domingo, abril 25, 2010

REVIRAVOLTA NA RIVALIDADE GRENAL


Nas ultimas decadas ouve uma mudança radical, estranha e invertida na vida Grenal.

Fotos e pessoas confirmam que nos anos 60 e 70 por exemplo era até comum torcedores da Dupla sentarem civilizadamente ao lado um do outro em Grenal. Se não misturado ao menos sem grade e sem metros de espaço entre as tocidas. Em minha experiencia (meu primeiro Grenal foi em 79) enquanto a torcida em geral ainda praticava atos vulgares (olha o mijo!) e tratava mulheres como putas, brigas e mortes era menos comum. Mas naquela epoca, anos 80 já dava pra ver o fogo aumentar. A Fronteira entre as torcidas já começa a ser um lugar de risco e a cada Grenal a coisa piorava. Tudo isso até chegar agora ao ponto onde se prescisa deixa um clarão no estadio protegido por grades e policiais. Chegou ao ridiculo.

Estranhamente, com jogadores a relação é revertida. Naquela epoca jogador do Inter e jogador do Grêmio não eram amigos de balada ou churrasco. Mantinham distânica, mas hoje ao contrario da torcida, os atletas muitas vezes saiam do estadio e vão se divertir com o colega do outro time.
Porque essa mudaça em caminhos opostas da torcidas e dos atletas?

Pensando bem, não tenho problema algum com isso de jogador rival ser amigo. Eu tenho amigos que quando a gente joga algum esporte a rivalidade é muito maior do que se não fossemos amigos. Então acho que isso só motiva mais o jogador pra ganhar do outro. Bom pro espetaculo.

Já o caminha da violencia das torcidas é ridicula. Ontem no jogo entre New York e Philadelphia que fui assistir foi como viajar pros anos 60. Existe uma enorme rivalidade entre as duas cidades em todos os aspectos e com todos os time de todos os esportes mas ontem ali estava uns 500 torcedores do Philadelphia na Superior cantando e torcendo, sem grade, sem policial por perto.

A torcida da Dupla e de rivais no Brasil tem que achar esse caminho novamente. Os clubes tem que ajudar tambem, não so fazendo camisetas mas em açoes no estadio. O exemplo tem que ser feito com setores com Familias e crianças tudo misturado pra mostrar que brigar e matar por clube de futebol é sinal de idiotice total. Tem que começar a educar os torcedores do futuro o que nao é muito dificil e banir os baderneiros por total dos estadios.

É lindo ver um estadio quase todo vermelho com a area gremista azul. Mas é feio quando há milhares de lugares vazios entre essas duas cores.

Mas hoje com ou sem espaço nosso Colorado precisa de uma vitória boa pra tranquilizar para o jogo no Olimpico, derrota ou empate dará praticmente o titulo ao Grêmio. Por isso um 2 a 0 hoje estaria otimo.

Dica de Cinema:

Pra quem quer ver o lado escura da rivalidade entre a torcida de New York e a torcida de Philadelphia e o extremo que torcedores podem chegar vale a pena conferir esse otimo filme chamado THE BIG FAN (2009). Qualquer torcedor de qualquer time vai conseguir se identificar nesse filme. Trata-se de um torcedor doente do NY Giants da NFL. Ele não só ama seu clube como odeia o rival Philadephia Eagles. A Vida do cara é Football, chega a ser mais importante do que trabalho ou familia. Aí um dia ele encontra o seu idolo numa boate......bom e o que acontece a partir daí deixo para vocês assistirem. Conferem vale a pena.