quinta-feira, março 17, 2011

A fase é boa

Muito fácil falar quando a fase do time, pelo menos na Libertadores é boa. Corneta tem que ser dada quando a fase é ruim e os resultados não estão agradando. No entanto, neste momento, cabem elogios ao time e a atuação ontem, diante do Jorge Wilstermann, fora de casa, na goleada por 4 a 1.

O Inter vai indo de vento em popa na competição. Não fosse o deslise nos descontos no empate com o Emelec lá no Equador, estaríamos com a melhor campanha, ao lado do Junior do grupo delas. No fraco grupó que pegamos, o Emelec é o melhor, mas temos tudo, como foi dito lá no sorteio das chaves, para termos uma das melhores campanhas nesta primeira fase da LA.

Nove gols marcados, a maioria deles dividiso entre Bolatti e Damião. Meio campo jogando com qualidade e boa movimentação do ataque. Há, sim, problemas, como a lateral direita e deslizes na defesa.

O time tem mostrado as garras, pois a melhor maneira de mostrar quem é quem é jogando como o dono do título e, no casos das duas vitórias na competição, com goleada. A atuação na partida contra o Jaguares não foi boa, mas o resultado, excelente. Diante do Emelec, uma baita atuação, mas o resultado não foi dos melhores, levando em consideração a história do jogo.

Já ontem, apesar do susto inicial, nem parecia que o time jogava na altitude. Lauro, meia boa, mas ainda é o melhor goleiro no Beira. Rodrigo e Sorondo não inspiram muita confiança, nem foram muito acionados. Nei, uma naba e Kléber, quando vai para a frente leva perigo aos adversários. O meio campo liso, com o Oscar mandado muito bem. Tinga voltando aos poucos a achar seu futebol. Guiña seguro e com uma baita cruzamento para o Damião. Bolatti, dono da posiação. Zé Roberto fominha e fez faltas bobas, mas no contexto geral, foi bem. E Damião, é o cara! Sem comentários. Acho que Sobis ou Cave para o lugar do Zé é o que melhor pode ser feito. E a saída do Tinga para manter o Oscar quando o D'Ale voltar? Também seria uma boa opção. É bom que Roth faça isso, pois está convivendo com a sobra do Muricy...

Para os próximos jogos na Libertadores, não se pode duvidar de nove pontos somados. Em casa dá para fazer tranquilamente os seis pontos. Contra o Jaguares, fora, também dá para apostar na vitória. Temos tudo para, ao lado do Cruzeiro, chegarmos nas cabeças. Pelas campanhas que os outros times estão fazendo nesta primeira fase, são garndes as chances de encararmos uma pedreira logo nas oitavas. E que venham as pedreiras.