sexta-feira, março 25, 2011

Pedaço do Bolo

Uma das ligas mais bem sucedidas do mundo se não A MAIS bem sucedida é a NFL e a NFL divide exatamente igual para todos os clubes o dinheiro vindo de contratos de TV. Até camisas oficiais de clubes a renda é dividida entre todos os clubes. A Renda do jogo é 60-40 para o time de casa. Alem disso tambem existe um teto salarial para os jogadores. Tudo isso é feito para fazer um campeonato equilibrado, porque eles sabem que se isso não existisse haveria um desequilíbrio entre times das grandes cidades e outros de mercados menores. Em termos de titulos o maior vencedor é o Steelers de Pittsburg (uma cidade relativamente pequena) com 6 titulos. Com Dallas e San Francisco com 5 e a pequena Green Bay com 4. 14 dos 32 clubes nunca ganharam o titulo (em 44 anos de Super Bowl)

Mas nem tudo é rosas na NFL e nem todos estão satisfeitos com isso. É claro os clubes grandes gostariam de ficar com mais do seu dinheiro. Interessante que isso acontece logo aqui nos EUA o País que gosta de se proclamar Capitalista e a palavra Socialista é usada quase como palavrão. Mas algumas coisas na NFL não são divididas como vendas de bebida e comida nos Estadios e tambem as areas VIP e Camarotes ficam com o clube de casa. Isso fez com que alguns clubes construíssem estadios novos com mais areas VIPS e menos cadeiras comuns.

Agora, exatamente nesse momento a NFL corre risco de não ter sua temporada de 2011 por causa de greve. Os jogadores estão em negociações com os clube para seu novo contrato e todas essas coisas estão na mesa.

Enquanto isso no Baseball, o esporte mais tradicional do País, Revenue Sharing como é chamado a divisão de grana sempre foi considerado Tabu. Isso até 2002 quando um estudo fez com que a Liga começasse uma versão mais Lite de Revenue Sharing. Foi constatado que uma pequena lista de 7 times dominavam a liga ano apos ano, especialmente o NY Yankees que tem 27 titulos Nacionais, o segundo colocado tem 10. 22 Times tem no maximo 3 com quase todos com 0 a 2 titulos. Com isso uma divisão de renda começou a ser feito. 31% da grana de cada Clube vai para o bolo (lembrando que na NFL é quase tudo). A grana de TV de acordo com esse novo contrato fez com que times MENORES ganhasse MAIS que os grandes (do contrato da TV). Por enquanto nessa decada de revenue sharing no Baseball os resultados em campo não tem melhorado muito para os times pequenos,mesmo com o fluxo de grana a mais entrando. (Alguns pequenos, contraríando o esperado, gastando menos em contratações percentualmente do que recebem do bola...algo muito criticado).

O que nos tras a questão do Futebol Brasileiro. Será que se o Corinthians e Flamengo receber MUITA GRANA a mais que o resto eles vão virar o "Barcelona e Real" do Brasil? Os resultados no esporte Americano e no futebol Europeu indica que possivelmente sim. Mas isso tambem depende da competência de quem está no comando do clubes...se eles sabem usar essa grana extra. Se eles contratam bem ou queimam tudo em alguns grandes nomes que depois não pagam dividendos.

Mas o certo é que é muito arriscado. Nos não queremos ser para o Corinthians e Flamengo o que o Pelotas e Caxias é para a Dupla Grenal. Perderia toda a graça. Sem duvida pelo tamanho maior das torcidas desses clubes eles até merecem mais dinheiro de TV pois terão mais torcedores vendo as propagandas de TV, mas a diferença não pode ser um absurdo.

Se já é difícil ganhar um Brasileirão em cima desses clubes com a ajuda do Apito, imprensa e CBF, imagina se eles ganham 50 Milhões a mais por ano em TV.

O que vocês acham. O que é justo? Revenue Sharing seria justo na Primeira Divisão? Ou quem sabe tudo independente mas entre certos parametros?

PS: Coitado do Sorondo, com a idade dele isso pode até acabar com a carreira. Será que grama sintetica ajudou a causar a lesão?