sábado, dezembro 31, 2011

Giuliano

Se Giuliano ir pro Grêmio é apenas mais uma prova que 99.9% dos jogadores jogam apenas com dinheiro na cabeça. E tambem que não entendem por completo a rivalidade GreNal.

Eu até entendo alguns casos, como Mauro Galvão que dedicou 7 anos de profissional no Inter mas que se criou Gremista. No Inter foi muito Profissional e até fez gol de bicicleta em GreNal para o Inter. Era até natural ele querer jogar um dia no Grêmio. O mesmo pode ser dito do Tinga, por acaso começou no Grêmio mas era Colorado desde criancinha.

No inicio da carreira jogadores como Galvão e Tinga tem que ir onde ele é aceito, onde tem chance para ele um dia ser profissional. Mas o dificil de aceitar é o jogador com passagem marcante em um para ir se vender no outro sem ter sido torcedor do rival desde pequeno. Casos como Christian e Manga ambos idolos no Inter que depois foram jogar no Grêmio. Manga na era Pre-Internet ainda escapou de criticas ao longo prazo. Boa parte dos Colorados hoje nem sabem que nosso goleiro Bi Campeão Brasileiro jogou no Grêmio em 79 inclusive contra o Inter na campanha do Tri Invicto.

O caso mais marcante desse tipo obviamente foi a do Batista como já escrevi essa semana aqui a semana dos 30 anos desse acontecimento. Batista era Colorado desde criança. Pior do que um idolo jogar no Grêmio, é um idolo sair do Inter direto para o Grêmio. Isso tem uma magnitude enorme. E aconteceu no caso Batista. Em retribuição ao Batista o Inter contratou o centroavante Geraldão direto do Grêmio (na verdade Geraldão não foi renovado pelo Grêmio para o desespero do Paulo Santana). Geraldão mataria o Grêmio no proximo Gaúchão com 5 gols historicos nas duas finais.

Tambem temos casos de jogadores que passaram pelo Inter mas não marcaram epoca. Esses a gente não liga muito, como Hidalgo ou até Rochemback que saiu jovem do Inter para o Barcelona mas que não deixou muita história no Inter. Deve ter varios outros exemplos da qual não lembro agora.

O dificil de entender mesmo é quando o jogador tem e fez história no Inter, não é Gremista desde criancinha e com dezenas de possiveis clubes pelo mundo acaba indo para o Grêmio. Isso não só é dificil de entender como é uma burisse incrivel. Tu queima tua história em um clube e dificilmente se tornará idolo no outro. Pergunte ao Batista.

Não sei se tem validade esses rumores do Giuliano. Na verdade se for jogar lá eu nem tô ligando muito. Ele não é tudo isso. Se fosse não estaria jogando num time da qual nunca ouvi lá no Leste Europeu. Mas como disse seria uma baita burrada dele. Isso é coisa de se esperar de um Walter CheeseBurger, não de um Giuliano. Vai jogar no Palmeiras, no Vasco, no Santos, no Cruzeiro e preserva parte de SUA história, não seja burro. Mas se o cara não tá nem ai para sua propria história a conclusão é simples; pra ele só importa uma coisa, dinheiro.

Por isso o mais simples é parar de idolatrar todos os jogadores e pensar como o gênio do cinema Alfred Hitchcock quando ele disse "Actors should be treated like Cattle" (Atores devem ser tratados como Bovinos). Ou em outras palavras o que importa é o Sport Club Internacional e não jogador A B ou C. Eles são apenas uma peça temporaria. São poucos, muito poucos que merecem nossa idolatria.