terça-feira, novembro 25, 2014

Divina providência

O Inter se esforçou (e como) para ficar fora da Libertadores.

Perdeu jogos chaves (Corinthians em casa, Grenal...), naufragou contra equipes fracas (Chapecoense, Vitória, Figueirense...) e teve desempenho rídiculo no enfrentamento contra os concorrentes diretos (0 ponto contra Corinthians e Cruzeiro, 1 contra SP).

Tudo isso é fruto de uma queda de desempenho gritante em relação ao 1º semestre (nem tanto em pontuação - já que fizemos 34 pontos no 1º turno e já temos 29 no 2º - mas em desempenho e qualidade de jogo).

O cenário que se projetava era terrível: talvez nem com 2 vitórias e 1 empate nos últimos 3 jogos a vaga fosse alcançada (dependeria de resultados paralelos). Após uma semana com derrotas consecutivas do coirmão (que "dó"!!!) o cenário mostra-se bem mais favorável: é necessário apenas 3 pontos (ou 1 vitória) para regressarmos a Libertadores.

O que realmente assombra é que se o futebol anda insatisfatório, os bons ventos estão soprando a favor. Em 2 jogos fundamentais, dupla intervenção divina: gol de bicicleta (?!?!) de Paulão e tento de Fabrício no apagar das luzes em um lance totalmente fortuito. A maré anda tão a favor que até pênalti claríssimo foi ignorado.

A situação atual poderia ser resumida num daqueles tradicionais ditados que ouvimos desde sempre: "mais sorte que juízo". Seria prudente o Inter diminuir essa dependência do bom humor dos deuses do futebol, mas para isso vai ter que começar a jogar bola, algo raro nas bandas do Beira-Rio recentemente.

O confronto que se avizinha de nada parece fácil: depois de precisar parir uma bigorna pra vencer o Goiás e ser envolvido pelo time reserva do Galo, e sem nunca esquecer nossa famosa fama de ressuscitar mortos, nada mais parece surpreender quando se trata do colorado.

O que fica é que o confronto com Palmeiras tem todos os ingredientes que deixam qualquer colorado alerta: jogo decisivo, equipe vinda de resultados favoráveis, em casa, equipe adversária em péssimo momento, jogando sua vida, enfim, o tradicional cheiro de "tragédia" impregnado no ar.

Para não dar chance ao azar, está na hora de nossa equipe voltar a fazer um bom jogo e não repetir os defeitos que se manifestam de maneira recorrente nos últimos embates: pouca contundência, lentidão na transição entre os setores e má jornada técnica de nossos principais jogadores (Aranguiz, D´ale, Alex...).

Um ponto muito importante, e dificil de endereçar a curto prazo, é a vísivel e preocupante queda física: jogadores parecem cansados, sem explosão e com pouca movimentação de nosso setor ofensivo.

O Inter não consegue fazer pressão alta, não tem saída em velocidade e a equipe rival parece estar sempre voando, ao passo que a nossa se arrasta de maneira modorrenta em campo.

Esta queda de produção no 2º semestre em muito se explica neste declínio físico, e o Grenal deixou bem visível o abismo na preparação entre as 2 equipes. Claro que a idade avançada do plantel como um todo (uma das maiores médias da série A) também tem sua influência, mas ao meu ver este é um grande ponto a ser melhorado no ano vindouro (alguém por exemplo sabe o nome do preparador físico do Inter?).

O Inter tem a faca e o queijo na mão.

Uma vitória garante volta a Libertadores e todos os esforços serão concentrados neste fim.

A torcida colorada deu show contra o Galo, e tudo indica que não será diferente contra o Palmeiras.

A Libertadores caiu no nosso colo. Agora só é necessário o time retribuir e jogar bola. Porque contar sempre com a sorte é brincar com fogo.

E a nossa cota de milagres por este ano parece estar no limite.

SC
@Davi_Inter_BV


segunda-feira, novembro 24, 2014

ALERTA!

Ainda não tem NADA garantido. NADA.

Não vamos esquecer que estamos falando do Inter da era Luigi. Um time mais previsivel pelo seu pessimo futebol do que o contrário. Em 36 jogos, quantos deles no fim estávamos maravilhados com o futebol em campo? Serio...quantos?

Alem disso o adversário Sabado é o Palmeiras. 1 ponto da zona do rebaixamento. Virá lutando por sua vida. Além disso não precisamos voltar tão longe no passado (2013) pra lembrar que há corrupção, roubalheira, e malandragem confirmada no futebol Brasileiro. Alguem pagou alguem para a Portuguesa cair ano passado para salvar ou Fluminense (que foi salvo) ou algum outro. Então nunca se sabe o que está occorrendo atras de portas fechadas.

Ou seja, por tudo isso, uma vitória do Inter não é nada garantido. Longe disso.

Agora uma das razões pela qual não gosto de pontos corridos (e gosto por outras razões) é o fato de que só agora...nas ultimas rodadas o time e a diretoria estão "Ligados". Dá primeira rodada até lá a trigésima, viviam apostando em "recuperação de pontos mais tarde" (algo que não existe). A diretoria só agora decidiu baixar preços pra colocar mais torcedores no estádio...agora que realmente precisam. Porque o Inter em geral esperou tanto pra se ligar? Por isso, mata mata é bom...não tem esse de "recuperar pontos". It's now or never. (BV Girias em Inglês #1987)

Muita cautela. Um tropeço contra o Palmeiras complicará a situação e muito. Nada está ganho ainda. Temos que entrar contra o Palmeiras mais ligado que contra o Galo...e com certeza vamos ter que jogar muito mais.



domingo, novembro 23, 2014

EU QUERO O TRI

Ontem foi um daqueles jogos inesquecíveis, carregado de emoção, qyue a torcida saiu do estádio confiante, que matou os secadores do coração, enfim,  daqueles jogos que valem a pena assisir.

Nosso time não jogou bem, cedeu o empate (em penalti bobo) logo após sair vencendo, não chegou a acumular chances de gol ou fazer grande pressão, mas e dai????

Na base do abafa, meio desorganizado, empurrado pela torcida que encheu o BEIRA-RIO e esgotou os ingressos, num lindo sábado a noite venceu com gol no minuto final dos acréscimos, foi suado, foi angustiante, mas não foi sofrido, sofrido foi para os secadores do humaitá que viram o COLORADO se consolidar na briga da vaga.

O Gol do Fabrício explodiu o estádio, a torcida ficou em pé, cantando e empurrando o time, o BEIRA-RIO rugiu e a vitória veio na emoção, agora é secar os adversários e lotar o estádio no próximo sábado para mais uma vez ajudar o INTER a vencer.

André Flores
@ojogodointer

ps.: A redução dos preços dos ingressos e o estádio pulsante mostra como é importante a torcida e como a presença do torcedor tem de ser mais valorizada.






sábado, novembro 22, 2014

INTER x Galo

2 tempo
Por isso tu nunca leu um mau comentario meu sobre o fabricio. Podem procurar nao vao achar. Gosto dele. Eh meio burro as vezes defensivamente mas é um lateral que faz gol e disso eu gosto. Ele é clutch (dicas girias em ingles #1532). Jogada começada por Taiberson, com assistencia de Valdivia e correria e conclusão perfeita do Fabricio. Viu como é bom ter uma gurizada no time. O banco salvou o time hoje no fim. Taiberson entrou bem. Rafael Moura alem do gol facil foi ridiculo. Quiz enfeitar num chute e perdeu gol feito. Depois deu duas cabeçadas com gol aberto, por cima. Jogador inutil. Os gols que ele faz qualquer um faz. E no gol do fabricio graças a deus entrou direto pois he man tava impedido se a bola fosse pra ele. 

Alem disso tava pronto pra escrever que tenho vergonha do futebol desse time. Nao é por causa do gol no fim que isso muda. Nao vamos nos enganar. O Inter precisa uma remodelacao rapida apos o brasileirao se é pra disputar libertadores. Na presidencia teremos. Precisamos no campo tambem.

Inter 2 x 1 Atletico-MG
PRODUÇÃO OFENSIVA
Rafael Moura (J.Henrique) Moura chega 43 pontos é lider. JH chega aos 8.
Fabricio (Valdivia): Fabricio faz seu oitavo com e tem 10 assistencias para 26 pontos e quinto lugar. Valdivia sobe para 8 pontos com 2 gols e 4 assistencias.
Detalhe: O passe anterior nos dois gols foi do Dale em lançamentos a JH e Valdivia. Especie de Pre-Assistencias.


1 tempo
Inter ridiculo. Resrvas do galo dominaram. Heman fez primeiro mas galo logo empatou com penalti. Depois juiz deixou de dar outro obvio penalti ao galo. Talvez pq o primeiro foi duvidoso. O inter jogou nada. Baloes e passes errados e nada mais. Pathetico. 10 milhoes por mes mas tecnico de meio milhao por mes e nada de padrao de jogo. 


Pre-jogo
Hoje é 1/3 TUDO ou NADA!

Ou seja, hoje é a primeira vitoria de possivelmente 3 que vamos precisar ou ao menos 2 vitorias e um empate na ultima rodada. Então hoje não é TUDO OU NADA....hoje é 1/3 TUDO ou NADA. Porque derrota ou até derrotinha (empate em linguagem fora do BV)praticamente acaba com vaga na Libertadores.

Precisamos ganhar pra realmente merecer lutar pela vaga.

Estou cautelosamente confiante. Ainda mais com retorno do Alex, Aranguiz junto com o Dale.

Vamos Colorado!

PS: Faltam poucos dias pro Luigi Vazar pra sempre!

Gostei ou Não
14
1

i