sexta-feira, dezembro 09, 2011

LIMPA GERAL

Antecipei meu post em algumas horas pra postar algo sobre as confusões no estádio entre as duas torcidas organizadas. Acho que sou o mais indicado para falar sobre o assunto, pois tenho algum conhecimento sobre os incidentes anteriores e sempre fui um defensor da torcida, inclusive realizei uma entrevista com o lider da popular e tentei fazer o mesmo com o outro lado , mas fiquei sem resposta.

Acho que a hora é agora! A torcida Popular teve papel importantíssimo nas grandes conquistas do clube, quem vai ao estádio sabe do que estou falando, sabe que desde que começaram as brigas por poder e dinheiro o Beira Rio perdeu o fator local, a pressão e o apoio durante os jogos. Eu apoio muito termos uma torcida organizada, que cante, apoie e siga o Inter onde ele for. O que não apoio e nunca apoiei foi uma pessoa se achar dona da torcida, ainda mais quando essa liderança vem através de medo e não de respeito. Não existem santos em nenhum dos lados, pois todos querem no fim poder e dinheiro. Afinal, se o propósito fosse apenas torcer porque brigariam? Chega de envergonhar o clube com brigas, bandeiras de partidos políticos e etc. Cara, temos que ter faixas com o nome do Inter, com nomes de Falcão, Fernandão, Dalessandro, e não de um torcedor "profissional". Seja ele da Guarda ou da Popular. Da FICO ou da 12...

Torcemos para o Inter e não para alguém ou um grupo!

A direção foi omissa sim durante todos os episódios e agiu somente agora quando descambou para facadas e etc.

Vamos ser claros, acabar com a baderna é muito fácil e simples:

- Quem não é sócio não entra mais no estádio Beira Rio! Cadastrem lá as digitais de cada um, e somente sócios entram no estádio. Brigou, fica suspenso, brigou de novo, aumente o tempo até ser o caso de exclusão permanente da associação. Isso é difícil de fazer? PQP é muito fácil, é só querer!!

Assim, além da limpa Mazembica pedida pelo Louis faremos uma limpa de baderneiros e vagabundos que não tem mais o que fazer senão brigar por poder e dinheiro das torcidas organizadas.

A medida é extrema? Sim, mas é a única saída!

Agora as vezes me pergunto porque sempre estes torcedores que cantam e levantam o estádio precisam ser violentos e descontrolados? As torcidas argentinas são um belo exemplo: CANTAM COMO NINGUÉM, PORÉM SÃO SINÔNIMOS DE DROGAS, BRIGAS, MORTES E DINHEIRO!

As Populares ultimamente estavam tão preocupadas em brigar que esqueceram de compor cantos... é só parar para pensar, qual foi o último canto de qualidade que surgiu? Acho que temos Camisa Vermelha, Oh Inter, Bi mundial e fim. O resto é uma coisa chata de escutar e simplesmente impossível de cantar. Não animam estádio e jogadores, dão sono!

O correto não é proibir as torcidas de entrarem e sim proibir os baderneiros! SIM É POSSÍVEL IDENTIFICÁ-LOS E BARRA-LOS!!! O problema é que nosso Presidente de araque não consegue administrar uma carrocinha de churros, imagina um clube...

LIMPA JÁ

FORA BADERNEIROS!!