quinta-feira, janeiro 06, 2011

Rolinho

Enquanto não ouvimos falar em contratações, cabe começar a analisar o Rolinho do Inter (não gosto de chamar o time de "B", pois B é para os lados da azenha), que está iniciando os preparativos para o Gauchão. Importante observar os jogadores deste elenco, pois muitos deles podem ser promovidos ao time de cima. Mas também não se pode ter a ilusão que as soluções para o problemas do time saiam do grupo que iniciará as disputas do regional.

Muitos deles dispensam apresentações, caso do goleiro Muriel, pois já sabemos de sua capacidade técnica e muitos querem vê-lo no gol do time principal. O goleiro faz parte dos atletas que caíram nas graças da torcida. Assim como Guto, Marquinhos, Dalton e Talles Cunha, que estão entre os nomes mais conhecidos e que muitos esperam despontar em breve. Outros nomes também podem contribuir para uma alavancada do time no regional. Isso sem esquecer de atletas que já passaram pelo time principal, caso do Mineiro e Ronaldo Conceição, além do zagueiro Rodrigo, que parece, finalmente, poderá jogar. E tem ainda o Bustos, aquela ferida que está tirando dinheiro do clube.

Os testes para este time estão iniciando. Canoas, Juventude, portanto, importante observar o comportamento do time no campeonato. Até porque são eles que defenderão as cores do Inter antes de algum jogo do time titular.

Tio Jorge
Perder um familiar é, com certeza, algo muito ruim. Na quinta-feira da semana passada, meu tio Jorge morreu vítima de um câncer. Aliás, na verdade, o cara descansou, pois estava sofrendo muito.

Além de ser um parente querido, era um dos colorados mais fanáticos que conheci. Tanto que fiz questão de dar uma bandeira do Inter para colocar no caixão dele. Lembro que era um desejo que ele havia me confessado quando já estava bem doente. Aprendi com ele a ser mais colorado e nunca perder as esperanças de grandes conquistas.

Que o espírito do Tio Jorge ajude a iluminar a cabeça de alguém da direção para fazer contratações certas!