domingo, fevereiro 07, 2010

SUPER LOUCURAS

O tempo que eu assistia o Super Bowl religiosamente já se foi a muito tempo. Me criei assistindo e jogando Futebol Americano (assim como Baseball). Hoje vou assistir mas só por custume mesmo e porque praticamente o País todo (EUA) vai assistir. Se um dia o Miami Dolphins voltar ao Super Bowl (ultima vez foi numa derrota em 1985) talvez eu tenha um Revival com a NFL.

Mas apenas umas curiosidades para os que talvez assistam o jogo hoje. Aqui nos EUA, nesse Domingo para tudo. Novas TVs, cerveja tudo vende aos montes essa semana. Há milhares de Super Bowl Parties e pessoas que não tem o minimo interesse na Liga vê o jogo. É Super Bowl é sem duvida o evento esportivo de maior impacto nos EUA.

Mas tradicionalmente o Super Bowl decepciona em termos de jogo. Muitas vezes dá "goleada" e o jogo fica morno. Mas de vez em quando o jogo se decide nos ultimos minutos como a Zebra do NY Giants sobre o NE Patriots a 2 ou 3 anos.

Mas sabe o que é a maior atração do Super Bowl para metade dos telespectadores...? As Propagandas...isso mesmo...as Propagandas. O Marketing Americano é tão bom que eles conseguiram fazer com que as pessoas PROPOSITALMENTE fiquem sentados e ligados na TV atentamente...até mais ...nas propagandas do que no jogo. É que as propagandas no Super Bowl são quase sempre "estreias Mundiais" e bem provocativos ou engraçados. Loucura mas verdade. Minha esposa se recusa a assistir NFL ou Baseball e hoje assisti o Puppy Bowl no Animal planet. Um monte de filhotes de cachorros correndo e brincando num fake campo de football por 4 horas durante o jogo. Criaram o Puppy Bowl no canal Animal Planet para as pessoas que não aturavam mais a badalação do Superbowl. Já na Quinta Edição o Puppy Bowl provou ser um Hit.

Outra loucura é o show do Intervalo. Em cerca de 20-25 minutos total eles montam um palco, colocam instrumentos, caixas de som, uma Banda historica como THE WHO, eles tocam 2 ou 3 musicas,colocam 1000 pessoas no gramado para assistir de perto, desmontam o palco e o jogo recomeça. Tudo isso em 20 minutos.

Ah uns 10 anos a Janet Jackson tava cantando no Intervalo com o Justin Timberlake quando ele retirou um pedaço de roupa dela e um peito dela apareceu na TV. Foi um escandalo. Ridiculo mas escandalo. Desde entao todo show ao vivo tem 7 segundos de atraso para poderem evitar coisas assim. Parece que Americano até não gosta de Peitos? Quando vejo bobagens assim eu fico louco. Matar em Filme e seriado de TV é OK...mas um peitinho vai estragar as criancinhas? Por favor!

Isso vem da origem Americana, dos immigrantes originais que chegaram aqui lá por 1620. Os Pilgrams como eram conhecidos eram estremamente religiosos e conservadores e essa base é a que faz os EUA terem esse tipo de antitude. Não são todos é claro. Boa parte da população acha ridiculo isso como eu. Eu diria que 50% da População. Mas são os outros 50% em geral do Partido Republicano que pensa assim. Os mesmos do Partido do Bush que falam sempre em Deus, tem medo de Peitinhos mas gostam de guerra. Vai entender. Mas que fique bem claro, não é todo Americano que é assim. O Povo das regioes Urbanas são tipicamente mais liberais.

PS:

Outra loucura é a invasão atual de Estrelas Brasileiras Europeias no Futebol do Brasil. Ronaldo, Adriano, Robinho, Fred, Vagner Love etc... Loucura boa, pois é bom ver o Futebol Brasileiro voltar a ganhar estrelas. Mas não tão bom que nossos adversarios tão se fortalencdo, aparentemente. Bem que o Pato poderia voltar ao Inter até a Copa não?

PSS:

Quem me viu vestindo a Camisa 13 dos Dolphins no Brasil, aquela camisa que ja tenho a muitos anos era a 13 do Dan Marino um dos Melhores Quartebacks da Historia. So que a decepção dele é que ele nunca foi Campeão. No seu primeiro ano ele chegou ao Super Bowl mas perdeu para o 49ers. Mas na epoca (85) se imaginava que ele teria muitas outras chances. Mas até o fim da carreira 16 anos depois o Dolphins nunca mais chegou lá. Marino quebrou todos os recordes pessoais, mas nunca ganhou o Super Bowl. Esse video mostra alguns dos momentos de sua carreira, o cara jogava demais.