quarta-feira, abril 13, 2011

Falcão e o novo lateral

Vejam só se essa não é a melhor semana do Inter no ano. São muitas notícias fortes de uma vez só. Primeiro, Celso Roth é demitido depois daquela vergonha no México. Depois, no domingo, anunciam a chegada de Falcão, o maior ídolo da história colorada e vencemos de 6x2, de virada, com o finalmente "desvirginado" Cavenaghi fazendo o que atacantes devem fazer, os gols. Isso sem lembrar que Sóbis fez uma partida genial e provavelmente deve ser titular, no lugar do temível Zé Roberto.

Mas então hein, Falcão. Baita contratação. Tá certo que meio (muito) atrasado. Celso Roth estava vencido desde aquele jogo contra o Mazembe. Mas pelo menos recompensaram a bobagem trazendo o ídolo. Nunca vi a torcida tão feliz quanto agora. Não para menos, é o maior ídolo da história do clube.

É muita euforia. E a melhor parte é que não tiveram a chance de ver o Falcão ídolo jogador, podem ter o Falcão ídolo técnico, como eu. E ele não sonha pequeno. Só na sua apresentação já disse que pretende fazer história como o treinador que mais tempo ficou no Inter, assim como disse que "quer ver espetáculo". Isso é muito bom. É um técnico motivado, não pelo contracheque, mas pelo amor ao time.

Mas como eu disse antes, isso pode acontecer. Ainda é uma suposição. E é difícil, incrivelmente difícil não ficar eufórico com essa vinda (falando de técnicos, é a melhor coisa desde a vinda do Abel no lugar do Gallo). Mas colocar os pés no chão é a melhor coisa a se fazer agora. Quanto mais alta a expectativa, maior a decepção. O Louis já tinha escrito um post ontem, que inclusive acabou dizendo tudo que eu tinha a dizer sobre a cautela que precisamos ter. Desgraçado. Sugiro ao dono do blog que dê um jeito nisso.

Os primeiros jogos vão dar a dica. Vamos ver se ele tem jeito de retranqueiro ou de ofensivo. Uma coisa é certa, quem pelo menos já ouviu falar de como Falcão jogava, sabe que coisa boa vem por aí. E se não vier, lembrem-se que fazem uns 15 anos que ele não treina algum time.

Acabaram de anunciar um novo lateral esquerdo, vindo da Portuguesa. Alguém sabe qual é a índole desse rapaz? Quem sabe temos alguém disposto a correr mais de 500m por jogo, que é o que o Kleber faz. E só para não deixar passar, tira o Mathias.