quarta-feira, setembro 21, 2011

Concurso BV: Candidato #3

To aguardando mais textos para candidatos ao novo colunista do BV, como avisei quem mandou antes do Falcão sair tem que mandar novamente um texto novo. Quem mais quiser participar mande seu texto de 400-500 palavras para blogvermelho@gmail.com

Nesse "Mata-Mata" cada texto vai aparecer sozinho. Você leitor vai dar nota de 1 a 10 na parte dos comentários. A media será calculado e no fim os autores com melhores medias serão convidados a participar regularmente no Blog Vermelho. Os Autores serão anônimos (mas podem votar se quiserem sem se revelar autor do texto) até o fim da competição. Votos em massa de amigos e familiares dos autores não contarão...como sei que será amigo ou familia? Eu sei tudo kkkkk! Então por favor não pede votos de amigos queremos que o melhores textos ganhem.

Vamos lá...e não esquecem de votar de 1 a 10. (Notem esse texto foi enviado a 4 semanas atras então não penaliza o autor se o conteúdo toque em assuntos daquele momento, é a qualidade do texto que você deve levar em consideração)

CANDIDATO #3

FUTEBOL?

Vem cá, tchê, isso aqui é um blog de futebol?

Ok, o futebol virou negócio, é uma indústria de bilhões de dólars (só
no Inter já rolam megabits de dôletas anualmente), a comissão técnica
multidisciplinar já é uma realidade.

[Perguntinha: Será que o FC cornetou a comissão multidisciplinar do
Medina na gestão do quase homônimo Fernando Carvalhal M.?

(aliás recomendo a leitura desse blog, e especialmente desse post que
é sobre o Inter:
http://cadernodecampo.com/2010/08/20/o-que-explica-o-internacional/
)]

Mas não vou mudar de assunto.

No blog tem pessoal craque nas palavras, craque na torcida, craque nas
metáforas, craque no c* a quatro. Mas tá faltando discutir futebol.

Então a proposta é resgatar um pouco do que havia quando o Nélson
postava - claro que não com a mesma propriedade e imposição que o
pai-dos-cornetas aplicava, sempre lembrando a quem ousasse duvidar de
seus conhecimentos as suas centenas de jogos assistidos in loco.

Então, a proposta é usar esse espaço pra discutir futebol.

Isso posto:

Vamos analisar o grupo do Inter após a (não-tão) desastrosa interinada
do queridão Loss.

Goleiros:
Muriel
Agenor

Zagueiros:
Juan
Moledo
Índio
Romário

LD:
Ilsinho

LE:
Kléber
Fabrício

1o Volante:
Élton
Bolatti
Glaydson
Sandro Silva

2o Volante:
Guinazu
Tinga

Meias:
D'Alessandro
Oscar
Andrezinho
João Paulo

Atacante:
Zé Roberto
Delatorre

Centroavante:
Damião
Gilberto

Temos aí 2 jogadores por posição, exceção LD, onde Glaydson e Sandro
Silva podem atuar. Aliás só um desses dois pode ficar no grupo. Como o
Sandro Silva é uma incógnita ainda deixei ele na lista. Falta ainda um
3o goleiro BARATO!

O resto pode ser vazado sumariamente do vestiário.

Os que tiverem menos de 23 anos podem voltar pro sub-23 e aguardar
chance no grupo em caso de lesões.

O meu time jogaria no 4-4-2 em linha e fardariam:

Muriel; Ilsinho, Moledo (Índio), Juan e Kléber (Fabrício); Élton,
Guinazu (Tinga), D'Alessandro e Oscar; Zé Roberto e Damião.

Agora, uma análise dos treinadores passados e do presente:

Celso Roth - Se perdeu com a saída do Taison. Tentou de tudo que é
jeito fazer outros jogadores virarem Taison e não conseguiu. É um
treinador insuficiente para o Inter devido à exigência da torcida.
Sabe se retrancar como time pequeno(serve pro gfpa), mas não sabe
armar time pra vencer.

Falcão - Fazendo vista-grossa para algumas atitudes do
treinador-comentarista-craque-ídolo e sem entrar no mérito das suas
motivações, acho que ele implantou um esquema de jogo que não estamos
acostumados a ver aqui e estava funcionando muito bem. O time vinha
melhorando a olhos vistos. Coisa que não ocorria a mais de ano com o
CJR. Foi injusta sua demissão.

Loss - A passagem dele não foi tão desastrosa pois pudemos ver a
afirmação do Élton e algumas partidas do João Paulo. Mas isso se deu
mais pelas circunstâncias do que visão do treinador. Talvez por
conhecer os guris tenha facilitado essa transição colocando-os pra
jogar nos lugares certos.

Sobre o Dorival, fiquei satisfeito com as suas primeiras palavras e
atitudes como treinador. Veremos se dá seguimento.

Então, temos um grupo interessante. Agora é esperar que o Dorival faça
a faxina necessária e, enquanto isso, identificar as necessidades pro
ano que vem. Acho que ainda dá pra buscar pelo menos uma LA esse ano.