terça-feira, novembro 08, 2011

Eis aqui um vivo

Falta algo ao Inter, como disse o Louis. Sim, faltam vários "algos". Falta uma direção que saiba onde quer chegar e, mais importante, onde está. Falta confiança, determinação e coragem, embora até haja vontade nos jogadores. Falta um técnico com coragem de vencer e que use pra isso o que tem de melhor. Falta uma torcida unida entre si e ao time. Falta um pedaço do estádio, um pedaço de nossa casa. Quem deixa sua casa assim, ferida por tanto tempo, não sabe o que quer ou o que faz. A sabedoria diz "mens sana in corpore sano". Hoje, nem temos uma mente sã, nem um corpo são. Há muito a corrigir. Mas estamos vivos. Só não podemos estar contentes.

Libertadores é obrigação. Esses jogadores que tratem de crescer e garanti-la. E a torcida tem que continuar apoiando, mas a diretoria, em contrapartida, deveria baixar os preços dos ingressos, como um gesto de agradecimento.

A música abaixo, diz muito do momento do Inter, mas especialmente da atitude que espero de quem está lá.

--
Vivo
Lenine



Precário, provisório, perecível;
Falível, transitório, transitivo;
Efêmero, fugaz e passageiro
Eis aqui um vivo, eis aqui um vivo!

Impuro, imperfeito, impermanente;
Incerto, incompleto, inconstante;
Instável, variável, defectivo
Eis aqui um vivo, eis aqui...

E apesar...
Do tráfico, do tráfego equívoco;
Do tóxico, do trânsito nocivo;
Da droga, do indigesto digestivo;
Do câncer vir do cerne do ser vivo;
Da mente o mal do ente coletivo;
Do sangue o mal do soro positivo;
E apesar dessas e outras...
O vivo afirma firme afirmativo
O que mais vale a pena é estar vivo!

É estar vivo
Vivo
É estar vivo

Não feito, não perfeito, não completo;
Não satisfeito nunca, não contente;
Não acabado, não definitivo
Eis aqui um vivo, eis-me aqui.