quinta-feira, outubro 13, 2011

Título e vontade

Resumindo o resultado de hoje: um empate frustante nem um pouco positivo. O Inter, apesar de ter jogado bem, me fez sentir ainda mais falta do nosso craque Damião. Ficamos empacados com a falta de um ataque presente. Isso acaba atrapalhando nossas projeções e me faz sonhar menos.

O domingo passado serviu para me dar ainda mais esperanças de que o colorado poderia ser campeão. Ainda temos chances, a meu ver. O Corinthians, atual líder está 7 pontos a nossa frente, mas ainda vai jogar essa noite. E vai jogar contra outro time que está na nossa frente, o Botafogo. Os menos esperançosos podem até torcer pela vitória do Corinthians, para que fiquemos mais próximos de desbancar o Botafogo e entrar na Libertadores. Porém, o mais racional é torcer por um empate.

É muito importante que nessa reta final não deixemos a peteca cair - e quase caiu hoje. Temos que aproveitar a volta do Ilsinho, que já cheou jogando bem, e torcer pra que o Zé Roberto (que se machucou de novo) volte logo. Mas nada é mais importante do que o Inter ficar totalmente focado agora.Não na vaga pra Libertadores. E sim na conquista do Brasileirão.

O Inter é um time grande e precisa de grandes pretensões. Ainda há chances de título. Sendo bastante otimista, desses últimos oito jogos, precisamos ganhar cinco. Nossos próximos jogos vão ser difíceis. Dos 9, 4 são contra times mais bem colocados que nós, 4 contra times da parte de baixo da tabela e o clássico.

Os times de baixo, vem desesperados para não cair, mas o Inter tem a obrigação de vencer de qualquer jeito. Os de cima vem sedentos pelo título, e se ganhamos do Vasco de goleada, também podemos ganhar deles. E o Grenal, pensem que o Grêmio já está "morto" na Sulamericana (que alegria!).

É possível. Não tanto. Mas o Inter só depende do seu querer. Lembrando que nós estamos correndo por fora e acho que a maioria aqui já notou o que acontece quando o Inter não é favorito (Mundial e Libertadores 2006...) e quando o Inter é favorito (Mazembe, Libertadores 2007 e o último Grenal).