quarta-feira, abril 06, 2011

Candidato #5

Vou fazer a votação diferente dessa vez comparado com outras seleções de autores para o BV. Dessa vez em vez de "Mata-Mata" cada texto vai aparecer sozinho. Você leitor vai dar nota de 1 a 10 na parte dos comentários. A media será calculado e no fim os autores com melhores medias serão convidados a participar regularmente no Blog Vermelho. Os Autores serão anonimos até o fim da competição. Votos em massa de amigos e familiares dos autores não contarão...como sei que será amigo ou familia? Eu sei tudo kkkkk! Então por favor não pede votos de amigos queremos que o melhores textos ganhem.

Vamos lá...e não esquecem de votar de 1 a 10.

Leia Candidato #1 Aqui
Leia Candidato #2 Aqui
Leia Candidato #3 Aqui
Leia Candidato #4 Aqui

Candidato #5
Celso Roth, o troll colorado

Antes de desenrolar meu texto farei a definição para troll, caso alguém não saiba do que se trata. O significado é dúbio, você me pergunta, como assim dúbio? É que depende da fonte à qual você bebe para interpretar.

O sentido, digamos, mais conservador para troll é de uma figura mitológica e do RPG, um monstro sem muita inteligência ou fidelidade à lógica, mas capaz de causar terror e pânico com sua disposição irrefreável para destruir e pilhar. Agora você me diz: ahhh sim, entendi a ligação com o Roth!

Não, não é sobre este troll que estou falando. O sentido que me refiro é o troll da gíria da internet, que designa uma pessoa cujo comportamento tende sistematicamente a desestabilizar uma discussão, provocar e enfurecer as pessoas envolvidas nelas, o engraçadinho que provoca a galera. A famosa sacanagem pela sacanagem, sem ter um por que claro e óbvio.

E é sobre esta segunda definição que baseio meu texto, Celso Roth, o troll colorado.

O nosso glorioso técnico consegue sempre desestabilizar e surpreender a torcida colorada com uma facilidade tremenda, fazendo sempre o inexplicável, o inacreditável...

Primeiro, manteve o Alecsandro como titular, mesmo sem render nada, enquanto Damião esperava pacientemente sua vez de entrar nos últimos cinco minutos do segundo tempo, isto, quando entrava.

Não sou um anti-Alecsandro, pelo contrário, o acho um bom jogador, mas apenas para compor grupo e pronto. Quem não se lembra da montanha de gols que ele empilhava quando era reserva do Nilmar e entrava no decorrer das partidas?!? Mas graças às forças sobrenaturais ele se foi, Damigol se firmou e assim Roth não tem como “trollar” a torcida.

O segundo caso foi o “Espetacular”, era mais fácil sair o Renan ou o Lauro e jogarmos sem goleiro do que tirar o Mathias. Sempre a mesma desculpa, ele tem um papel muito importante no sistema tático da equipe e blá blá blá whiskas sachê...

Chegamos a jogar com três volantes contra times fracos e inexpressivos do interior para que nosso comandante não tivesse que tirar seu bruxinho. Guina virou armador, Tinga saiu do time e o resto vocês sabem de cor e salteado. O carnaval do Roth, pelo twitter, quem diga...

Juarez já não contente em contrariar a torcida com o sistema tático nefasto 4-3-2-1 apronta mais uma das suas, eis que surge Zé Roberto, mais conhecido no Rio de Janeiro como “Zé Cachaça”.

Assim como Alecsandro, não o acho ruim, mas a insistência do técnico com um jogador que infelizmente não esta rendendo o esperado irrita e acaba desgastando a relação com a torcida, jogando um contra o outro. Vide caso Alecsandro...

Aí, como um verdadeiro troll, Roth joga a culpa na imprensa, diz que ela incita o torcedor colorado, que estamos sendo usados pela mídia golpista e blá blá blá. Ou Sexy Roth acha que somos burros ou menospreza nossa inteligência.

Agora você torcedor colorado, esperto, calejado pelos anos 90, pensa que não tem como ele fazer mais alguma, certo? Errado.

Oscar volta do torneio caça níquel da CBF sub-20 e destrói no meio campo colorado. Joga com a cabeça erguida de forma cerebral, desferindo passes milimétricos, lançamentos precisos, chutes fortes de fora da área e o que diz Burroth? Ele tem que amadurecer, é inexperiente e precisa melhorar.

Peraí, deixa eu ver se entendi, ele precisa melhorar? ME-LHO-RAR? Senta lá Roth...

Nesta quarta, contra o Jorge Wilstermann, oi? Isso é de comer? Oscar e D’ale formaram uma dupla endiabrada, com passes geniais, com triangulações, muita movimentação e efetividade. Infernizaram o time com nome de bolacha. Há quanto tempo não víamos um meio campo tão contundente criando jogadas com efetividade? Sem ligação direta, como nos tempos de balão e se vira Nilmar?

Claro, temos que relevar pela fragilidade demonstrada pelo time adversário, mas com tamanha qualidade, não podemos abrir mão dos dois. Além de toda criatividade apresentada ontem, vi os dois marcando, roubando bolas e pressionando o time do Jorge.

Não tenho a intenção de jogar a torcida conta o treinador, como se fosse preciso, ou criar clima de tensão e desestabilizar o time, muito pelo contrário, acho que todos nós como torcedores e sócios temos o direito de defender o que achamos melhor para o Inter.

Acho que um time com: Lauro, Kleber, Rodrigo (Enquanto Sorondo não volta), Bolívar, Bollati, Guina, Oscar, D’ale, Sóbis e Damião podemos não apenas conquistar a América, mas levar o tão sonhado Brasileiro, basta o Celsão não complicar.

Temos um ótimo grupo, assim como o Cruzeiro, podemos disputar todas as competições em alto nível, jogando para ganhar. Não me interessa se é gauchão, par ou ímpar ou varetinha. Quero ganhar sempre, time grande não pode jogar recuado contra adversários fracos. A melhor defesa é o ataque.

Após estes fatos aos quais decorri meu texto não chego a outra conclusão que não seja a do título deste emaranhado de linhas, Sexy Roth é o troll colorado, fato. Na há outra explicação para tais atitudes deste ser pensante, ou não...

Resta a torcida acompanhar de perto e não deixar que este senhor acabe com mais um ano do Inter. A direção alega que ele é trabalhador, íntegro e honesto. Não discordo de nenhuma virtude, mas apenas trabalho não ganha campeonato, tem que ter ousadia, coragem e acima de tudo competência...

Oremos!