terça-feira, janeiro 25, 2011

Usados e Seminovos

Tem um amigo meu que tá com um problemão! Faz alguns anos que ele passou a ganhar mais e resolveu investir em automóveis. Rapidinho a frota dele cresceu. Ele tem mais de 60! Acontece que muitos deles ficam parados. E o custo dessa frota toda é muito pesado!

Ele tem vários carros bons, mas muitos deles já estão meio velhos e rodados. Não apresentam mais o mesmo desempenho de antes. O consumo tá alto e ainda tem o IPVA. Alguns terminam ficando muito tempo sem rodar e também acabam se desvalorizando. E carro parado não consome combustível, mas ocupa garagem. Daí tem o aluguel.

O fato é que agora ele se deu conta que não faz sentido manter uma frota tão grande. Se o negócio dele fosse revenda de automóveis, tudo bem, mas ele precisa dos carros é para andar. Então, percebeu que tá na hora de se desfazer de alguns carrinhos, só que não tá fácil.

Tem carro importado que já tá desvalorizado. Tem seminovo que veio com defeito de fábrica. Tem uns usados populares que pra revender, tem que ser a preço de banana. E por aí vai.

Na realidade, ele primeiro tem que definir quais são os carros realmente bons, que valem a pena manter. Depois de fazer essa triagem, tem que correr atrás de interessados e fazer as contas, se vale mais trocar as latas velhas por pouca grana ou continuar arcando com as suas despesas.

Finalmente, tem que se dar conta de que se neste ano ele continuar ganhando bem, não adianta nada sair torrando tudo sem critérios que a situação financeira vai voltar a apertar. Ainda mais agora que ele também tá gastando os tubos pra reformar a casa.

Mas esse meu amigo, acho até que tá bem. Brabo mesmo é o vizinho dele, que já ta sem carro há algum tempo, esta semana perdeu a moto e se bobear vai ficar até sem bicicleta. Bom, mas aquele lá que vá a pé. Já deve estar acostumado.