que aumentaram exponencialmente suas receitas com material esportivo, enquanto o INTER patinou nesse quesito, mas esse comparativo é muito complexo para eu tratar assim em poucas linhas e vou deixar para um post mais completo, por enquanto vejamos apenas as informações dos valores brutos.

A COMISSÃO

Esse contrato com a Nike tem uma situação supreendente, mesmo o INTER tendo funcionários muito bem remunerados para representar o clube nestas questões, estranhamente pagamos comissão a uma empresa para nos representar neste negócio (o Reche já havia tratado deste tema AQUI).

Então vejam vocês, somente em 2012 foram mais de R$ 1 milhão só em comissões para os funcionários do marketing, e na hora de negociar com a empresa que fara nosso material esportivo temos que pagar um terceiro?

Parece incrível mas foi isso que aconteceu. O INTER pagou R$ 1,9 milhões para a empresa World of Football Assessoria Esportiva cujo representante legal é o Sr. Gilmar Veloz (AQUI). Como Conselheiro pedi algumas informações sobre esse contrato e ainda não obtive qualquer resposta ,embora tenha recebido confirmação informal de um membro do Conselho Fiscal.

Agora vejam vocês pagamos essa fortuna, para um conhecido empresário de futebol, para negociar com uma empresa que nos procurou para ser nossa patrocinadora, isso não parece estranho?? 

Pelo que pude apurar os funcionários do Marketing ganham comissão sobre o faturamento da nossa marca, ou seja, por esse lógica receberam a comissão sobre  aumento no faturamento, que foi incrementado pela receita do contrato negociado pela empresa do Veloz, ou seja, estaríamos pagando duas vezes a comissão desse contrato (sempre valores milionários), em nome da transparência eu gostaria de saber se foi isso que aconteceu. Essa foi a informação que pedi e até agora não obtive resposta, vou aguardar mais uns dias e conto para vocês quando a resposta chegar.

O 3º UNIFORME

Para que serve o 3º fardamento? Pelo que entendo ele serve para dar aos torcedores uma oportunidade de ter uma camisa diferente daquela que o clube usa eventualmente. Então além de oportunizar aos torcedores usarem uma camisa diferente ela propicia um incremento da arrecadação. Por essa razão a 3ª camisa deve ser atraente aos torcedores, para que ela possa estar lá nas coleções dos apaixonados COLORADOS.

Essa camisa lançada ontem é uma cópia fiel de outras duas lançadas pela Reebok, nos anos de 2008 e 2010, ou seja, em 5 anos lançamos o mesmo modelo de camisa 3 vezes (veja imagem abaixo), não entendo qual a razão de tão pouca criatividade. Contra a camisa da Nike pesa ainda o fato de o símbolo da empresa estar em preto, um luto inexplicável, uma cor que NUNCA esteve em nosso uniforme, eu não entendi e não gostei.



Alguns menos informados, alguns deles do próprio departamento de Marketing do INTER,  dizem que não é possível lançar uniforme que não sejam nas cores vermelho e branca, uma mentira que as fotos abaixo demonstram sem deixar dúvida que já tivemos uniformes dourado e cinza.




Ao pessoal do Marketing lembro que o estatuto do clube (art. 2º, par. úni.) diz o seguinte sobre o escudo "O distintivo do Clube é representado por um círculo de cor vermelha, tendo ao centro desenhadas em branco, entrelaçadas, as letras -S-, -C-, -I-, correspondentes às iniciais de - SPORT CLUB INTERNACIONAL"

Veja que o estatuto não fala nada sobre estrelas, sobre disco em volta com o nome do clube, e nada disso impediu o nosso Marketing de alterar a forma do escudo, como lembro nas imagens abaixo. Não sou contra essas mudanças, sou contrário a que o estatuto seja usado como desculpa para a falta de criatividade, ou seja, se o estatuto não impediu de mudar o desenho do escudo não pode impedir de lançar uma 3ª Camisa alternativa.



A vontade do torcedor de ter camisas diferentes é tão grande, que foi percebida pelas empresas que fazem nosso material esportivo, mesmo com nossos goleiros atravessando fases tão inconstantes, há diversos modelos de camisa manga curta de goleiros, nas mais diversas cores.

Nos últimos anos, desde a saída do Clemer, nossos goleiros não são propriamente ídolos. Também chama a atenção o fato de que eles jogam de mangas compridas e as camisas vendidas são de manga curta. Ou seja, os torcedores querem camisas diferentes e como o Marketing não se digna a lançar modelos que não sejam repetidos, nós acabamos comprando camisas de goleiro como se fossem camisa de jogo.


O INTER tem uma participação na venda das camisas feitas pela nike (5% de royalties pelo que fui informado), ou seja, uma camisa não tão bonita vende pouco, se vende pouco o INTER fatura menos e isso é um prejuízo pro clube. 

Não é de hoje que eu falo que o Marketing COLORADO tem problemas, que não tem capacidade para fazer nossa marca render (financeiramente) tudo aquilo que ele pode. Essa falta de habilidade do Marketing acaba fazendo com que a receita seja menor que a esperada, e isso é um prejuízo ao clube. 

Eu já falei em outro post sobre o prejuízo do (AQUI), e já estou com as cópias do processo em que o INTER foi condenado por plágio, em uma ação do nosso Marketing (um dos meus próximos posts será sobre esse assunto), ou seja muita coisa precisa ser melhor explicada aos sócios e torcedores sobre o que vem acontecendo nesta Vice-Presidência. Se o Marketing faturasse mais talvez não fosse necessário vender tantos jovens promissores.

FUTEBOL

Ontem o INTER venceu o modesto cerâmica, mais uma vez o Loss estragou o time no intervalo e jogamos pior no segundo tempo e, para piorar, ainda conseguimos perder um penalti. Ainda bem que teve a LDU para alegrar minha noite futebolistica.

André Flores
@ojogodointer





Tradição Vende

Observem bem essas fotos...

Anos 30


Anos 40
Anos 50
Anos 60
Anos 70
Anos 80
Anos 90
Anos 2000

As fotos acima vão desde os anos 30 até hoje....cerca de 80 anos. Notaram alguma semelhança entre as fotos? Vou dar um segundinho, pra vocês olharem novamente ........ ............... ............... .............. .......... ........... ............... ................. .................. ................... ................ ..................... ...................

Ok, notaram? Isso mesmo, o uniforme do NY Yankees é exatamente o mesmo desde os anos 30. Nunca mudou. Nada. Exatamente igual. Nenhuma propaganda, nenhum novo lançamento todos 6 meses, o escudo exatamente igual. O que será que esse clube tava pensando!??? Quanto dinheiro já não perderam em Marketing e em vendas de camisas dois e três e lançamentos anuais de novas camisa?!! Imagina quanta grana já não perderam por não estampar Banrisul ou Oi! na frente da camisa! São loucos esses Yankees...opa....peraí....como é que é? O NY Yankees é um dos clubes mais ricos do Mundo? E seu escudo é provavelmente o escudo mais conhecido de um time no Mundo que até o novo contratado do Inter chegou com um Boné com esse escudo? Em 1971 o Yankees foi comprado pelo atual Dono por cerca de  10 Milhoes de Dollars. Hoje o Clube vale cerca de 1.5 Bilhões de Dollars.

Willians Chega ao Inter

Olha, não tenho nada contra novas camisas...meu guarda roupa cheio de camisas do Inter não deixa eu mentir. Mas fica o exemplo dos Yankees que marketing vai alem de criar uma Camisa 3 por simplesmente criar uma. E o Yankees prova com convicção que as vezes Menos é Mais. O Boné e as camisas do time vendem aos montes. Nada contra a pratica do Inter e de outros clubes de fazeram camisas novas cada 6 meses, mas acho que alguma lição vinda dos NY Yankees tem que ter. Não sei qual é...mas que tem...tem (talvez a lição seja pro Marketing dos Clubes de Futebol ou Talvez pra torcida que se não tem lançamento novo fica reclamando ou talvez pro dois?)

Nas Fotos.
Anos 30: Babe Ruth o Pelé do Baseball

Anos 40: Lou Gherig homem de ferro do Babeball não deixou de jogar em uma partida em 15 anos. Até ficar doente e morrer aos 37. A doença ficou conhecida com seu nome. O Otimo filme Pride of the Yankees com Gary Cooper conta sua história.

Anos 50: Joe DiMaggio idolo dos Yankees na decada de 40 e 50. Casou com a Marilyn Monroe anos depois de se aposentar e seu nome está na musica do Paul Simon Mrs. Robinson. Na foto com Frank Sinatra novinho.

Anos 60: Mickey Mantle idolo dos Yankees na decada de 50 e 60. Cachaceiro mas jogava muito. Alguns acham que ele foi o melhor de todos os tempos.

Anos 70: Reggie Jackson, um dos mais polêmicos e ego centricos jogadores a vestir a camisa dos Yankees. Na foto ele tem o melhor jogo de sua carreira no World Series contra o LA Dodgers. 3 Home Runs em 3 Tacadas. Missão quase impossivel.

Anos 80: Don Mattingly. Idolo da geração que ficou sem titulo.

Anos 90: Depois de uma seca de quase 20 anos o Yankees volta a ganhar um titulo.

Anos 2000: Derek Jeter o atual capitão e idolo do time.

Por sinal o NY Yankees tem 27 titulos Nacionais desde que o campeonato começou em 1903. Só um outro time tem mais de 10, o St Louis Cardinals com 11. Ah...e essa Camisa nas fotos é a camisa de casa....o Yankees tem uma camisa de Visitante que tambem nunca mudou nesses anos todos. Essa aqui, cinza, sem as listras e com NEW YORK em vez do escudo. E mais um detalhe, o Yankees é o UNICO time a não colocar o nome do jogador na camisa...nunca. Como disse alguem uma vez, se tu joga nos Yankees todo mundo já sabe teu nome.


PS: Em 1962 o rival do Yankees o NY Mets foi fundado. Eles adotaram as cores do antigo NY Giants e Brooklyn Dodgers (ambos clubes abandonaram NY nos anos 50 pra ir pra California) e na maior cara de pau quase copiaram exatamente o escudo dos Yankess. Só colocaram o Y um pouco mais baixo! O Mets só ganhou o titulo 2 vezes em 69 e 86. Em 2000 o dois se enfrentaram na final pela primeira vez...Subway Series como foi chamado. Deu Yankees.



Ah e o Grêmio perdeu! Hahahaha. Dale LDU!



quarta-feira, janeiro 23, 2013

Cerâmica x INTER

2 Rodada, Gauchão. Time sub 23 em campo. Uniforme 3 estreiando. Passando ao vovo no PFC Internacional aqui nos EUA.

 1 Tempo
Gol Maurinho (Cassiano)
Gol Maurinho (Lucas Lima)

Maurinho somando pontos na produção Ofensiva. Em 3 tempos já tem 5 Pontos....quase mais que Dale o ano todo de 2012! Hahahahaha
 




Crime (quase) Perfeito

Lá pelo ano de 2009, na Germânia, ouve-se o toque de um celular enquanto é feita uma visita a um estádio de futebol. A ligação vem da Republiqueta de Las Ananás. Chagas disfarça e atende a ligação de um número conhecido.

- Tem certeza de que essa linha é segura?
- Toda certeza! Pode falar, se a grana tá certa... quanto é a taxinha?
- Tudo fechado, temos uma coisa pra acertar depois... 8%
- PORRA, Chagas, ele comeu 2% e sou eu quem fica com o meu na reta.
- 8 de 30 ou 10 de nada. A escolha foi feita. Só mais uma coisa: vou simular uma briga com você por causa da final da Copa do Ananás. Nada pessoal, mas temos de parecer distantes e rivalizados. Depois alguém descobre nosso sócio e começam a fazer perguntas inconvenientes. Precisamos de tempo para trabalhar. Entende, né?
- O que você vai aprontar dessa vez?
- Na hora você vai ver, a surpresa ajuda.
- Vê lá, hein? Mas, de qualquer forma, vamos comer um churrasco bem gaúcho naquela ilha pra fechar tudo depois do jogo. Sem repórter, nem câmeras... como de costume.
- Perfeito!

Chagas coloca no bolso o celular e comemora com um discreto sorriso, enquanto  afirma para si mesmo: 6 é muito melhor do que 4...

FIM

Essa foi uma obra de ficção. Qualquer semelhança com fatos reais foi mera coincidência. Mas sabemos que nunca pode ser descartada a idéia de que em algum clube do Brasil alguém esteja se beneficiando com o dinheiro de algum clube. Gerenciando o dinheiro como seu próprio, ou pior, como dito já foi bem dito pelo Louis: gerenciando como se fosse dinheiro de mentira. Isso é revoltante, pois, além do roubo em si abusa da boa fé das pessoas e de suas paixões. Sabemos que não existe nada mais alienante e viciante do que o futebol para seus aficionados.


TRANSPARÊNCIA JÁ!

O clube é uma associação sem fins lucrativos. Não sou eu que inventei isso, está lá no estatuto do clube, o documento máximo dentro da entidade.






A Copa é Nossa ... vergonha?

 Casualmente conferindo meu twitter vi uma postagem nova na Sports Illustrated/CNN sobre atrasos na preparação da Copa do Mundo. Essa pequena reportagem é sobre os trabalhos de energia eletrica pra prevenir falta de luz durante jogos da Copa. Segundo a reportagem só Recife e Fortaleza estão em dia nas reformas necessarias pra melhorar essa parte da infraestrutura. O bom é que mesmo com os atrasos estão dizendo que falta de luz não será um problema. E pra vergonha do tão 'avançado' (segundo nós mesmos Gaúchos) Rio Grande do Sul a reportagem termina com essa bomba:

 Aneel's general director, Nelson Hubner tells reporters "there is no chance of blackouts in the host cities, not even in Porto Alegre where 96 percent of the work is behind schedule.'' 

Traduzindo: O diretor diz que não há chance de falta de luz nem mesmo na cidade de Porto Alegre onde 96% do trabalho está atrasado. Que bela imagem Porto Alegre começa a passar ao Mundo....a cidade mais atrasada no Brasil nas obras da Copa.  

Por sinal, tão reformando alguma coisa no Brasil alem dos estádios pra copa ou desistiram e vai assim mesmo?




terça-feira, janeiro 22, 2013

Procura-se


O BV está a procura de um novo colunista. Mas dessa vez estou interessado em alguem que escreva semanalmente mais sobre tática ou como se diz no Football Americano "X's and O's". O Colunista analizaria o futebol do nosso Inter em mais detalhes. Textos que não precisam necessariamente ser poéticos ou bonitos mas que sejam ricos em tática. Essa é uma ótima chance pra quem entende bastante de tática sem ter que ser Mario Quintana. Que tal então?

Vamos fazer assim. Se você estiver interesado, manda um texto (mais ou menos 400-500 palavras) sobre o elenco atual e qual seria sua melhor formação e porque. Lembrando que dessa vez o importante não é poesia e sim o conteúdo bruto. E tambem é importante que você possa escrever semanalmente com boa frequência.

Os primeiros 8 textos entram no Mata-Mata onde os leitores votarão nos melhores. Os candidatos serão anônimos aos leitores até o fim do Mata-Mata. O Campeão ganha uma vaga no BV.

Mande seu Texto para meu email no BlogVermelho@gmail.com  Valeu!





segunda-feira, janeiro 21, 2013

Poder

Toda a esfera de poder, seja político, administrativo, corporativo, econômico, enfim, é extremamente mais complexa e intrincada que à primeira vista.

Vou compartilhar uma historinha real, mas vou mudar os nomes para preservar os envolvidos.

Era uma vez uma grande empresa do ramo calçadista e varejeiro, que empregava milhares de pessoas, em diversos estados. Esta empresa tinha um setor de informática de cerca de uma centena e meia de pessoas na sede matriz.

Especificamente, esta empresa desenvolvia suas próprias soluções de informática (SW),e para tal fim, tinha uma equipe de analistas, programadores, consultores e afins.

O operacional propriamente dito de um setor que desenvolve software, ou seja, quem mete a “mão na massa” ou “faz a roda girar” é o desenvolvimento, composto na maioria por jovens programadores e analistas.

Pois bem.

A história se passa especificamente no desenvolvimento, composto por “módulos” de negócio, onde um ou mais analistas especificam e repassam as atividades aos subalternos para codificação.

O funcionamento, geralmente, se assemelha à montagem de um carro. Há a especificação do todo, mas na prática há vários trabalhando de maneira segmentada até que se volte a integrar os componentes e obtenha-se o resultado final.

No entanto, o todo possui a mesma força de sua peça mais fraca. É possível, na analogia com um carro, ter um excelente motor, mas se os freios e a transmissão são de péssima qualidade, o resultado todo fica comprometido.

Em um desses “módulos”, liderado pelo Analista-chefe “Beltrano”, há um outro analista subordinado e 12 desenvolvedores. Desses, 8 eram jovens promissores, empenhados, capazes e ambiciosos, sempre buscando a melhoria e a qualidade. Em síntese excelentes profissionais.

Dos 4 restantes, 2, apesar de inferiores, não comprometiam. O problema consistia justamente em “Ciclano” e “Beltrano”. Estes eram irresponsáveis, displicentes, e acima de tudo, inconsequentes. O que acabava por acontecer com impressionante frequência era que o resto da equipe tinha que trabalhar dobrado pra compensar esse deficit (abraço Nei!!!!).

Claramente, esta é uma situação muito ruim, e pior ainda, que se agrava exponencialmente com o tempo. Os boatos começam, a rádio-peão retransmite a insatisfação e há um cenário em ebulição.

O pior, aos olhos do operacional, é justamente a sensação de como Ciclano e Beltrano passam incólumes, como seu trabalho (falta de) passa despercebido, ao passo que eles se matam trabalhando para compensar dois pesos mortos.

Não há notícias de cortes, punições, enfim, nada que indique que vá haver algo de forma a reparar a “injustiça”.

Já estive nesse lado do espectro várias vezes, e posso afirmar, categoricamente, que é desmotivador.

A pergunta acaba por vir à tona: “estão todos cegos”? “Será que há tamanha falta de acompanhamento e discernimento para ver o que realmente acontece”? “Como é possível uma situação dessas”?

 “Como é que fulano foi promovido e é extremamente incapaz”? “Porque X não percebe que Y é manipulador, interesseiro e intriguista”?

 "Como é que contrata-se jogadores pagando reais fortunas para nem mesmo chegar a vestir a camisa do clube"? "Porque paga-se milhões a treinadores medíocres"? "Porque a base é relegada, e os empresários têm sempre fatias dos jogadores mais promissores”?

Meu amigo, certas coisas é melhor nem saber. 

Certeza mesmo é, que sem um conselho fiscalizador, com plenos poderes, o que resta é apenas mais espaço para manobra.

Se eu pudesse elencar apenas um valor que gostaria que o clube investisse, ele se chamaria transparência.

E quanto a historinha acima…

O analista-chefe sabia muito bem que Ciclano e Beltrano estavam prejudicando a todos… Inclusive ouviu reiteradas reclamações de seus subordinados em relação a estes colegas. Acabou perdendo dois ótimos profissionais inclusive por causa disso.

Ele não era cego. Ninguém ascende ao poder sendo bobo.

O problema é que Ciclano e Beltrano eram filhos de amigos pessoais de longa data do dono da empresa.






Ps: Este post não é específico a este ou aquela, tampouco a esta ou aquela direção. Inclusive, pelas manifestações que acompanho de longa data do Dr. Luis César Moura, o futebol colorado está em ótimas mãos.

@Davi_Inter_BV


domingo, janeiro 20, 2013

Começou

Desculpe galera nem tinha me dado conta que a estreia no Gaúchão era hoje, pensei que fosse amanhã. Por isso não vou comentar a não ser que passe a reprise do jogo. Mas vem cá, um time Sub23 (leia-se marmanjos que não deveriam ser chamados de Sub com essa idade) não deveriam ter batido um time do interior?

PS: Tive na praia de Seaside Heights hoje, onde fui fotografar a Montanha Russa que caiu no Mar durante o Furacão Sandy. Ela continua lá. O prefeito da cidade até mencionou a possibilidade da estrutura ficar ali como atração turística mas logo negaram a possibilidade. Mas por enquanto continua lá. A bandeira foi posta lá por um cara que subiu lá 2 dias atras e logo depois foi preso.





sexta-feira, janeiro 18, 2013

Efeito Dunga

Ontem fui até a fronteira do Estado de New Jersey com New York (25-30minutos de minha casa) pra fotografar a cidade de NYC. Passei frio mas veleu a pena. Esse local de onde fiz a foto é pouco conhecido por turistas pois fica no lado de New Jersey num morro com essa bela vista e sem acesso de Metro (so carro ou taxi mesmo que seria caro). Inclusive é bem onde a F1 a partir desse ano terá um Grande Prêmio no estado de NJ. Um dia ainda vou escrever um livro sobre pontos turisticos pouco conhecidos na região pra quem quer conhecer lugares além dos já super conhecidos. Muitos Brasileiros vem pra vê o que tá no guia (estatua, empire, central park etc...) e acaba não conhecendo muito alem disso. Acham uma boa?

Bom de qualquer maneira em relação ao Inter estou em fase de 'Wait & See'. Não há muito de se criticar ou elogiar a essa altura, pois até agora não entramos em campo.

Pior ainda é que o Gaúchão vem antes do Brasileirão. Primeiramente será dificil realmente saber se o time tá certinho quando enfrentamos um time do Interior (nivel varzeano). Ganhar de 5 do São Borja não revelará muito. Sim, até podemos ter talvez uma leve indicação do que virá, mas só mesmo jogando contra times bons é que se saberá. Basta olhar pro Gaúchão 2012 pra ver que o titulo não significou nada para o resto do ano. Mas o que mais me preocupa é que o Efeito Dunga talvez já tenha evaporado até Maio quando começa o Campeonato. Novamente, dificil saber. Infelizmente o Efeito Dunga será dificil de decifrar contrar times fracos. Não saberemos se é o tal efeito ou simplemente a competição fraca. Só esperando.

O fato é que a vida do Inter em 2013 está quase toda nos ombros do Dunga. Eu confio nele, no tipo de pessoa que aparentemente seja. Espero que seja suficiente para atingirmos nosso principal objetivo: O Tetra.

PS: Se tu olhar direito tu verás na foto a Nave Espacial em exposição no Navio no meio da Foto. Meu edifício favorito de NYC tá no fundo a direita o Chrysler Building que foi o maior do mundo por 11 meses até o Empire ser completado.

PPS: E o Lance Armstrong hein? O cara é Pure Evil, vilão que nem os roteiristas das Novelas da Globo conseguem imaginar. Mais de 15 anos mentindo, processando, negando, acabando com carreiras de varias pessoas sempre dizendo que nunca dopou. E ontem finalmente, encostado na parede sem saída teve que confessar. Uma coisa é mentir ou negar uma ou duas vezes, mas esse cara assim que era acusado por alguem retribuía o ataque com times de advogados, com a imprensa que dava todo tempo que queria pra falar e passava por cima de quer quer que fosse.

Agora taí na Oprah tentando se desculpar. Mas até nisso o cara é esperto. Ele só tá fazendo isso como mais um plano de jogo. Ele sabe que se pedir desculpas muita gente vai perdoá-lo e com o passar do tempo quem sabe $$$ volta a ser oferecido pra publicidade. Não duvido. O mais engraçado são os babacas que acreditavam nesse cara, em especial esse jornalista da ESPN que ecreveu essa coluna hoje reclamando que Lance pediu desculpas a ele via um email. Esse jornalista o defendeu com unhas e dentes por 14 anos...sempre dizendo que ele era limpo. Armstrong usava ele. Agora se sente traído (viu o que acontece quando um jornalista fica amigo de um atleta). Meu primeiro pensamento foi "será que esse jornalista não ganhava a dele pra defender Armstrong". Mas acho que não é o caso, era troxa mesmo.





quinta-feira, janeiro 17, 2013

CONJUNTO

Dunga tem cobrado muito nos treinos

Vejo e ouço no noticiário esportivo que o Dunga está treinando a exaustão algumas jogadas, principalmente na bola alta, para reforçar nosso esquema defensivo e ofensivo (AQUI e AQUI). Pelo entusiasmo dos repórteres ao noticiarem isso concluo que esse tipo de treinamento (com forte cobrança de resultado) não eram comuns no INTER recentemente.

Uma das coisas que me incomodou muito no time ano pasado eram as bolas paradas que resultavam em gols dos adversários e nunca em gols nossos (até falei sobre isso neste VÍDEO). Não é possível que um time profissional tome tantos gols em jogadas de bola parada e faça tão poucos. Falta de entrosamente é inadmissível em uma equipe profissional, pois é justamente o conjunto o principal diferencial entre uma equipe e outra.

Nosso grupo não é, e não era, ruim, tem lá suas carências, entendo que o principal problema é a falta de competitividade. Ano passado deve ter sido uma das piores campanhas em casa de toda era dos pontos corridos.

A primeira coisa que um time precisa para ser vencedor é querer muito a vitória, é ser comandado por dirigentes e treinadores que exijam o máximo da equipe, que não se conformem com empates, que queiram sempre a vitória. Essa vontade de ser vencedor é fundamental ela que possibilita que um time se entrose, que ganhe conjunto, que não seja um amontoado de jogadores em campo.

Desde a derrota para o mazembe o que se vê a cada insucesso é que o vento, o azar, a arbitragem, a chuva ou qualquer outra coisa atrapalhou, faltava indignação, faltava alguém para dizer que não importa o vento a arbitragem ou a sorte, o INTER tem que vencer, se esse cara é o Dunga eu não sei, mas começo a desconfiar que ele tem esse perfil.

Se vai dar certo ainda este ano eu não sei, até porque demora algum tempo para um time se entrosar e pegar ritmo competitivo, mas esse é o caminho, me lembra muito quando o Muricy voltou ao time em 2004. Nosso vestiário estava em clima de gandaia com o Joel Santana e o Muricy veio colocar ordem na casa. Demorou quase um ano para o time engrenar e superar desconfianças, mas o resultado todo mundo lembra.

Penso que o trabalho que o Dunga ta começando da maneira correta e tem tudo para dar certo, se vai dar eu não sei, mas tenho certeza que o treinador vai exigir que cada atleta de o seu máximo, que respeite e torcida e a camiseta, honrado seus polpudos salários, sem desculpas.

Ser campeão do Brasileirão é uma obsessão para todos nós COLORADOS, uma amigo meu, economista, provou matematicamente que é o mais difícil do mundo (AQUI), e justamente por ser tão difícil que devemos exigir o máximo de dirigentes, treinadores e atletas.

André Flores
@ojogodointer







quarta-feira, janeiro 16, 2013

RESTO É RESTO!

Primeiro Ato

Não adianta APENAS indignação... é preciso estratégia e ação. Em que? Em TUDO. Sem poder e sem trabalho seremos apenas mais um do gado mugindo contra o arame farpado.

Corrupto (entenda-se ladrão) é que nem formiga, mata um aparecem três novinhas em folha pra roubar o açúcar. Sexo e dinheiro, tem uma semelhança além de um levar ao outro e vice-versa, os dois todo mundo gosta e cada um tem, consegue ou procura de um jeito diferente... seu próprio jeito.

Ainda vamos varrer essa podridão do futebol. Mas, precisamos do tripé: poder, trabalho e indignação. Passado o momento parábolas e aforismos da semana...

Segundo Ato

Nada pode nos tirar o foco de conquistar o brasileirão esse ano. NADA! Já é uma obsessão tão grande pra mim que não enxergo nada além disso. Pra mim, o ano está assim delimitado: o que não for Campeonato Brasileiro ou é amistoso ou é pré-temporada. Escolha você seu grau de loucura, mas não admito nenhum colorado que não deseje ser campeão brasileiro de novo (ou ver pela primeira vez). Quem se contenta com menos, não pode ser chamado de colorado.


Terceiro Ato

Gostei do (esboço de...) time montado pelo Dunga nos primeiros treinos. Criativo, ofensivo e equilibrado. Me gusta a fina arte do carrinho, ao passo que também gosto de futebol com um bom passe e um time com cadência de jogo, boas finalizações e contundência no ataque/contra-ataque.

Sinto ao ver o INTER hoje como olhar aquela arrumada que a gente faz (ou fazem pra nós) em casa. Mesmo as peças que já eram as mesmas te passam a impressão de que tudo está diferente. A gente bate o olho sente isso. Conseguimos tirar alguns móveis que pareciam imexíveis, agora vamos ver como anda essa casa com a nova arrumação... Porque mudanças sempre veem, é da natureza das coisas. Quero ver é os resultados que vamos ter com essa casa semi-nova.

Fim


Esta é uma obra de ficção. Qualquer semelhança com a realidade é mera coincidência... ou não. Nunca esqueça: foco é foco! Ou acerta-se o alvo ou se erra o tiro, não exite meio termo. Brasileirão Já!

PS: Sempre que eu ouvia essa música ser tocada "por coincidência" onde eu estava (no ônibus, por exemplo) era quase como um aviso de que em breve eu veria mudanças. E SEMPRE eram pra melhor, mesmo que as vezes doidas. Pode ser coisa de "aborrecente", mas ficou a superstição. Lá vai!

Changes





terça-feira, janeiro 15, 2013

Bonanza

Se o futebol Brasileiro era "pobre" até pouco tempo (por exemplo nosso craque Fernandão ganhava "miseros" 60 mil por mês em 2006) e já tinha gente sugando decadas atras, imagina agora onde jogadores medianos pra ruim ganham 200 mil por mês (por exemplo Marco Aurelio ganhava 190 no Inter..Sandro Silva recusou 250 achando pouco).

Mas a coisa só vai piorar. O dinheiro que se arrecada em futebol é pouco comparado ao que vão ganhar daqui a 5 ou 10 anos. Se continuar desse jeito logo mais salarios de 1 Milhão serão comum. Mais sugadores chegarão ou os que já estão por aí estão com o olho cada vez maior .

"Galvão Bueno e Ronaldo Fenomeno...num evento no Memorial da América Latina, em São Paulo, na noite da última segunda feira lançou um ambicioso projeto para ajudar clubes brasileiros. Ao evento compareceram dirigentes de 15 times do país para apresentação do Movimento por um Futebol Melhor, um programa de sócio torcedor que pretende captar algo em torno de 2% do PIB do país (assim como é na Espanha)....comparado com o 0.2% atual"

Nesse link acima, Ronaldo? Galvão Bueno? Agentes? Empresários? Dirigentes?Alguem aqui confia nesses caras? Eu não confiaria no Ronaldo nem com uma caixa de Bomboms. O Futebol Brasilerio cada vez com mais grana, mas notem que os clubes estão tão quebrados quanto antes.

Se lembra poucas semanas atras o post que deu o que falar sobre Fernando Carvalho (tanto que ele foi as radios depois de estar desaparecido por muito tempo)? Ele negou estar envolvido com jogadores etc...bom agora segundo o Correio do Povo:

Fernando Carvalho atua como advogado de um clube de investimento, a Liga Participações & Intermediações. Não como o gestor. A Liga disporia hoje de R$ 8 milhões e detém 45% do passe do zagueiro Dedé, do Vasco da Gama. Carvalho impôs uma condição para atuar no jurídico: não envolver Internacional e Grêmio em nenhuma negociação.

PS: A jornalista da Globo no Parana que tinha escrito um Blog onde mencionava FC como parceiro de um negocio com um atleta jovem de lá mas que depois do meu Post retirou o nome do FC do post dela, havia me prometido que ia "revelar" porque tirou seu nome depois de confirmar algumas coisas. Isso faz mais de um mês. Pedi pra ela um update mas dessa vez ela nem me respondeu.