terça-feira, março 15, 2011

Proposta e Impressões

A proposta protocolada pelo Convergência Colorada junto à Secretaria do Conselho Deliberativo do Sport Club Internacional para a Reunião da noite de ontem, considerou, tomando por base o conjunto dos debates já realizados e as informações trazidas acerca dos modelos de financiamento do Projeto Gigante Para Sempre, que as propostas até então apresentadas não atendiam aos interesses do Internacional.

Assim, propusemos que o Conselho autorize a alteração da forma de financiamento das obras de reforma do Beira-Rio para um modelo de parceiria, desde que observadas as seguintes condições:

1) Garantia de ampla concorrência entre todos os eventuais parceiros interessados;

2) Sejam contratualmente asseguradas pelo parceiro as garantias exigidas pela FIFA, para a realização da Copa do Mundo;

3) Contratação de consultoria especializada para assessoramento do Clube (Direção e Conselho) no processo de contratação, antes da definição do parceiro e da proposta a ser votada;

4) Apresentação de agenda ao Conselho Deliberativo para acompanhamento de todas as fases da negociação até eventual celebração do contrato.

A postura do Presidente Luigi, de receptividade à proposta do Convergência, me trouxe satisfação e tranquilidade.

A postura do ex-Presidente Píffero, falando em página virada, me permite acreditar que o clube caminha para algo próximo de um consenso em torno da melhor maneira de conduzir o financiamento das reformas, de modo a atender aos interesses de todos os colorados, independentemente de corrente política interna (que é o que menos importa).

Espero, portanto, que na reunião da próxima segunda-feira (21/03), o Conselho do Inter encontre o melhor caminho para a solução dessa questão que já aflige os colorados há algum tempo, de modo a demonstrar que interesses individuais não podem tomar o lugar do interesse coletivo maior: o desejo da torcida de ver um clube unido, forte e cada vez mais vencedor!