terça-feira, novembro 03, 2009

Não Há Nada de Novo

Postado em 04/08/2009

Infelizmente, percebo no Inter uma certa dificuldade em planejar o seu futebol para toda a temporada, sem padecer com tantos altos e baixos. Por mais que se sofra com a simultaneidade de outras competições, com as convocações para seleções principal e de base e com a maldita janela de transferências, um grande clube, que conhece o seu calendário de jogos e o seu grupo de jogadores, tem que se preparar para minimizar tantas interferências. Como? Priorizar efetivamente a competição mais importante do ano, já seria um bom começo.
(http://bolavermelho.blogspot.com/2009/08/consideracoes-sobre-planejamento.html)


Postado em 28/07/2009

Na verdade, fica claro que a grande prioridade sempre foi apenas a vaga na Libertadores. Foi tentada na Copa do Brasil, mas não veio. Mas o título do Brasileirão, aquele para o qual éramos citados como favoritos no início do campeonato por 10 entre 10 jornalistas do centro do país, bem, esse parece mesmo que nunca foi a verdadeira prioridade. Lamento muito, pois penso que é o que deveria ser.
(http://bolavermelho.blogspot.com/2009/07/respostas-de-inverno.html).


Postado em 14/07/2009

Mais uma vez, perdemos o rumo ao errarmos o foco. Priorizamos aquilo que deveria ser secundário. Acreditamos no jeitinho, no caminho mais fácil, no atalho. Pois aí está. Baita atalho! Agora atolou o jipe e temos que dar meia-volta rumo à estrada principal.

E não se alegue como desculpa o desgaste decorrente do acúmulo de jogos. Primeiro porque o calendário (horrível, é verdade) é conhecido desde o início da temporada.

(http://bolavermelho.blogspot.com/2009/07/que-desgosto.html)


Postado em 21/07/2009

A ambição é o que move um grande clube de futebol. Aliás, uma das medidas dessa grandeza é justamente a cobrança que sua torcida faz. Comemorar, celebrar, festejar títulos do passado é importante, mas quem vive de passado é museu. É preciso ter a constante ambição de renovar esses títulos.
(http://bolavermelho.blogspot.com/2009/07/placa-luminosa.html)


Todos esses trechos de posts publicados aqui, ao longo de 2009, poderiam ser compilados num único texto e, ainda assim, ele seria atual. Porque os equívcos foram se tornando claros e os resultados deste final de temporada nada mais são que a consequência lógica das ações adotadas. Trata-se de mais pura e simples relação de causa e efeito. Chato, muito chato! Não há nada de novo. Absolutamente nada!

Será que em 2010 vai continuar tudo igual?