segunda-feira, julho 26, 2010

Copa BV: Round 5

Candidato # 7 vence candidato # 8 por uma pequena margem. Assim os primeiros 4 classificados são: #1, 4, 6 e 7. Vamos ao proximo round. Leiam e deixem seu voto para o melhor texto. Lembrando que os Textos foram escritos a mais de uma semana.

BLOGUISTA #9

O Inter na Semi da Libertadores: Fatos Novos

Como na campanha eleitoral, onde qualquer "fato novo" serve para Datafolha e Ibope ajustarem, digo, divulgarem seus números (para dar uma ajudazinha ao candidato Serra), o Internacional de Porto Alegre anda precisando de fatos novos.

Após o 1º Annus Mirabilis (Ano Miraculoso) de 1665-1666 - Issac Newton - e o segundo, de 1905 - quando Albert Einstein publicou a Teoria da Relatividade Restrita - tivemos o 3º Annus Mirabilis (o maior de todos!) quando conquistamos a Libertadores da América sobre o São Paulo, tri-campeão da Libertadores e Mundial, e depois o Mundial Interclubes, sobre o Barcelona, na época o melhor time do mundo (de sobremesa, sobre o jogador que foi o Melhor do Mundo em duas oportunidades, Ronaldinho Gaúcho, maior ídolo dos Azuis).

De lá para cá, tirando uma Recopa ali (2007), uma Sul-Americana lá (2008) e uma Copa Suruga Bank acolá (2009), parece que os dirigentes e jogadores desaprenderam a dirigir/jogar (leia-se: perderam o tesão!). Como todo início de ano, torcedores e cronistas esportivos tentavam explicar/encontrar as causas dos seguidos fracassos. E parece que os dirigentes prestavam atenção nisso, mas ao invés de tentar "arrumar a casa". faziam exatamente o contrário.

Soberba, arrogância, empáfia, Dirigentes empresários? Será? E, por causa disso, Jogador "X" ou "Y" não pode sair do time titular - mesmo em decadência física e técnica - senão os dirigentes não recuperam seu investimento? Será que o Internacional virou um simples balcão de negócios, movido à interesses pessoais - leia-se: grana?

Continuaremos falando disso por anos e anos, mas não agora. Chega do Passado. Com a chegada de Celso Roth, precisamos de fatos novos. Viver o Presente. Sonhar o Futuro.

Tinga, Renan, Sóbis, voltando ao lugar de onde os Colorados acreditam que eles jamais deveriam ter saído. Houve perdas pelo caminho, claro. Talvez a maior delas, o Capitão América, Fernandão, agora do outro lado, ombreando o posto de jogador mais importante do SPFC com Rogério Ceni (aquele que sempre ao tomar um Gol, levanta a mão pedindo impedimento...).

Não importa. Capitão América mora em nossos corações, mas agora é a hora de Tinga, Renan, Sóbis, Guiñazú, D'Alessandro, Fabiano Eller, Bolívar, Abbondanzieri... é a hora dessa Legião Estrangeira lamber as feridas e seguir em frente. Estamos na Semifinal da Libertadores da América! Hoje, é bom lembrar, estamos entre os 4 melhores times do Continente!

Vamos lá, Celso Roth, Gaúcho de Caxias! É a tua hora, a tua grande oportunidade! Outra como essa não haverá! Bole os esquemas mais loucos, inspire-se no Carrossel Holandês, no Pragmatismo Alemão, na Raça Argentina, no Talento Brasileiro, não importa, faça com que os jogadores suem sangue, faça-os treinar em dois, não, três turnos! Dê um "Boa Noite-Cinderela" ao Alecsandro às vésperas do Jogo, coloque salmonela na maionese do Taison, sei lá, monte um time decente, com garra, brio, vontade de vencer! Lembre-se, para os jogadores desinteressados, é apenas mais um jogo, ganhando ou perdendo eles receberão o salário ao final do mês. Evite esses! Tenha em mente que é o teu futuro, apenas teu, que está em jogo.

A Copa do Mundo está no seu final, as Vuvuzelas estão silenciando, logo todos os olhares do Mundo estarão voltados para Sport Club Internacional x São Paulo Futebol Clube, dois legítimos Campeões do Mundo, Maragatos x Bandeirantes.

Celso Juarez Roth, tu quer ter teu nome escrito nas Paredes da História como "Cavalo Paraguaio" (desculpem, irmãos Guaranis!) ou como "Campeão da Libertadores 2010 e Campeão do Mundial de Clubes 2010"?

Procure os fatos novos! Crie-os! Invente-os! Desculpe usar tantas exclamações, mas esse é o momento, cara! Faça promessas, diga que vai raspar todos os pêlos do corpo, mudar de sexo (sugestão: Sexy Hooter!), sei lá. Prometa que vai largar o futebol ao final do ano. Prometa que vai cruzar a América de joelhos.

Queremos ver sangue no gramado, entrega, dedicação. Queremos 11 Guiñazús na marcação, 11 Tingas na armação das jogadas, 11 Sóbis no Ataque. Faça a tua parte e exija que os jogadores façam a deles. Nós já estamos fazendo a nossa! Estamos contigo!

Até a Vitória!

BLOGUISTA #10

A FOSSATITE E CELSO ROTH

A odisséia do Inter até agora nessa Libertadores não tem sido fácil. Diversas e diversas vezes passamos com a bermuda e a calça social na mão. O Inter, infectado por Fossatite, sofre dos principais sintomas: futebol burocrático, retranca do capeta e algumas complicações individuais, como Walter, que acabou com molequismo. Só teriam duas coisas a fazer, fechar a Lancheria do Bola ou vendê-lo. A direção fez o certo (sem essa de fechar a lancheria, o xis é bom) e ainda conseguiu um lucro abismal em relação a um jogador mediano como o Walter. Se tivesse a cabeça (de cima e de baixo) no lugar e soubesse falar, poderia até dar resultado. Molequismo, junto com Fossatite, se mostrou um caso fatal.

Mas o Walter passou longe de ser o único problema do Inter. Ainda temos Índio, que topa ir pra qualquer buraco se tu disser "tem cerveja". Foi parar até na casa do Leandro do Grêmio. D'Alessandro é um jogador com raiva muito mal canalizada. Ao invés de descontar na bola e ajudar o time a vencer, prefere "destruir" o time adversário. Os problemas seguem desde o dia que pisou no Beira Hell.

As seqüelas do que restaram da Fossatite talvez não seja tão simples de curar. Ela fora instalada assim como se instala o Windows no computador. Para consertar, precisaria ser formatado o sistema. Celso Roth veio aqui para isso. Quer dizer, Celso Roth. Quando fiquei sabendo que ele era o substituto a primeira coisa que pensei foi "macacos me mordam, o que é isso". Depois de 10 minutos xingando Deus, o Diabo, a mãe e o mundo, além das lágrimas, comecei a raciocinar e lembrei-me de como nosso novo técnico é bom de arranque. Formou bons times com Vasco (em 2007, senão me engano), Grêmio e Atlético MG. O problema é que a coisa degringolou depois. E ele acabou não conquistando nada.

Mas o Abel também não. Abel foi desvirginado com a Libertadores. Acabou levando o mundo para casa de brinde. Agora treina na Ásia ganhando 10x mais e jogando uma vez por semana. Sem contar que Celso Roth ainda tem reforços "old school". Rafael Sóbis, Renan e Tinga.

A questão é colocar os três para jogar. Só. As chances da CBF liberar os jogadores é grande. Ainda mais que o São Paulo quer se aproveitar dessa janela também.

Nos amistosos e jogos-treinos (procuro alguém que me diga a diferença entre eles) deu para se ver um time que não faz gols. Nenhum, ou quase nenhum. Fugiram os números da minha cabeça agora. O problema é facilmente perceptível. Jogamos com 10. Tem algum tipo de pedra, poste, ou boneco de posto lá na frente, que ainda por cima é metido! Certo que a culpa não precisa ser 100% dele, mas uns 50% vai. O problema também é simplesmente “resolvível”: coloquem fogo no rabo desse bicho preguiça ou troquem-o. Só. O resto só precisa engrenar.

Celso Roth veio firme até aqui. Colocou ordem na casa e dispensou seleções furadas. Ele quer ver Inter. Há tempos eu não via um técnico que quer ver o Inter. No meio de tantos fanfarrões, finalmente o comprometimento que, senão me engano, tanto pediu o pastor (que fique longe).

Olhem pelo lado bom, pelo menos ele ainda não brigou com a imprensa.