sexta-feira, janeiro 13, 2012

Céu Encorpando

Mais 2 Textos de candidatos a colunistas do BV. Comentem!
___________________

Quando o céu vira ponto de partida.
Escrito por Dionysius Mattos

O glorioso colorado desde uns tempos atrás, tem seguido em uma ascendente impressionante se pararmos e comparar com outros clubes brasileiros. Cada ano que se inicia desde 2003, no qual foi o ano que o Inter realmente começou reerguer-se, a pressão em cima do clube por conquistas ou um ótimo resultado torna-se cada vez maior.

Ano passado, por exemplo, conquistamos um Gauchão épico, por causa da homérica final contra o grande rival, depois decepcionamos na Libertadores com um apagão que me fez lembrar os dois jogos contra o Boca na Sula Americana, de 2004 e 2005. Ao começar o Brasileiro, o futuro aparecia como uma tenebrosa incógnita, continuou dessa forma, porém conseguimos se embrenhar em uma vaga para a primeira fase da maior competição da América e por fim, por ser na época o atual campeão da Libertadores tivemos a oportunidade de medir forças com o Idenpediente-ARG, foi uma final mais cheio de significados (o Campeão de Tudo x ÁS de Copas) do que de qualidades, pois o Inter foi derrotado na ARG por causa de soluções criticáveis de Osmar Loss, mas no Beira-Rio o Inter mostrou sua superioridade. Um ano com dois títulos e uma vaga para uma competição importante, fora os “chapuletaços” no rival, comparado há outros anos seria um ano memorável, porém, pela condição que o Inter assumiu nos últimos tempos, ofusca qualquer título que não seja uma grande competição.

Para um clube que novamente deu as condições para seus torcedores sonharem, a pressão aumentou demais, pois alcançamos o céu, e dela ainda não largamos, é só comparar os últimos anos vitoriosos do colorado contra outros times, apenas o São Paulo chega perto. É por isso que faço a analogia de Ícaro, fruto de um mito grego, que fora o homem que tentou alcançar o céu voando e acabou por cair quando o Sol derreteu suas asas. O Inter está próximo do Sol, não podemos ficar muito próximos por muito tempo, contanto é possível manter uma distância que nem caíamos, hehehhe greminho, nem que sejamos queimados.

Um ano que promete como o ano passado, tem que ser encarado sempre como o último para nós, colorados, pois nunca saberemos quando iremos “perder altitude”, devemos encarar como batalhas os jogos aqui no Gigante, passar esse sentimento para nossos jogadores e dirigentes, ignorar a parcialidade de certos veículos de imprensa, superar a inveja dos azuis. Sim, sei que “apenas” contratamos Dagoberto, e possivelmente Marco Aurélio do Coxa, mais uma promessa, Mike do Paulista, mas temos um grande time, que à dois anos atrás ganhara quase tudo e mantém uma base, com o mesmo treinador, então temos que acreditar, criticar também é importante para não acharem que a torcida está alienada com a realidade do nosso clube, Bolívar que o diga, por isso nosso estádio terá que ter uma outra postura esse ano, pois foi muito estranho ano passado perdermos jogos importantíssimos em casa quando tínhamos o Beira lotado!

Que esse ano, nosso ponto de partida seja o céu, sempre com os olhos abertos para nossas futuras dificuldades! Vamos Inter, tenho total confiança em ti!

____________________________________

O Time Está Encorpando
Escrito por Marcos Aurélio Rossi Kramer

Vendo chegar o atacante Marco Aurélio ao Beira-Rio, me dá um friozinho na barriga, pois tenho a sensação que nosso ataque em 2012 será realmente poderoso, imagina D’Alessandro e Oscar mais atrás e Dagoberto e Damião destroçando defesas, e se o jogo ta encardido ainda podemos ter o ex-atacante do Coritiba entrando para botar aquela correria.

No meio de campo temos bons volantes, não sou daqueles que acham que o Tinga ta acabado, acho que cabe ao treinador achar o melhor lugar e os melhores companheiros para cada um, para que o time fique forte na marcação e com saída de jogo qualificada.

A defesa para o começo da temporada na minha opinião deveria ser Moledo e Índio. O Índio pelo que eu li, está fininho e com excelente condição física, então é ele e vamos parar de inventar, pelo menos até surgir coisa melhor.

Como falou o Louis anteriormente, é bom irmos com força total nesse primeiro jogo contra o Nóia, para já testarmos a pegada do time, que na minha opinião promete um grande ano para os colorados.