terça-feira, julho 20, 2010

Libertadores: Reforços Já Nela!

Uma vez eu estacionei meu carro em frente a um local onde havia uma placa indicando que era proibido estacionar, pois se tratava de entrada e saída de veículos. Eu conhecia bem o local e sabia que era um terreno onde funcionara um estacionamento, mas que já estava desativado e com o portão fechado, havia mais de um ano. Fui multado, recorri e ganhei. A multa foi anulada.

Existe uma coisa chamada finalidade do ato administrativo. A Administração Pública, para agir, deve atentar para a finalidade daquilo que está sendo feito. A sinalização que proibia estacionar naquele local havia perdido o sentido. Uma vez desativada a entrada e saída de veículos, não fazia mais sentido a proibição de estacionar. A sinalização existia, era visível, mas não fazia sentido, assim como a multa que me fora aplicada. Por isso, meu recurso foi acatado.

Nem de longe a administração da CBF atende ao Princípio da Finalidade, nem mesmo tenho a ilusão de que alguma argumentação lógica e racional tenha sido o que convenceu a entidade a antecipar a abertura da janela de transferências de jogadores do exterior para atuarem nos times brasileiros após a Copa do Mundo. As razões, seguramente foram outras. De qualquer forma, o que quero salientar é que a abertura da tal janela, na sua data inicialmente estipulada, não fazia o menor sentido, não tinha razão de ser, assim como aquela placa de trânsito que certa feita eu desafiei. A temporada europeia acabou antes da Copa do Mundo e nosso clubes já estão em atividade. Não havia sentido em ter que aguardar até agosto para contar com os reforços vindos de fora do páis.

Então, nós, colorados, não temos nenhum motivo para nos sentirmos envergonhados por uma possível “virada de mesa” que nos estaria favorecendo às vésperas da semifinal de Libertadores. O São Paulo, nosso adversário brasileiro, também poderia e, ainda pode, contratar reforços do exterior.

Mas é claro que ninguém vai contar uma história comprida e complexa como essa da placa de trânsito, para contrapor aquele gremista chato que agora tá incomodando com esse papo de virada de mesa. Na verdade, nem precisa. Os gremistas sabem muito melhor que nós, que não se trata de virada de mesa. Na verdade, o que eles querem é que nós acreditemos nisso, nos sintamos constrangidos, envergonhados. Bobagem!

O que realmente importa é que a janela está aberta e por ela entrarão Tinga Sóbis e Renan. Nas nossas casas coloradas, essa abertura só traz esperança e felicidade. O frio, a umidade e o vento, entrarão pela janela da casa dos gremistas e sãopaulinos. É por lá que essa abertura de janelas provocará verdadeiros calafrios.

Pois bem, façamos bom uso dos nossos novos/velhos contratados. Tinga, Sóbis e Renan, sejam bem-vindos de volta à nossa barca. Ah, sim, e claro: podem sentar na janelinha!