quarta-feira, novembro 11, 2009

Leituras Coloradas


Nos últimos dois meses, adquiri três livros sobre o Internacional, lançados recentemente. Esperava que o ano do Centenário provocasse um “boom” de publicações sobre o clube, mas o mercado editorial não nos presenteou com muitas opções, predominando as edições especiais de revistas.

Mas vamos aos livros: vou fazer um rápido comentário, para que colorados e admiradores do futebol que ainda não conhecem as obras possam ter mais informações para decidirem se vale a pena o investimento.

BRAGA, Kenny. Rolo Compressor: memória de um time fabuloso. Porto Alegre, JÁ Editores, 2008, 2ª ed, 198 p.

Kenny, neste livro, buscou traçar um relato do Rolo Compressor, analisando a vida do clube entre 1939, ano da estréia de Tesourinha, e 1949, sua última temporada pelo clube. Alguns pesquisadores limitam a existência do Rolo Compressor entre 1940 e 1945, os anos do hexacampeão, mas eu, pessoalmente, prefiro a delimitação proposta pelo Kenny.

O livro tem interessantes informações sobre esse período vitorioso da história do clube, especialmente em relação aos técnicos do Rolo, e situações de vestiário, que levaram à demissão ou contratação de novos comandantes. Muitas destas informações foram novidades para mim. Também há detalhes sobre algumas partidas, havendo aí algumas incorreções quanto a datas, escalações e artilheiros, mas que em nada comprometem a qualidade da obra. Também destaco as excelentes biografias de 25 personalidades coloradas, incluindo jogadores, técnicos, os torcedores Vicente Rao e Charuto, e a cabrita Chica. Vale a pena mencionar também as dezenas de fotos, em sua maioria diversas daquelas imagens mais comuns do Rolo Compressor.

FISCHER, Luís Augusto. Dicionário Colorado: 100 anos em 100 verbetes. Caxias do Sul, Belas Letras, 2009, 224 p.

Este é um autêntico livro de torcedor. Fischer formou seus verbetes com jogadores, dirigentes, títulos, equipes históricas, gols marcantes, curiosidades, partidas inesquecíveis, etc. Não é um livro que busque um rigor histórico nas informações (alguns dados apresentam equívocos), nem foi fruto de longa pesquisa em fontes primárias, mas tem um texto leve e agradável.

Provavelmente, alguém que conheça um pouco mais que a média sobre a história do clube, não encontre novidades, mas para aqueles torcedores que conhecem pouco da nossa história, ou mesmo torcedores de outras equipes, vão encontrar uma ótima fonte de informações, mesmo que resumidas, que poderão despertar maiores curiosidades, levando o leitor a buscar fontes mais aprofundadas.

BESTETTI, Ricardo Luís. O Internacional e suas conquistas pelo mundo: o almanaque dos jogos internacionais. Porto Alegre, Ideograf, 2009, 104 p.

Esta é uma obra interessante para torcedores, pesquisadores e admiradores da história do futebol, sejam colorados ou não. O livro dedica-se aos jogos internacionais do Colorado, sejam amistoso, válidos por torneios extra-oficiais ou competições oficiais. Nos campeonatos, oficiais ou não, estão relacionadas também as partidas contra adversários brasileiros. São 337 partidas, atualizadas até agosto de 2009. Apenas as duas partidas contra o Universidad de Chile, pela Copa Sulamericana deste ano, não estão ali.

Destaco no livro dois pontos:
1) um breve histórico de cada competição, seja ela oficial ou extra-oficial, onde consta quantas edições foram disputadas, que outros clubes brasileiros foram vitoriosos, etc. Perfeito para quem quer saber um pouco mais sobre o Torneio de Inauguração do Olímpico, Copa Confraternidad, Torneio Villa de Madrid ou Copa Wako Denki, por exemplo.
2) 54 páginas com as fichas completas das 337 partidas disputadas pelo Internacional: resultado, escalação, estádio, juiz, artilheiros, enfim, todas as informações relativas aos confrontos.
Além disso, o livro ainda apresenta fotos de todos os troféus conquistados pelo clube em torneios internacionais, oficiais ou não. Vários destes troféus provavelmente são desconhecidos da imensa maioria da torcida (eu mesmo só conhecia os troféus das competições mais badaladas, como Libertadores, Mundial, Joan Gamper, etc.).

Enfim, em tempo de Feira do Livro em Porto Alegre, espero ter colaborado para sugerir leituras coloradas ao leitores do Blog Vermelho. Afinal, se é bom ler sobre o nosso Internacional na internet, também é muito bom ler sobre o clube em momentos de lazer, longe do computador.